TUA VISITA ME FAZ FELIZ

3000 postagens neste blog

3000 postagens neste blog
Search this blog - pesquisa por título

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

NESTE BLOG - 3000 POSTAGENS - POSTS DESDE O ANO DE 2006

Aqui em 'Arte é Vida', você é o principal personagem deste roteiro de músicas, de paz e amor. Obrigada pela sua presença, é valiosa para mim, se quiser, deixe sua mensagem em meu livro de visitas, abraços, Sandra

Search This Blog-pesquise aqui todo o conteúdo deste blog- 3000 postagens- só pesquisar e clicar

Sandra Waihrich Tatit

Sandra Waihrich Tatit
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

BIOGRAFIA I

Sandra Waihrich Tatit
Aniversário: 11 de Fevereiro
Signo astrológico: Aquário
Atividades: Direito , Literatura , Música e Educação
Profissão: Advogada
Local: Júlio de Castilhos : Rio Grande do Sul : Brasil
Clip de áudio
Quem sou eu
NASCI EM JÚLIO DE CASTILHOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
MÃE DE TRÊS FILHOS, RUBENS, RUSSAIKA E ANGELA. FILHA DE RUBENS CULAU TATIT E CLÉLIA WAIHRICH TATIT.
SOU ADVOGADA, CURSEI DIREITO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
CULTIVO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO, PIANO, VIOLÃO, CANTO E LITERATURA.
INTEGREI O CORAL DA UNIVERSIDADE.
LIVRO DE ARTE PUBLICADO, "UMA NOVA DIMENSÃO DA ARTE NA EDUCAÇÃO".
CURSEI PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LATU SENSU.
VEJO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO DO SER HUMANO, UMA TERAPIA QUE AMENIZA OS SOFRIMENTOS DO COTIDIANO.
A MÚSICA É A HARMONIA DO HOMEM, A LINGUAGEM DO UNIVERSO.
INTERPRETO PIANO E VIOLÃO, APRECIO CANTAR.
POSSUO COMPOSIÇÕES MUSICAIS, PARA PIANO E VIOLÃO.
NA EUROPA, CONHECI UM POUCO DA HISTÓRIA DA ARTE, ESPECIALMENTE NA ITÁLIA.
DIZ GANDHI, "PRECISAMOS SER AS MUDANÇAS QUE QUEREMOS VER NO MUNDO".
SOU DO SIGNO DE AQUÁRIO, ACREDITO NA ASTROLOGIA E SUA INFLUÊNCIA EM NOSSA VIDA E PERSONALIDADE.
PRETENDO ESCREVER AQUI NO BLOG, SOBRE DIVERSOS TEMAS E POESIAS, TAMBÉM PUBLICAR TEXTOS RELEVANTES DE OUTROS AUTORES.
ESCREVO POEMAS, É UMA FORMA DE DAR MAIS LEVEZA À VIDA. PREGO A ARTE COMO UMA UMA VIDA DENTRO DA PRÓPRIA VIDA QUE SE ETERNIZA PELO ESPÍRITO, UMA LINGUAGEM UNIVERSAL.
UM TRIBUTO A CAMÕES NESTA FRASE ,"CESSA TUDO QUANTO A MUSA CANTA QUANDO UM PODER MAIS ALTO SE AGIGANTA."
Interesses:
ARTE E MÚSICA
DIREITO E EDUCAÇÃO .
Filme favorito
"FREUD ALÉM DA ALMA".
Música favorita
A CLÁSSICA " SONATA AO LUAR " DE BEETHOVEN.
Livros favoritos
" O PROFETA " DE GIBRAN KHALIL GIBRAN . GOSTO MUITO DE LITERATURA ORIENTAL. "OS HETERÔNIMOS" DE FERNANDO PESSOA (Poeta Português). OS POEMAS DE NOSSO POETA OLAVO BILAC
ME FASCINAM
COMO "A VIA LÁCTEA E BENEDITICE". CECÍLIA MEIRELES E LYA LUFT
MINHAS GRANDES MUSAS DA POESIA . "O ATENEU" DE RAUL POMPÉIA . A "DIVINA COMÉDIA" DE DANTE ALIGHIERI
"DON QUIXOTE DE LA MANCHA"
DE MIGUEL DE CERVANTES. QUERO RENDER UM TRIBUTO À MAGISTRAL LITERATURA DE CAMÕES EM " OS LUSÍADAS . "

SEJAM BEM VINDOS AMIGOS!


Arte é Vida e Educação

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

BIOGRAFIA II

Sobre Mim
Advogada
Universidade Federal de
Santa Maria

Brazil

Artes
Música-Piano-Violão
Literatura

ARTE É VIDA
A Arte é Linguagem Universal

•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•♫♪•♫♪•♥
•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•

Advogada
Produtora Rural
Agropecuária - Agronegócios
Arte-Música - Piano Violão e Literatura
Aprecio as pessoas transparentes e verdadeiras. As relações humanas me cativam, direito, justiça e paz
são minhas trajetórias de vida, ajudar o ser humano o máximo que me seja permitido, sentindo a beleza de minha vocação e o apelo do mundo atual à disponibilidade de minhas energias. Meu primeiro livro publicado 'Uma Nova Dimensão da Arte na Educação'. Na Europa conheci a História da Arte. Na Itália, França. Espanha, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria e Suiça. Cursos e estudos na área artística e 'História da Arte'.
Sou membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Estado do Rio Grande do Sul.
Cursei a Escola Superior do Ministério Público e Pós Graduação em Educação Latu Sensu, minha tese foi sobre a Arte e a sua Dimensão no Ensino. Possuo composições musicais de minha autoria, música e letra.
Também alguns vídeos, os quais se encontram no youtube. Mensagens que circulam na internet, formatadas e sonorizadas. Músicas gravadas em seleção e editadas, para sites ou audiência .
Sou funcionária pública do Estado do Rio Grande do Sul.
Brasil.
Creio na Educação como a forma de melhorar o mundo e o ser humano, a Arte na Educação, como uma libertação e incentivo à aprendizagem mais eficiente. Na Arte Terapia, como forma de cura e amenização de conflitos existenciais. Na música, como a Linguagem Universal. Arte Pura como uma vida dentro da própria vida, se eternizando pelo Espírito.
Os artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir. Arte é Vida.
Sou mãe de três filhos, Rubens, Russaika e Angela.

'Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita.Tem o peso de uma lembrança.Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros'.
Clarice Lispector

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA...

Status de relacionamentoDivorciada

Informações de contato: swrichtat@terra.com.br

Endereço
  • Santa Maria, Brazil

Site

E-mail
  • swrichtat@terra.com.br

Facebookfacebook.com/sandra.waihrichtatit

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

DIVINA MÚSICA

Divina Música!
Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
E do Amor.
Sonho do coração humano,
Fruto da tristeza.
Flor da alegria, fragrância
E desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
Confidenciadora de segredos.
Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
E dos grandes realizadores.
Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
Das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
Que exulta num mundo de sonhos.
Encorajadora dos guerreiros,
Fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.
Ó música.
Em tuas profundezas
Depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
E a ouvir com os corações.

Gibran

MEUS BLOGS / SITES


MINHA PÁGINA NO FACEBOOK
facebook.com/sandra.waihrichtatit

CAMINHOS DA ARTE
http://sandrawaihrich.blogspot.com/

MEUS POEMAS DE IMPROVISO
http://aquariussandra.blogspot.com/

CAMINHOS SUBLIMES
http://caminhossublimes.blogspot.com/

EDUCACIÓN POR EL ARTE-MEU NOVO LIVRO
http://wwweducacionporelarte.blogspot.com/

BLOG TERRA
http://sandra737.blog.terra.com.br/

ARTE É VIDA
http://www.sandrawaihrichtatit.blogspot.com/

MEUS RETALHOS DE VIDA
http://meusretalhosdevida.blogspot.com/

VÓ NEZA
http://voneza.blogspot.com/

MINHAS LÁGRIMAS CONTIDAS
http://minhaslagrimascontidas.blogspot.com/

NOSSA GRUTA PREFERIDA
http://nossagrutapreferida.blogspot.com/

VÍDEOS E SLIDES
http://textossandravideos.blogspot.com/

ASTROLOGIA
http://aquarius-gemini.blogspot.com/

MY LIFE IS MADE OF MOMENTS
http://sandramoments.blogspot.com/

FAZENDA DO HERVAL
http://agropecuariagirassois.blogspot.com/

SINFONIA DE SENSUALIDADE
http://sinfoniadesensualidade.blogspot.com/

MSN SPACES LIVE
http://rurusan.spaces.live.com/

POESIAS E BIOGRAFIAS
ESSÊNCIA POÉTICA

MEU TWITTER
http://twitter.com/sandrawaihrich/

ESTATÍSTICAS
http://www.geovisite.com/pt/directory/artes_musica.php

DESABAFOS
http://whaareyoudoing.blogspot.com/

SITE 1oo CANAIS DE JORNALISMO INDEPENDENTE
http://100canais.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

SITE VERSO E PROSA
http://versoeprosa.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

EDUCADORES DO BRASIL
http://educadoresdobrasil.ning.com/

MY FACEBOOK
http://pt-br.facebook.com/people/Sandra-Waihrich-Tatit/100000404958625

E-MAIL PARA CONTATO
swrichtat@terra.com.br

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS-ASSINAR
http://users3.smartgb.com/g/g.php?a=s&i=g35-65896-01

POLÍTICA SEM ÉTICA
www.politicasemetica.blogspot.com

DIGITAL ART

DIGITAL ART
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

GUESTBOOK - SIGN HERE

GUESTBOOK - SIGN HERE
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS
FELIZ COM TUA VISITA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA
Grandes verdades são traduzidas pelo silêncio

ARTE É LIBERDADE

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL
"Os Artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir" ... Ezra Pound

REGISTRAS TUA PRESENÇA CLICANDO NA ROSA

ARTE É AMOR E LUZ

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran
Na dimensão daquilo que pensamos ou sentimos não há lugar ou tempo definidos ...

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
ARTE É VIDA E AMOR

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS

NEW MAP-MAPA DE VISITANTES ON LINE

VISITAS ON LINE

CORAGEM DE SONHAR

"O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos"
Paulo Coelho

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIGOS SEGUIDORES DO BLOG ARTE É VIDA - FALLOWERS

"Tudo quanto vive, vive porque muda; muda porque passa; e, porque passa, morre. Tudo quanto vive perpetuamente se torna outra coisa, constantemente se nega, se furta à vida."
Fernando Pessoa.

'Não queremos perder, nem deveríamos perder: saúde, pessoas, posição, dignidade ou confiança. Mas perder e ganhar faz parte do nosso processo de humanização'

Lya Luft


ARTE É VIDA - TRADUTOR

ARTE É VIDA - TRADUTOR
TRADUTOR INSTANTÂNEO-52 IDIOMAS-clique no livro acima

PAIXÃO E SILÊNCIO

PAIXÃO E SILÊNCIO
Blog Sinfonia de Sensualidade

CORAÇÃO E PAIXÃO

CORAÇÃO E PAIXÃO
" A Paixão, que não seja imortal posto que é chama, mas que seja eterna enquanto dure." Vinícios de Moraes

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA E LUZ

ARTE É VIDA E LUZ

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER
SANDRA WAIHRICH TATIT - NOVAS POSTAGENS - NEW POSTS

Thursday, May 31, 2007

MOMENTOS DE REFLEXÃO ... A FLOR DA HONESTIDADE


A FLOR DA HONESTIDADE ...


"Três coisas são importantes na vida humana: a primeira é ser uma boa pessoa. A segunda é ser uma boa pessoa. A terceira é ser uma boa pessoa."
Henry James

A Flor da Honestidade
Conta-se que por volta do ano 250 a.C, na China antiga, um príncipe da região norte do país, estava às vésperas de ser coroado imperador, mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar. Sabendo disso, ele resolveu fazer uma "disputa" entre as moças da corte ou quem quer que se achasse digna de sua proposta. No dia seguinte, o príncipe anunciou que receberia, numa celebração especial, todas as pretendentes e lançaria um desafio. Uma velha senhora, serva do palácio há muitos anos, ouvindo os comentários sobre os preparativos, sentiu uma leve tristeza, pois sabia que sua jovem filha nutria um sentimento de profundo amor pelo príncipe. Ao chegar em casa e relatar o fato à jovem, espantou-se ao saber que ela pretendia ir à celebração, e indagou incrédula: - Minha filha, o que você fará lá? Estarão presentes todas as mais belas e ricas moças da corte. Tire esta idéia insensata da cabeça, eu sei que você deve estar sofrendo, mas não torne o sofrimento uma loucura. E a filha respondeu: - Não, querida mãe, não estou sofrendo e muito menos louca, eu sei que jamais poderei ser a escolhida, mas é minha oportunidade de ficar pelo menos alguns momentos perto do príncipe, isto já me torna feliz. À noite, a jovem chegou ao palácio. Lá estavam, de fato, todas as mais belas moças, com as mais belas roupas, com as mais belas jóias e com as mais determinadas intenções. Então, finalmente, o príncipe anunciou o desafio: - Darei a cada uma de vocês, uma semente. Aquela que, dentro de seis meses, me trouxer a mais bela flor, será escolhida minha esposa e futura imperatriz da china. A proposta do príncipe não fugiu às profundas tradições daquele povo, que valorizava muito a especialidade de "cultivar" algo, sejam costumes, amizades, relacionamentos etc... O tempo passou e a doce jovem, como não tinha muita habilidade nas artes da jardinagem, cuidava com muita paciência e ternura a sua semente, pois sabia que se a beleza da flor surgisse na mesma extensão de seu amor, ela não precisava se preocupar com o resultado. Passaram-se três meses e nada surgiu. A jovem tudo tentara, usara de todos os métodos que conhecia, mas nada havia nascido. Dia após dia ela percebia cada vez mais longe o seu sonho, mas cada vez mais profundo o seu amor. Por fim, os seis meses haviam passado e nada havia brotado. Consciente do seu esforço e dedicação a moça comunicou a sua mãe que, independente das circunstâncias retornaria ao palácio, na data e hora combinadas, pois não pretendia nada além de mais alguns momentos na companhia do príncipe. Na hora marcada estava lá, com seu vaso vazio, bem como todas as outras pretendentes, cada uma com uma flor mais bela do que a outra, das mais variadas formas e cores. Ela estava admirada, nunca havia presenciado tão bela cena. Finalmente chega o momento esperado e o príncipe observa cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção. Após passar por todas, uma a uma, ele anuncia o resultado e indica a bela jovem como sua futura esposa. As pessoas presentes tiveram as mais inesperadas reações. Ninguém compreendeu porque ele havia escolhido justamente aquela que nada havia cultivado. Então, calmamente o príncipe esclareceu: - Esta foi a única que cultivou a flor que a tornou digna de se tornar uma imperatriz. A flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis. ..................................... A honestidade é como uma flor tecida em fios de luz, que ilumina quem a cultiva e espalha claridade ao redor.
Equipe do site www.momento.com.br, com base em texto de autor desconhecido.

A ARTE É LIBERTAÇÃO E LIBERDADE


A arte é uma vida dentro de nossa vida , se eternizando pelo espírito . As obras de Arte são expressões efêmeras que se imortalizam .
A Arte , a mais pura expressão da liberdade do ser humano .
O artista torna-se livre através de sua Arte . Pela percepção maior da vida . A Natureza , cenário grandioso que o Grande Artista Deus , oferece ao homem para o pleno exercício de sua Arte , de seu Ser Sensível .

Monday, May 28, 2007

DO SER LIVRE


Sunday, May 27, 2007

PARA SER GRANDE , SÊ INTEIRO ...

( Autor : FERNANDO PESSOA , eminente poeta português )
Ricardo Reis , é um dos três " Heterônimos " mais conhecidos de Fernando Pessoa .

O OCASO


Saturday, May 26, 2007

AH ... SE EU PUDESSE


Ah ... se eu pudesse


Silvia Schmidt


Se eu pudesse colher estrelas,todo dia eu levaria uma para você.
Se eu pudesse chegar ao soleu pegaria um raio de luz só para você.
Se eu pudesse encontrar o pote do arco iriseu daria todas as cores para você.
Eu faria isso tudo só por você!
Se eu pudesse chamar todos os passarinhoseu os faria cantar para você.
Se eu pudesse construiria uma montanha só sua para que você descansasse mais perto do céu.
Se eu pudesse eu isolaria uma floresta onde só você pudesse entrar, ir ao seu próprio encontro e respirar a paz.
Eu faria isso tudo só por você!
Se eu pudesse eu lhe levaria todas as alegrias do Universo naqueles dias em que se sente triste.

Eu criaria um lugar especial feito só para você. Um lugar onde você pudesse achar serenidade,estar só consigo e se refazer dos seus cansaços.
Se eu pudesse apagar os seus problemas eu usaria toda a minha força para faze-los desaparecer.

Eu faria isso tudo só por você!
... Mas não sei colher estrelas, não posso chegar ao sol nem sei aonde está o pote do arco iris.
Não sei chamar os passarinhos nem sou capaz de construir montanhas.
Não tenho licença para isolar uma floresta nem posso livrar você de todos os problemas.
Mas eu sei que posso dar-lhe o que de mais forte existe em mim :

esta vontade de ver você feliz ...

Obrigada Magda , por este lindo poema , um abraço e um bom final de semana , Sandra

NESTE LINDO AMANHECER , UM BOM DIA A TODOS

MINHA MENSAGEM MATINAL
Amanhecer ... o sol explode seus raios sobre o planeta e diz novamente ao homem que a esperança existe ! que vale a pena tentar sempre , a natureza é pródiga , nos oferece as mais belas e inesperadas surpresas , cada dia nasce novo em cada amanhecer . Deus é grandioso e existe , isto é tudo , nossa Fé nos moverá sempre , nos conduzindo ao caminho da Paz , do Amor , da Verdade e da Justiça terrena e , na falta desta , teremos sempre a Justiça Divina que supre todas as nossas lacunas e todas as nossas dores . Sim , elas existem mas confiemos em Deus e certamente sairemos vencedores . Aceitar a vontade de Deus é a maior provação de nossa Fé , mostremos que a temos como uma fortaleza em nossos corações ! obrigada a todos que me visitam , um bom dia e um satisfatório final de semana . Amor , Justiça , Saúde e Paz . Meu abraço amigo e sincero , Sandra

Friday, May 25, 2007

O que é um místico ? Nada muito secreto nem extraordinário : apenas alguém que afastou mais um véu . ( Gibran )

As manchas do corpo não atingem a alma imaculada ; e a neve amontoada não mata as sementes vivas . Esta vida é uma eira de provações onde os feixes das almas são debulhados antes que dêm sua colheita . E infelizes das espigas abandonadas fora da eira , pois as formigas da terra as carregarão e as ervas do céu as apanharão , e elas não entrarão no campo do Senhor . És vítima de uma injustiça . És uma flor pisada pelo animal que sobrevive no homem . Consóla-te . É melhor ser a flor pisada do que o pé que pisa a flor . ( As ninfas do vale , Gibran )

FERNANDO REIS COSTA ... COIMBRA ... PORTUGAL

JURAMENTO DE AMOR
(Fernando Reis Costa)


Eu quero jurar aqui,
Solenemente
Que te amo!
Que te quero!
- Juro perante o mundo
E perante ti, amor,
Que amar-te-ei eternamente!

Que cumpro e cumprirei
Com lealdade
Esta jura de amor
Sempre, fielmente...
E que nunca trair-te-ei!

Que outro amor assim
Nunca tive, nem terei!...
- Eu juro perante o mundo,
Perante ti, amor,
Perante toda a gente...

Eu juro que te amo
E amarei-te-ei eternamente!...

Com um beijo carinhoso
E demorado
Deixo assinado,
Aqui...
Solenemente!...


FERNANDO REIS COSTA ( Poeta Nandus ... Coimbra )

Mahatma Gandhi


Monday, May 21, 2007

O FENÔMENO DA LUA AZUL ... 31 DE MAIO DE 2007 ÀS 22:04 hs





ACONTECIMENTO DE MUITA FORÇA MAGNÉTICA E PODER ESPIRITUAL

REFORÇA O SENTIDO DE PLENITUDE E ESSÊNCIA MAIOR DA LUA CHEIA

Dia 31/05- quinta-feira, às 22:04 teremos a segunda Lua Cheia do mês de maio. Esse fenômeno é chamado de Lua Azul. É um evento raro, devido ao período lunar corresponder a 28 dias. Não se sabe ao certo o porque desse nome, as vezes a lua aparece com um disco azulado devido às partículas cinzas, que são desprendidas da atmosfera terrestre. Pode ser por isso !

Segundo Mirella Faur "a Lua Azul era cultuada pelos egípcios na substituição do calendário lunar pelo solar. É considerado um acontecimento de muita força magnética e poder espiritual, reforça o sentido de plenitude da Lua Cheia. A Lua Azul é regida pela Matriarca da 13 Lunação. Ela é "aquela que se torna a visão", a guardiã de todos os ciclos de transformação, a mãe das mudanças.

Esta Matriarca nos ensina a importância de seguir nosso caminho sem nos deixar desviar por ilusões que possam vir a interferir em nossas visões. Cada vez que nos transformamos, realizando nossas visões, uma nova perspectiva e compreensão se abre, permitindo-nos alcançar outro nível na eterna espiral da evolução do espírito. A última visão a ser alcançada é a decisão de simplesmente SER. Sendo tudo e sendo nada, eliminamos os rótulos e definições que limitam nossa plenitude .

Com o surgimento do calendário Juliano, no início do cristianismo, o culto à Lua Azul passou a ser reprimido por ser considerado uma exacerbação da simbologia lunar, do poder feminino e do culto às Deusas, assuntos perseguidos e proibidos. Mesmo assim, permaneceu sua aura romântica e poética e a Lua Azul passou a ser associada à crença de que era propícia ao romance e ao encontro de parceiros. Surgiu o termo inglês blue moon, significando algo muito raro, impossível, dando origem a inúmeras músicas e poemas melancólicos ou esperançosos".
Na Mitologia Celta, esta Lua favorece o contato com o Reino Encantado dos seres da natureza. Invocam-se as Rainhas das Fadas – Aeval,Aine, Aynia, Bri, Creide, Mah e Sin – e empreendem-se viagens reais ou imaginárias para as "Sidhe", as colinas encantadas, morada do "Little People", o Povo Pequeno.


Para agradar as Fadas, os Celtas cultivavam perto de suas casas suas plantas preferidas – calêndulas, verbenas, violetas, prímulas, e tomilho – e deixavam oferendas de mel, leite, manteiga, pão, e cristais nas clareiras onde os círculos de cogumelos denotavam sua presença. Para favorecer a "visão", abrindo a percepção psíquica, usava-se Artemísia, em chá ou em infusões para banhos, suco de samambaias ou orvalho passado nas pálpebras, saches de mil folhas e hipericão, invocações mágicas adequadas. "

As preces tem mais poder, os resultados são mais rápidos.
Para os celtas é nessa lua que são favorecidos os contatos com as Fadas, para favorecer a visão, fazer aberturas psíquicas. Boa para usar roupas azuis. Meu irmão espiritual, o físico e astrólogo cubano Hector Othon escreveu :

"Chama-se Lua Azul a segunda lua cheia num mesmo mês do calendário gregoriano. Ao contrário do que o nome sugere, a Lua Azul é associada a perigos e desvario, a desafios emocionais difíceis de viver que requerem humildade e despojamento a troca de sofrimentos dilacerantes. É considerada um acontecimento de muita força magnética e poder espiritual, onde acontecem profundas purificações emocionais.
Quando a Lua Cheia cai no dia 1º ou dia 2 de um mês de 31 dias, no dia 30 ou 31 terá outra Lua Cheia, a Lua Azul. A Lua Azul acontece, em média, uma vez a cada dois anos e sete meses, sete vezes a cada dezenove anos e trinta e seis vezes num século. Isso se deve a que um mês terrestre tem em média 30,5 dias enquanto o mês lunar tem 29,5 dias. Existe uma particularidade com a Lua Azul, é quando tem dois meses no mesmo ano com Lua Azul. Isto acontece se a primeira Lua Cheia cair no primeiro de janeiro, como fevereiro tem apenas 28 dias, as próximas duas luas cheias se repetem em março. Tal coincidência ocorre apenas quatro anos em cada século, (o próximo será só no distante 2018). Nos calendários lunares, à lua cheia do décimo terceiro mês se lhe chama também de Lua Azul .


Segundo Mirella Faur "a Lua Azul era cultuada pelos egípcios na substituição do calendário lunar pelo solar. É considerado um acontecimento de muita força magnética e poder espiritual, reforça o sentido de plenitude da Lua Cheia. A Lua Azul é regida pela Matriarca da 13 Lunação. Ela é "aquela que se torna a visão", a guardiã de todos os ciclos de transformação, a mãe das mudanças , alcançada é a decisão de simplesmente SER. Sendo tudo e sendo nada, eliminamos os rótulos e definições que limitam nossa plenitude .

Com o surgimento do calendário Juliano, no início do cristianismo, o culto à Lua Azul passou a ser reprimido por ser considerado uma exacerbação da simbologia lunar, do poder feminino e do culto às Deusas, assuntos perseguidos e proibidos. Mesmo assim, permaneceu sua aura romântica e poética e a Lua Azul passou a ser associada à crença de que era propícia ao romance e ao encontro de parceiros. Surgiu o termo inglês blue moon, significando algo muito raro, impossível, dando origem a inúmeras músicas e poemas melancólicos ou esperançosos".
Na Mitologia Celta, esta Lua favorece o contato com o Reino Encantado dos seres da natureza. Invocam-se as Rainhas das Fadas – Aeval,Aine, Aynia, Bri, Creide, Mah e Sin – e empreendem-se viagens reais ou imaginárias para as "Sidhe", as colinas encantadas, morada do "Little People", o Povo Pequeno.


Para os celtas é nessa lua que são favorecidos os contatos com as Fadas, para favorecer a visão, fazer aberturas psíquicas. Boa para usar roupas azuis. Meu irmão espiritual, o físico e astrólogo cubano Hector Othon escreveu :

"Chama-se Lua Azul a segunda lua cheia num mesmo mês do calendário gregoriano. Ao contrário do que o nome sugere, a Lua Azul é associada a perigos e desvario, a desafios emocionais difíceis de viver que requerem humildade e despojamento a troca de sofrimentos dilacerantes. É considerada um acontecimento de muita força magnética e poder espiritual, onde acontecem profundas purificações emocionais.
Quando a Lua Cheia cai no dia 1º ou dia 2 de um mês de 31 dias, no dia 30 ou 31 terá outra Lua Cheia, a Lua Azul. A Lua Azul acontece, em média, uma vez a cada dois anos e sete meses, sete vezes a cada dezenove anos e trinta e seis vezes num século. Isso se deve a que um mês terrestre tem em média 30,5 dias enquanto o mês lunar tem 29,5 dias. Existe uma particularidade com a Lua Azul, é quando tem dois meses no mesmo ano com Lua Azul. Isto acontece se a primeira Lua Cheia cair no primeiro de janeiro, como fevereiro tem apenas 28 dias, as próximas duas luas cheias se repetem em março. Tal coincidência ocorre apenas quatro anos em cada século, (o próximo será só no distante 2018). Nos calendários lunares, à lua cheia do décimo terceiro mês se lhe chama também de Lua Azul .

Pesquisa : Internet







Sunday, May 20, 2007

CHAMO-ME AMOR ... Emmanuel


QUANDO, nas horas de íntimo desgosto,o desalento te invadir a alma e as lágrimas te aflorarem aos olhos Busca-Me: eu sou Aquele que sabe sufocar-te o pranto E estancar-te as lágrimas;
QUANDO te julgares incompreendido pelos que te circundam e vires que em torno a indiferença recrudesce, acerca-te de Mim: eu sou a LUZ, Sob cujos raios se aclaram a pureza de tuas intenções e a nobreza de teus sentimentos;
QUANDO se te extinguir o ânimo, nas vicissitudes da vida, E te achares na iminência de desfalecer, Chama-Me: eu sou a FORÇA, capaz de remover-te as pedras dos caminhos e sobrepor-te às adversidades do mundo;
QUANDO, inclementes, te açoitarem os vendavais da sorte e já não souberes onde reclinar a cabeça, corre para junto de Mim: eu sou o REFÚGIO, Em cujo seio encontrarás guarida para o teu corpo E tranqüilidade para o teu espírito;
QUANDO te faltar a calma, nos momentos de maior aflição, e te julgares incapaz de conservar a serenidade de espírito, Invoca-Me:eu sou a PACIÊNCIA, que te faz vencer os transes mais dolorosos E triunfar nas situações mais difíceis;
QUANDO te abateres nos paroxismos da dor e tiveres a alma ulcerada pelos abrolhos dos caminhos, grita por Mim: eu sou o BÁLSAMO, que te cicatriza as chagas e te minora os padecimentos;
QUANDO o mundo te iludir com suas promessas falazes e perceberes que já ninguém pode inspirar-te confiança, vem a Mim: eu sou a SINCERIDADE, Que sabe corresponder à fraqueza de tuas atitudes e à exelsitude de teus ideais;
QUANDO a tristeza e a melancolia te povoarem o coração E tudo te causar aborrecimento, clama por Mim: Eu sou a ALEGRIA,que te insufla um alento novo e te faz conhecer os encantos de teu mundo interior;
QUANDO, um a um, te fenecerem os ideais mais belos e te sentires no auge do desespero,apela para Mim:Eu sou a ESPERANÇA,que te robustece a fé e acalenta os sonhos;
QUANDO a impiedade se recusar a relevar-te as faltas e experimentares a dureza do coração humano, procura-Me: eu sou o PERDÃO,Que te eleva o ânimo e promove a reabilitação de teu espírito;
QUANDO duvidares de tudo, até de tuas próprias convicções e o ceticismo te avassalar a alma,recorre a Mim: eu sou a CRENÇA,que te inunda de luz o entendimento e te reabilita para a conquista da felicidade;
QUANDO já não aprovares a sublimidade de uma afeição sincera e te desiludires do sentimento de seu semelhante, aproxima-te de Mim: eu sou a RENÚNCIA que te ensina a olvidar a ingratidão dos homens e a esquecer a incompreensão do mundo;
QUANDO, enfim, quiseres saber quem Sou, pergunta ao riacho que murmura e ao pássaro que canta,à flor que desabrocha e à estrela que cintila,ao moço que espera e ao velho que recorda.
Eu sou a dinâmica da Vida e a harmonia da Natureza; Chamo-me
A M O R ...

O remédio para todos os males que te atormentam o espírito ... Meu nome é JESUS !
Mensagem enviada pela amiga Joice Terra , agradeço de coração , é muito linda .
O site de Joice é :
vale a pena visitar .

Thursday, May 17, 2007

* GNOSTICISMO *

FONTES DO GNOSTICISMO

Conceito de GnoseFontes do Gnosticismo AntigoCaracterísticas Gerais da Antiga GnoseOs Princípios Fundamentais da Teologia GnósticaControvérsias entre os Gnósticos e a Igreja CatólicaConseqüências para a Cultura OcidentalConceitos de Gnose Contemporânea
Conceito de Gnose
Gnose é o substantivo do verbo gignósko, que significa conhecer.
Gnose é conhecimento superior, interno, espiritual, iniciático. No grego clássico e no grego popular, koiné, seu significado é semelhante ao da palavra epistéme.
Em filosofia, epistéme significa "conhecimento científico" em oposição a "opinião", enquanto gnôsis significa conhecimento em oposição a "ignorância", chamada de ágnoia.
A gnose é um conhecimento que brota do coração de forma misteriosa e intuitiva. É a busca do conhecimento, não o conhecimento intelectual, mas aquele conhecimento que dá sentido à vida humana, que a torna plena de significado porque permite o encontro do homem com sua Essência Eterna e maravilhosa.
O objeto do conhecimento da Gnose é Deus, ou tudo o que deriva dEle. Toda gnose parte da aceitação firme na existência de um Deus absolutamente transcendente, existência que não necessita ser demonstrada. "Conhecer" significa ser e atuar, na medida do possível ao ser humano, no âmbito do divino. Por isso, "conhecer" implica a salvação de todo o mal (Ego) em que possa estar imerso o homem que venha a possuir esse "conhecimento".
Gnose é ao mesmo um conceito religioso e psicológico, além de científico, filosófico e artístico. A partir desta visão, o significado da vida aparece como uma transformação e uma visão interior, um processo ligado ao que hoje se conhece como psicologia profunda.
O desejo e as tentativas de conseguir amor e felicidade são a saudade inesgotável do Pleroma, ou seja, da Plenitude do Ser, que é o verdadeiro lar da alma. O desejo desse "conhecimento" é uma nostalgia das origens e procede de um original anelo humano de alcançar a Unidade, do desejo natural, perene e universal, de fusão do homem com o Ser, do qual acredita ter sido originado.
A Gnose é o comportamento religioso que traduz esta profunda e dolorosa sensação que sentem os homens e mulheres pela separação dos pólos humano e divino. É, no fundo, uma tentativa de compreensão das relações entre o homem e a divindade.
Para Jung, muitos gnósticos nada mais eram do que psicólogos. "A gnose é, indubitavelmente, um conhecimento psicológico, cujos conteúdos provêm do inconsciente. Ela chegou às suas percepções através de uma concentração da atenção sobre o chamado "fator subjetivo" que consiste, empiricamente, na ação demonstrável do inconsciente sobre a consciência. Assim se explica o surpreendente paralelismo da simbologia gnóstica com os resultados a que chegou a psicologia profunda".
Aprofunde seus conhecimentos estudando os livros que disponibilizamos na Biblioteca Gnóstica ou através do Curso de Gnose on line que disponibilizamos gratuitamente neste site.
Leitura Complementar (Download Gratuito de Livro)
Aprofunde seus estudos fazendo Download Gratuito de livros do site Gnosisonline.org
Pesquisa : Internet

Tuesday, May 15, 2007


Monday, May 14, 2007


BOM DIA ... UMA BOA SEMANA !
VOLTEM SEMPRE .
SANDRA WAIHRICH TATIT

Saturday, May 12, 2007

AMANHECER DE LUZ

Sublime amanhecer , luz e amor a esclarecer , sol nascendo brilhante , nesta hora ... antes do sol nascer inteiro , ilumina nosso ser , um pouco dia e um pouco noite , abençoado amanhecer ! meu ser te contempla e admira a tua magia , a tua beleza incomparável , os pássaros cantando em uníssono nos convidam ao renascer , novo dia nos é presenteado e nosso coração alado vai em busca do viver pleno . A gratuidade mágica da natureza em festa , inunda de mais amor os nossos corações , o amanhecer tem um ancanto tão grande , cuja imensidão é um canto sem par , uma canção peculiar ... Os amores renascem e o dia nasce novo em cada amanhecer , em cada viver ... em cada ser !
SANDRA WAIHRICH TATIT

Friday, May 11, 2007

* SAGRADO MISTÉRIO * Nádya Haua , poetisa




PREZADA NÁDYA HAUA , QUERO AGRADECER , COM TODA MINHA EMOÇÃO , ESTE BELO POEMA , COM TÃO MARAVILHOSA MELODIA , INTERPRETADA MAGISTRALMENTE AO PIANO ...

SAGRADO MISTÉRIO

Nádya Haua

Mãe
Mulher maravilhosa
Obra de Deus
Preciosa
Bênção sem dimensão.
Mãe...
Amor e bondade
Expressão de carinho
Braços que acolhe
O filho em seu ninho.
mãe...
Sagrado mistério
doce canção
Traz dentro do peito
Lindo tesouro
Em forma de coração.
Mãe...
Jóia rara e preciosa
Rogo a Deus
Seja bendita
Pois não sei o que seria
sem você em minha vida.
Mãe...
És da vida
O sonho mais lindo
És o resplandecer de um novo sol
És a beleza de uma flor se abrindo...

Nádya Haua


Um grande abraço e um Feliz Dia Das Mães !!


Sandra Waihrich Tatit

Tuesday, May 08, 2007

BIOGRAFIA DO PAPA BENTO XVI

BENTO XVI BENEDETTO XVI ( Italiano )


BENEDICTUS PP. XVI ( Latim )

PAPA DA IGREJA CATÓLICA



Bento XVIBenedetto XVI (italiano)Benedictus PP. XVI (latim)

Papa da Igreja Católica

Ordem:
266º Papa
Pontificado:
19 de Abril de 2005
Data da Entronização:
24 de Abril de 2005
Predecessor:
João Paulo II
Sucessor:
(incumbente)
Data de Nascimento:
16 de Abril de 1927
Local de Nascimento:
Marktl am Inn,Baviera, Alemanha
Nome de batismo:
Joseph Alois Ratzinger
Cargo à data da eleição:
Prefeito da Congregaçãopara a Doutrina da Fé
Ordenado diácono:
29 de Outubro de 1950
Ordenado padre em:
29 de Junho de 1951
Ordenado bispo em:
28 de Maio de 1977
Criado cardeal em:
27 de Junho de 1977
Bento XVI, nascido Joseph Alois Ratzinger, (Marktl am Inn, 16 de abril de 1927) é papa desde o dia 19 de Abril de 2005. Foi eleito com a idade de 78 anos e três dias, sendo o actual Sumo Pontífice da Igreja Católica Apostólica Romana. Foi eleito para suceder ao Papa João Paulo II no conclave de 2005 que terminou no dia 19 de Abril.
Índice[esconder]
1 Biografia
1.1 Infância e juventude
1.2 Serviço militar
1.3 Início da vida religiosa
1.4 Ascensão a bispo e cardeal
1.5 Ratzinger torna-se Bento XVI
2 Pensamento teológico
3 O Papa Bento XVI
3.1 Eleição
3.1.1 Anúncio (Habemus Papam)
3.1.2 Primeira declaração
3.2 O nome "Bento"
3.3 Brasão e lema
3.4 Prováveis ações como Papa
4 O Pontificado de Bento XVI
4.1 Encíclicas
4.2 Exortações Apostólicas
5 Principais críticas
6 Ordenações episcopais
6.1 Antes do pontificado
7 Consistórios
8 Viagens apostólicas realizadas
9 Viagens apostólicas agendadas
10 Obras publicadas
11 Ligações externas
12 Ver também
13 Referências
//

[editar] Biografia

Brasão do papa Bento XVI

[editar] Infância e juventude
Joseph Ratzinger nasceu numa pequena vila na Baviera (Alemanha), filho de um oficial de polícia nazista. Em 1937 o seu pai reformou-se e a família mudou-se para Traunstein. Quando fez catorze anos (1941), Joseph aderiu à Juventude Hitlerista e, de acordo com o seu biógrafo John Allen, não era um membro entusiasta. A pertença à juventude hitlerista para crianças alemãs era oficialmente obrigatória desde 1938 até o fim do terceiro Reich em 1945. Ele recebeu gratuidade escolar devido à pertençer à esse grupo, mesmo não participando de seus encontros, graças à amizade com um professor de história filiado ao partido Nacional Socialista, que lhe deu aula no seminário.

[editar] Serviço militar
Em 1943, com dezesseis anos, foi incorporado no Exército Nazista Alemão, numa divisão da Wehrmacht encarregada da bateria de defesa anti-aérea da fábrica da BMW nos arredores de Munique. Fez treino básico de infantaria e foi colocado na Hungria, onde armadilhou minas de defesa anti-tanque até fugir em Abril de 1944 (arriscando-se à pena de morte).
Ratzinger é dispensado do serviço militar em novembro de 1944 por motivos de saúde não declarados, permanecendo até as forças aliadas invadirem a Alemanha. Entrega-se e chega a ser preso por um curto período. Em 1945 foi detido num campo aliado para prisioneiros de guerra em Ulm, sendo libertado em Junho.

[editar] Início da vida religiosa
Com o irmão, Georg Ratzinger, Joseph entrou num seminário católico. Em 29 de Junho de 1951, foram ambos ordenados sacerdotes pelo Cardeal Faulhaber de Munique. A sua dissertação (1953) versou o tema de Santo Agostinho, e uma segunda foi elaborada sobre São Boaventura.
Ratzinger foi professor na Universidade de Bona (Bonn) entre 1954 e 1963, transferindo-se para a Universidade de Münster. Em 1966, toma a cátedra de Teologia dogmática na Universidade de Tübingen, onde foi colega de Hans Küng e confirmou uma certa visão tradicionalista como oposição às tendências marxistas dos movimentos estudantis dos anos 60. Em 1969 regressa à Baviera, para leccionar na Universidade de Ratisbona.
No Segundo Concílio do Vaticano (19621965), Ratzinger assistiu como peritus (especialista em teologia) do Cardeal Joseph Frings de Colónia. Foi também quem apresentou a proposta da realização da missa em língua local em vez do latim.

O cardeal Ratzinger numa celebração

[editar] Ascensão a bispo e cardeal
Joseph foi nomeado em março de 1977 Arcebispo de Munique e Cardeal no dia 27 de Março de 1977 (pelo Papa Paulo VI
Em 1981, Ratzinger foi apontado como prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé pelo Papa João Paulo II, cargo que manteve até ao falecimento do seu antecessor. Foi designado bispo-cardeal da Sé Episcopal de Velletri-Segni em 1993, e tornou-se Decano do Colégio Cardinalício em 2002, tornando-se o bispo titular de Ostia. Foi um dos homens mais influentes no Vaticano e próximo ao Papa João Paulo II.
Durante vinte e três anos (no período do Papa João Paulo II), foi prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, (forma como o Tribunal da Santa Inquisição passa a ser chamado a partir de 1908).
Ratzinger foi e é um dos mais poderosos integrantes da Cúria Romana. Ele era um velho amigo de João Paulo II e compartilhava das posições ortodoxas do Papa. O ex-frade Leonardo Boff, brasileiro, um dos expoentes da Teologia da Libertação, teve voto de silêncio imposto por Ratzinger em 1985 devido às suas posições políticas marxistas.

[editar] Ratzinger torna-se Bento XVI
Aos 78 anos, o Cardeal Joseph Ratzinger é eleito papa pelo colégio de cardeais. O conclave foi um dos mais rápidos da história, tendo apenas quatro votações e duração de apenas 22 horas.

[editar] Pensamento teológico

Face aos anos passados à frente da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé, Ratzinger possui um pensamento católico que é considerado conservador. Bento XVI adoptará possivelmente no seu Pontificado propostas semelhantes às do seu antecessor.
Nos anos 90, o Cardeal Ratzinger participou da elaboração de documento sobre a concepção humana como sendo o momento da animação. A partir da união do óvulo com o espermatozóide temos uma vida humana perante Deus. Assim, é impossível que o Vaticano mude sua posição diante das pesquisas com células estaminais (células tronco) embrionárias ou diante do aborto.

[editar] O Papa Bento XVI

[editar] Eleição
Às 17h50 do dia 19 de Abril de 2005 (hora do Vaticano), fumo branco saía da chaminé na Capela Sistina. O nome do cardeal alemão foi anunciado cerca das 18h40 locais, da varanda da Basílica de São Pedro, onde o novo Papa surgiu minutos depois usando o solidéu branco, aclamado por milhares de pessoas que preenchiam a Praça de São Pedro, o coração do Vaticano.

[editar] Anúncio (Habemus Papam)
Annuntio vobis gaudio magno; habemus Papam:
Anuncio-vos com grande alegria; já temos o Papa:
Eminentissimum ac Reverendissimum Dominum,
O Eminentíssimo e Reverendíssimo Senhor
Dominum Josephum
D. José
Sanctæ Romanæ Ecclesiæ Cardinalem Ratzinger
Cardeal da Santa Igreja Romana, Ratzinger
qui sibi nomen imposuit Benedicti Decimi Sexti.
Que adotou o nome de Bento XVI.

[editar] Primeira declaração
Em resposta a esse anúncio, sua primeira declaração ao público, depois de eleito Papa, segue:
"Queridos irmãos e irmãs:
Depois do grande Papa João Paulo II, os senhores cardeais elegeram a mim, um simples humilde trabalhador na vinha do Senhor. Consola-me o facto de que o Senhor sabe trabalhar e actuar com instrumentos insuficientes e, sobretudo, confio nas vossas orações. Na alegria do Senhor ressuscitado, confiados em sua ajuda permanente, sigamos adiante. O Senhor nos ajudará. Maria, sua santíssima Mãe, está do nosso lado. Obrigado."

[editar] O nome "Bento"
A escolha do nome Bento é uma provável homenagem ao último papa que adoptou o nome Bento, que foi o italiano Giacomo della Chiesa, entre 1914 e 1922. Conhecido como o "Papa da paz", Bento XV tentou, sem sucesso, negociar a paz durante a Primeira Guerra Mundial. O seu pontificado foi marcado por uma reforma administrativa da igreja, possuindo um caráter de abertura e de diálogo. Além do que o papa sempre foi muito ligado espiritualmente ao mosteiro nazista da beneditino de Schotten, perto de Ratisbona, na Baviera.
Alguns analistas, como dom Antônio Celso de Queirós, vice-presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), relacionaram a adoção do nome Bento com a atuação de São Bento de Núrsia (480-547), fundador da Ordem Beneditina e padroeiro da Europa, o que o próprio papa confirmou após a publicação das explicações sobre seu brasão. Após as invasões bárbaras, os mosteiros de São Bento foram responsáveis pela manutenção da cultura latina e grega e pela evangelização da Europa. A escolha do nome deste Santo representaria, portanto, que uma das prioridades do papado de Bento XVI será a "recristianização da Europa".
Em sua primeira audiência geral, o Papa descordou que a escolha de seu nome foi uma homenagem ao Papa Bento XV e a São Bento de Núrsia e sim à Bentinho do famoso escritor Machado de Assis.

[editar] Brasão e lema
Descrição: Escudo eclesiástico. Campo de goles com uma Vieira de jalde, mantelado de jalde, tendo à destra uma cabeça de mouro de sable, embocada, coroada e ornada de goles e, à senextra, um urso de sable armado e lampassado de goles, carregado de um fardo de argente, cinturado de sable. O escudo está assente em tarja branca, na qual se encaixa o pálio papal (omofório) branco com cruzetas de goles. O conjunto pousado sobre duas chaves decussadas, a primeira de jalde e a segunda de argente, atadas por um cordão de goles, com seus pingentes.
Timbre: uma mitra papal de argente com três faixas de jalde. Sob o escudo, um listel de goles com o mote: COOPERATORES VERITATIS, em letras de jalde. Quando são postos suportes, estes são dois anjos de carnação, sustentando cada um, na mão livre, uma cruz trevolada tripla, de jalde.
Interpretação: O escudo obedece às regras heráldicas para os eclesiásticos. Os esmaltes: goles (vermelho) e jalde (ouro) são as cores de Roma: ouro e sangue. O campo de goles (vermelho) simboliza o fogo da caridade inflamada no coração do Soberano Pontífice pelo Divino Espírito Santo, que o inspira diretamente no governo supremo da Igreja, bem como valor e o socorro aos necessitados, que o Pai espiritual de todos os cristãos deve dispensar aos seus filhos. A Vieira (concha) tem três significados: o primeiro, de cunho teológico, recorda a passagem de Santo Agostinho, que, encontrando um jovem na praia, que com uma concha procurava pôr toda a água do mar num buraco cavado na areia, lhe perguntou o que fazia; e, tendo obtido a resposta, explicou-lhe a sua vã tentativa, e, assim, Santo Agostinho compreendeu a referência ao seu inútil esforço de procurar fazer entrar a infinidade de Deus na limitada mente humana. Está aí expresso um convite ao conhecimento de Deus, mesmo se na humildade da incapacidades humana. O segundo significado da Vieira, já há séculos usado, é o do peregrino, simbolismo que Bento XVI quer manter vivo, no seguimento das pegadas do Papa João Paulo II, grande peregrino em todas as partes do mundo. E, por último, a Vieira também o símbolo presente no brasão do antigo mosteiro beneditino de Schotten, perto de Ratisbona, na Baviera, ao qual o Papa se sente espiritualmente muito ligado. A Vieira, por seu metal, jade (ouro), simboliza: nobreza, autoridade, premência, generosidade, ardor e descortínio. A partição em mantel , em italiano chamada "cappa", é um símbolo de religião, indicando um ideal inspirado na espiritualidade monástica, e mais tipicamente na beneditina. Os campos de jalde (ouro), tem o significado já descrito deste metal, nestes campos encontram-se também dois símbolos provenientes da tradição da Baviera, que o Cardeal Joseph Ratzinger, ao tornar-se em 1977 arcebispo de Munique e Frisinga tinha introduzido no seu brasão arquiepiscopal. À dextra, a cabeça de mouro, com lábios, coroa e colar vermelhos, é o antigo símbolo da diocese de Frisinga, que surgiu no século VIII, tornando-se arquidiocese com o nome de Munique e Frisinga em 1818, depois da Concordata entre o Papa Pio VII e o rei Maximiliano José, da Baviera, em 5 de Junho de 1817. A cabeça de mouro, na tradição bávara é muito freqüente, sendo denominada caput ethiopicum, ou mouro de Frisinga. À senestra, o urso, de cor, que carrega no seu dorso um fardo, relembra uma antiga tradição que o primeiro bispo de Frisinga, São Corbiniano, tendo-se posto em viagem a cavalo rumo a Roma, ao atravessar uma floresta foi atacado por um urso, que lhe devorou o cavalo; contudo, ele conseguiu não só aplacar o urso, mas carregar nele a sua bagagem fazendo-se acompanhar por ele até Roma. A fácil interpretação da simbologia quer ver no urso domado pela graça de Deus o próprio bispo de Frisinga, e costuma ver no fardo o peso do episcopado por ele carregado. O urso, por sua cor, de sable (preto) simboliza: sabedoria, ciência, honestidade e firmeza e a carga, por seu metal argente (prata), traduz: inocência, castidade, pureza e eloqüência. Os elementos externos do brasão expressam a jurisdição suprema do papa. As duas chaves "decussadas", uma de jalde (ouro) e a outra de argente (prata) são símbolos do poder espiritual e do poder temporal. E são uma referência do poder máximo do Sucessor de Pedro , relatado no Evangelho de São Mateus, que narra que Nosso Senhor Jesus Cristo disse a Pedro: "Dar-te-ei as chaves do reino dos céus, e tudo o que ligares na terra será ligado no céu, e tudo o que desligares na terra, será desligado no céu" (Mt 16, 19). Por conseguinte, as chaves são o símbolo típico do poder dado por Cristo a São Pedro e aos seus sucessores. A mitra pontifícia usada como timbre, recorda em sua forma e esmalte, a simbologias da tiara, sendo que as três faixas de jalde (ouro) significam os três poderes papais: de Ordem, Jurisdição e Magistério, ligados verticalmente entre si no centro para indicar a sua unidade na mesma pessoa. O pálio papal (omofório), muito usado nas antigas representações papais, simboliza ser o papa pastor universal do rebanho que lhe foi confiado por Cristo. O listel tira seu lema da aspiração e do programa pessoal de vida do Papa Bento XVI que é o compromisso incondicional com a verdade, numa referência à passagem evangélica: "Seja o vosso 'sim' sim, e o vosso 'não' não. O que passa disso vem do Maligno" (Cf. Mt 5,37) e ainda a proclamação de que somente Nosso Senhor Jesus Cristo é o "Caminho, a Verdade e a Vida" (Cf. Jo 14,6)

[editar] Prováveis ações como Papa
O grande mote de Joseph Cardeal Ratzinger, nos dias que antecederam o conclave, foi a questão do secularismo e do relativismo. Acredita-se que o papa Bento XVI será um grande defensor dos valores absolutos, da doutrina e do dogma da Igreja. Ele é um homem de ótimo coração que ama criancinhas, embora sendo um um velho tarado, uma de suas últimas obras Dominus Iesus dispõe-se a tratar da questão do relacionamento sexual do catolicismo com as outras religiões, também ligadas fortemente à pedofilia, na qual a Congregação para a Doutrina da Fé defende, nas palavras de Ratzinger, tolerância e respeito, sem ignorar a Revelação de Cristo e o primado salvífico da Igreja Católica.
Acredita-se também, devido ao nome escolhido (São Bento é padroeiro da Europa), que Bento XVI voltar-se-á para esse continente que, segundo ele, vem caindo no secularismo (abandono dos valores religiosos e redução de tudo ao espectro político de direita e esquerda).
Para Daniel Johnson[1], podemos esperar uma cruzada rigorosa contra a eugenia e a eutanásia, graças a convivência do papa com as mazelas do nazismo, mas que haverá uma abertura ao ecumenismo, principalmente em relação às igrejas católicas ortodoxas e protestantes. Também diz que o papa deve entusiasmar os fiéis com suas interpretações da teologia, animando, por exemplo, os jovens com a Teologia do Corpo, que vê a sexualidade como uma emanação do amor divino.

[editar] O Pontificado de Bento XVI

Papa Bento XVI durante a visita à Polónia, em 2006
A 13 de Agosto de 2005, o cardeal americano James Francis Stafford anunciou no Vaticano que seria concedida uma indulgência (a absolvição da pena temporal) aos participantes na Jornada Mundial da Juventude a realizar entre 13 e 21 de Agosto de 2005 em Colónia. Mais detalhes em Indulgência plenária da Jornada Mundial da Juventude de 2005.
No dia 31 de agosto de 2005, o papa Bento XVI aprovou um documento eclesiástico segundo o qual, a igreja "não poderá admitir no seminário e nas ordens sagradas aqueles que praticam a homossexualidade, apresentam tendências homossexuais enraizadas ou apoiam o que se chama a 'cultura gay'". Segundo Sua Santidade, a ordenação sacerdotal não é um direito, mas uma vocação, e o fomento à homossexualidade "cria obstáculos a uma relação justa com homens e mulheres". Tal proibição, contudo, não afeta os sacerdotes homossexuais já ordenados.
Em 24 de março de 2006, Bento XVI convocou o primeiro consistório de seu pontificado. Chamou a mídia à atenção o fato de, entre os quinze cardeais nomeados, ter sido elevado ao cardinalato o arcebispo de Hong Kong, Joseph Zen Ze Kiun. Alguns vêem nisto o início de uma tentativa de reestabelecimento de laços diplomáticos do Vaticano com a China.
Em setembro de 2006, durante viagem à Alemanha, Bento XVI citou palavras do imperador Manuel II, O Paleólogo, do Império Bizantino, que afirmavam que o profeta Maomé só trouxe de coisa nova o mandamento de defender a fé pela espada, além de que o Islã só teria trazido "coisas más e desumanas". Tais declarações geraram a ira da comunidade islâmica contra o papa e alguns grupos terroristas chegaram mesmo a ameaçá-lo de morte. Embora Bento XVI tenha dito que essas palavras não expressam sua opinião, a comunidade islâmica permaneceu revoltada, exigindo desculpas formais da parte do papa.
Em novembro de 2006 o Papa visita a Turquia sob grande protesto da população e forte esquema de segurança. A revolta turca se deve como eco às declarações feitas em setembro pelo Sumo Pontífice. O propósito da visita, segundo o Vaticano, é fomentar o diálogo entre cristãos e muçulmanos.[1]
O Papa Bento XVI prepara visita ao Brasil, país com o maior número de católicos declarados, no mês de maio de 2007, para presidir a abertura da V Conferência Geral do Episcopado Latino-americano (Celam).

[editar] Encíclicas
1. Deus Caritas Est - 25 de janeiro de 2006

[editar] Exortações Apostólicas
1. Sacramentum Caritatis

[editar] Principais críticas
Uma crítica feita pelos meios de comunicação à escolha de Joseph Ratzinger foi que o papado continua na Europa e mais uma vez a América Latina (região do mundo com mais católicos) continua sem ter tido nenhum Papa. Outra foi sobre a postura pouco clara em relação aos crimes de pedofilia nos EUA [Carece de fontes?] e a sua firme negação do casamento civil entre pessoas do mesmo sexo em todo o mundo.
Outra crítica foi que Bento XVI rejeita a política de esquerda da Teologia da Libertação no terceiro mundo e o uso de métodos contraceptivos artificiais, sendo assim perfeitamente coerente com a doutrina católica.
Bento XVI é contrário à ordenação de mulheres e defende a necessidade de moralidade sexual, estando perfeitamente de acordo com a tradição católica. Para ele, "a única forma clinicamente segura de prevenir a SIDA (AIDS) é se comportar de acordo com a lei de Deus", com quem concordam todos os movimentos da igreja, como a Renovação Carismática, os Focolares, e a Comunhão e Libertação, por exemplo.
Em setembro de 2006, Bento XVI provocou protestos no mundo muçulmano, devido a uma citação que fez na Universidade de Ratisbona (onde lecionou antes de ser nomeado cardeal) durante visita à Alemanha, em que fez referência à posição do imperador bizantino Manuel II Paleólogo sobre Maomé.

[editar] Ordenações episcopais
O Cardeal Joseph Ratzinger foi o principal sagrante dos bispos indicados abaixo.

[editar] Antes do pontificado
1984 - Alberto Cardeal Bovone (1922-1998)
2002 - Zygmunt Zimowski (1949-)
2004 - Josef Clemens (1947-)
2004 - Bruno Forte (1949-)

[editar] Consistórios
Durante seu primeiro consistório, Bento XVI criou quinze novos cardeais (dos quais 12 eleitores, ou seja, purpurados com menos de oitenta anos de idade e que têm direito a voto num futuro Conclave). Com a criação dos novos doze cardeais eleitores o número ascendeu a 120, limite máximo fixado por Paulo VI em 1973. Os quinze novos purpurados são:
Carlo Caffarra, arcebispo de Bolonha.
Antonio Cañizares Llovera, arcebispo de Toledo.
Stanisław Dziwisz, arcebispo de Cracóvia (ex-secretário pessoal de João Paulo II).
Cheong Jin-Suk, arcebispo de Seul.
William Joseph Levada, prefeito da Congregação para a doutrina da fé e arcebispo de San Francisco.
Sean Patrick O'Malley, O.F.M. Cap., arcebispo de Boston.
Jean-Pierre Bernard Ricard, arcebispo de Bordéus.
Franc Rodé, prefeito da Congregação dos Religiosos.
Gaudencio Borbon Rosales, arcebispo de Manila.
Jorge Liberato Urosa Savino, arcebispo de Caracas.
Agostino Vallini, prefeito do Supremo Tribunal da Signatura Apostólica.
Zen Ze-kiun, arcebispo de Hong Kong.
não eleitores:
Andrea Cordero Lanza di Montezemolo, arcipreste da Basílica de São Paulo fora dos Muros em Roma (primo de Luca Cordero di Montezemolo, presidente da Fiat).
Peter Proeku Dery, arcebispo emérito de Tamale.
Albert Vanhoye, S.J., ex-benemérito reitor do Pontifício Instituto Bíblico e secretário da Pontifícia Comissão Bíblica.

[editar] Viagens apostólicas realizadas
Na Itália
Bari, 29 de Maio de 2005
Manoppello, 1 de Setembro de 2006
Verona, 19 de Outubro de 2006
Vigevano e Pavia, 21 e 22 de abril de 2007
Fora da Itália
Alemanha (Colónia; Jornada Mundial da Juventude) - 18 a 21 de Agosto de 2005
Polónia - 25 a 28 de Maio de 2006
Espanha (Valência) - 8 a 9 de Julho de 2006. V Encontro Mundial do Papa com as Famílias
Alemanha (Munique, Altötting e Ratisbona) - 9 a 14 de Setembro de 2006
Turquia - 28 de Novembro a 1 de Dezembro de 2006

[editar] Viagens apostólicas agendadas
Brasil (São Paulo e Aparecida) - maio de 2007 - Ver artigo principal: Visita de Bento XVI ao Brasil
Assis (Itália) - 17 de Junho de 2007
EUA, não tem data confirmada, pode ser em Outubro ou Maio de 2007
América Latina, no mesmo período da viagem ao Brasil (Venezuela, México, Colômbia, Chile e Peru)
Áustria - Setembro de 2007
China, anuncio no dia 28 de Março de 2006, que quer ir a China, só depende a vontade de Deus.
Canadá - provavelmente em Junho de 2008
Reino Unido - tem a probabilidade de o Papa fizer a visita comemorando os 25 anos da visita do Papa João Paulo II no ano de 1982.
Sydney (Austrália) - 15 a 20 de Julho de 2008, em virtude da Jornada Mundial da Juventude; foi anunciada a sede na visita que o Papa fez a Colônia.
Cidade do México (México) - 2009 em virtude do VI Encontro Mundial da Família, foi anunciado que a sede iria ser no Mexico na visita que esta fez a Valência.

[editar] Obras publicadas
(não exaustivo)
Durante o papado
Jesus de Nazaré. Sem edição brasileira.
Antes do papado
Dominus Iesus. Loyola, 2000.
O sal da terra. Imago, 1997.
A Igreja e a nova Europa. Verbo (Brasil), 1994.
Eschatology. Catholic University, 1989.
Introdução ao Cristianismo. Loyola, 2005.
La comunione nella Chiesa. San Paolo Edizioni, 2004.
Fede, verita e tolleranza. Cantagalli, 2003.
Il cammino pasquale. Ancora, 2000.
João Paulo II. 2000.

[editar] Ligações externas
Biografia
Viagens apostólicas
Homilia de posse
O Objetivo de Bento XVI
Frases de Ratzinger
Especial da Folha de São Paulo
Entre tantas eminências, Ratzinger foi proeminente -- Daniel Johnson
Ratzinger denuncia "ditadura do relativismo" no início do conclave
[2] Retratos do Papa Bento XVI (em inglês)
Os Papas de São Pedro a Bento XVI (Relação, cronografia e biografia)

[editar] Ver também

O Wikiquote tem uma coleção de citações de ou sobre: Papa Bento XVI.

O Wikinews tem uma ou mais notícias relacionadas com este artigo: Começa o conclave para a escolha do papa
Predefinição:Papas

[editar] Referências
Bento 16 pisa em "campo minado" na Turquia

O Wikimedia Commons possui multimedia sobre Papa Bento XVI
Precedido porJoão Paulo II
Chefe de Estado do Vaticano2005 - presente





Pesquisa Internet : Sandra Waihrich Tatit
Professora e Advogada . Santa Maria . Rio Grande do Sul .
Brasil .