TUA VISITA ME FAZ FELIZ

3000 postagens neste blog

3000 postagens neste blog
Search this blog - pesquisa por título

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

NESTE BLOG - 3000 POSTAGENS - POSTS DESDE O ANO DE 2006

Aqui em 'Arte é Vida', você é o principal personagem deste roteiro de músicas, de paz e amor. Obrigada pela sua presença, é valiosa para mim, se quiser, deixe sua mensagem em meu livro de visitas, abraços, Sandra

Search This Blog-pesquise aqui todo o conteúdo deste blog- 3000 postagens- só pesquisar e clicar

Sandra Waihrich Tatit

Sandra Waihrich Tatit
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

BIOGRAFIA I

Sandra Waihrich Tatit
Aniversário: 11 de Fevereiro
Signo astrológico: Aquário
Atividades: Direito , Literatura , Música e Educação
Profissão: Advogada
Local: Júlio de Castilhos : Rio Grande do Sul : Brasil
Clip de áudio
Quem sou eu
NASCI EM JÚLIO DE CASTILHOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
MÃE DE TRÊS FILHOS, RUBENS, RUSSAIKA E ANGELA. FILHA DE RUBENS CULAU TATIT E CLÉLIA WAIHRICH TATIT.
SOU ADVOGADA, CURSEI DIREITO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
CULTIVO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO, PIANO, VIOLÃO, CANTO E LITERATURA.
INTEGREI O CORAL DA UNIVERSIDADE.
LIVRO DE ARTE PUBLICADO, "UMA NOVA DIMENSÃO DA ARTE NA EDUCAÇÃO".
CURSEI PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LATU SENSU.
VEJO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO DO SER HUMANO, UMA TERAPIA QUE AMENIZA OS SOFRIMENTOS DO COTIDIANO.
A MÚSICA É A HARMONIA DO HOMEM, A LINGUAGEM DO UNIVERSO.
INTERPRETO PIANO E VIOLÃO, APRECIO CANTAR.
POSSUO COMPOSIÇÕES MUSICAIS, PARA PIANO E VIOLÃO.
NA EUROPA, CONHECI UM POUCO DA HISTÓRIA DA ARTE, ESPECIALMENTE NA ITÁLIA.
DIZ GANDHI, "PRECISAMOS SER AS MUDANÇAS QUE QUEREMOS VER NO MUNDO".
SOU DO SIGNO DE AQUÁRIO, ACREDITO NA ASTROLOGIA E SUA INFLUÊNCIA EM NOSSA VIDA E PERSONALIDADE.
PRETENDO ESCREVER AQUI NO BLOG, SOBRE DIVERSOS TEMAS E POESIAS, TAMBÉM PUBLICAR TEXTOS RELEVANTES DE OUTROS AUTORES.
ESCREVO POEMAS, É UMA FORMA DE DAR MAIS LEVEZA À VIDA. PREGO A ARTE COMO UMA UMA VIDA DENTRO DA PRÓPRIA VIDA QUE SE ETERNIZA PELO ESPÍRITO, UMA LINGUAGEM UNIVERSAL.
UM TRIBUTO A CAMÕES NESTA FRASE ,"CESSA TUDO QUANTO A MUSA CANTA QUANDO UM PODER MAIS ALTO SE AGIGANTA."
Interesses:
ARTE E MÚSICA
DIREITO E EDUCAÇÃO .
Filme favorito
"FREUD ALÉM DA ALMA".
Música favorita
A CLÁSSICA " SONATA AO LUAR " DE BEETHOVEN.
Livros favoritos
" O PROFETA " DE GIBRAN KHALIL GIBRAN . GOSTO MUITO DE LITERATURA ORIENTAL. "OS HETERÔNIMOS" DE FERNANDO PESSOA (Poeta Português). OS POEMAS DE NOSSO POETA OLAVO BILAC
ME FASCINAM
COMO "A VIA LÁCTEA E BENEDITICE". CECÍLIA MEIRELES E LYA LUFT
MINHAS GRANDES MUSAS DA POESIA . "O ATENEU" DE RAUL POMPÉIA . A "DIVINA COMÉDIA" DE DANTE ALIGHIERI
"DON QUIXOTE DE LA MANCHA"
DE MIGUEL DE CERVANTES. QUERO RENDER UM TRIBUTO À MAGISTRAL LITERATURA DE CAMÕES EM " OS LUSÍADAS . "

SEJAM BEM VINDOS AMIGOS!


Arte é Vida e Educação

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

BIOGRAFIA II

Sobre Mim
Advogada
Universidade Federal de
Santa Maria

Brazil

Artes
Música-Piano-Violão
Literatura

ARTE É VIDA
A Arte é Linguagem Universal

•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•♫♪•♫♪•♥
•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•

Advogada
Produtora Rural
Agropecuária - Agronegócios
Arte-Música - Piano Violão e Literatura
Aprecio as pessoas transparentes e verdadeiras. As relações humanas me cativam, direito, justiça e paz
são minhas trajetórias de vida, ajudar o ser humano o máximo que me seja permitido, sentindo a beleza de minha vocação e o apelo do mundo atual à disponibilidade de minhas energias. Meu primeiro livro publicado 'Uma Nova Dimensão da Arte na Educação'. Na Europa conheci a História da Arte. Na Itália, França. Espanha, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria e Suiça. Cursos e estudos na área artística e 'História da Arte'.
Sou membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Estado do Rio Grande do Sul.
Cursei a Escola Superior do Ministério Público e Pós Graduação em Educação Latu Sensu, minha tese foi sobre a Arte e a sua Dimensão no Ensino. Possuo composições musicais de minha autoria, música e letra.
Também alguns vídeos, os quais se encontram no youtube. Mensagens que circulam na internet, formatadas e sonorizadas. Músicas gravadas em seleção e editadas, para sites ou audiência .
Sou funcionária pública do Estado do Rio Grande do Sul.
Brasil.
Creio na Educação como a forma de melhorar o mundo e o ser humano, a Arte na Educação, como uma libertação e incentivo à aprendizagem mais eficiente. Na Arte Terapia, como forma de cura e amenização de conflitos existenciais. Na música, como a Linguagem Universal. Arte Pura como uma vida dentro da própria vida, se eternizando pelo Espírito.
Os artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir. Arte é Vida.
Sou mãe de três filhos, Rubens, Russaika e Angela.

'Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita.Tem o peso de uma lembrança.Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros'.
Clarice Lispector

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA...

Status de relacionamentoDivorciada

Informações de contato: swrichtat@terra.com.br

Endereço
  • Santa Maria, Brazil

Site

E-mail
  • swrichtat@terra.com.br

Facebookfacebook.com/sandra.waihrichtatit

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

DIVINA MÚSICA

Divina Música!
Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
E do Amor.
Sonho do coração humano,
Fruto da tristeza.
Flor da alegria, fragrância
E desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
Confidenciadora de segredos.
Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
E dos grandes realizadores.
Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
Das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
Que exulta num mundo de sonhos.
Encorajadora dos guerreiros,
Fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.
Ó música.
Em tuas profundezas
Depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
E a ouvir com os corações.

Gibran

MEUS BLOGS / SITES


MINHA PÁGINA NO FACEBOOK
facebook.com/sandra.waihrichtatit

CAMINHOS DA ARTE
http://sandrawaihrich.blogspot.com/

MEUS POEMAS DE IMPROVISO
http://aquariussandra.blogspot.com/

CAMINHOS SUBLIMES
http://caminhossublimes.blogspot.com/

EDUCACIÓN POR EL ARTE-MEU NOVO LIVRO
http://wwweducacionporelarte.blogspot.com/

BLOG TERRA
http://sandra737.blog.terra.com.br/

ARTE É VIDA
http://www.sandrawaihrichtatit.blogspot.com/

MEUS RETALHOS DE VIDA
http://meusretalhosdevida.blogspot.com/

VÓ NEZA
http://voneza.blogspot.com/

MINHAS LÁGRIMAS CONTIDAS
http://minhaslagrimascontidas.blogspot.com/

NOSSA GRUTA PREFERIDA
http://nossagrutapreferida.blogspot.com/

VÍDEOS E SLIDES
http://textossandravideos.blogspot.com/

ASTROLOGIA
http://aquarius-gemini.blogspot.com/

MY LIFE IS MADE OF MOMENTS
http://sandramoments.blogspot.com/

FAZENDA DO HERVAL
http://agropecuariagirassois.blogspot.com/

SINFONIA DE SENSUALIDADE
http://sinfoniadesensualidade.blogspot.com/

MSN SPACES LIVE
http://rurusan.spaces.live.com/

POESIAS E BIOGRAFIAS
ESSÊNCIA POÉTICA

MEU TWITTER
http://twitter.com/sandrawaihrich/

ESTATÍSTICAS
http://www.geovisite.com/pt/directory/artes_musica.php

DESABAFOS
http://whaareyoudoing.blogspot.com/

SITE 1oo CANAIS DE JORNALISMO INDEPENDENTE
http://100canais.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

SITE VERSO E PROSA
http://versoeprosa.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

EDUCADORES DO BRASIL
http://educadoresdobrasil.ning.com/

MY FACEBOOK
http://pt-br.facebook.com/people/Sandra-Waihrich-Tatit/100000404958625

E-MAIL PARA CONTATO
swrichtat@terra.com.br

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS-ASSINAR
http://users3.smartgb.com/g/g.php?a=s&i=g35-65896-01

POLÍTICA SEM ÉTICA
www.politicasemetica.blogspot.com

DIGITAL ART

DIGITAL ART
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

GUESTBOOK - SIGN HERE

GUESTBOOK - SIGN HERE
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS
FELIZ COM TUA VISITA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA
Grandes verdades são traduzidas pelo silêncio

ARTE É LIBERDADE

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL
"Os Artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir" ... Ezra Pound

REGISTRAS TUA PRESENÇA CLICANDO NA ROSA

ARTE É AMOR E LUZ

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran
Na dimensão daquilo que pensamos ou sentimos não há lugar ou tempo definidos ...

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
ARTE É VIDA E AMOR

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS

NEW MAP-MAPA DE VISITANTES ON LINE

VISITAS ON LINE

CORAGEM DE SONHAR

"O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos"
Paulo Coelho

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIGOS SEGUIDORES DO BLOG ARTE É VIDA - FALLOWERS

"Tudo quanto vive, vive porque muda; muda porque passa; e, porque passa, morre. Tudo quanto vive perpetuamente se torna outra coisa, constantemente se nega, se furta à vida."
Fernando Pessoa.

'Não queremos perder, nem deveríamos perder: saúde, pessoas, posição, dignidade ou confiança. Mas perder e ganhar faz parte do nosso processo de humanização'

Lya Luft


ARTE É VIDA - TRADUTOR

ARTE É VIDA - TRADUTOR
TRADUTOR INSTANTÂNEO-52 IDIOMAS-clique no livro acima

PAIXÃO E SILÊNCIO

PAIXÃO E SILÊNCIO
Blog Sinfonia de Sensualidade

CORAÇÃO E PAIXÃO

CORAÇÃO E PAIXÃO
" A Paixão, que não seja imortal posto que é chama, mas que seja eterna enquanto dure." Vinícios de Moraes

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA E LUZ

ARTE É VIDA E LUZ

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER
SANDRA WAIHRICH TATIT - NOVAS POSTAGENS - NEW POSTS

Friday, October 30, 2009

* A DANÇA E MÚSICA CIGANA *

A DANÇA E MÚSICA CIGANA

A NOSSA DANÇA ESTA PRESENTE NAS ESTRELAS….
NO SOL QUE NASCE……. NA LUA CHEIA………
NAS ONDAS DO MAR.. NAS FOLHAS DAS PALMEIRAS…

Esta dança incorpora algumas influências de outras danças,

como a dança do ventre e a dança Flamenca.

Isso não aconteceu por acaso, lendas contam que os ciganos deixaram a Índia e se espalharam pelo mundo.

Mas a verdade é que cada grupo cigano acabou recebendo fortes influências da cultura do país onde se fixou.
A dança cigana, particularmente além de extremamente sensual, está carregada de simbolismo. É incorporado o princípio do remelexo suave dos quadris, movimentos amplos dos braços e sensual das mãos.

A trilha sonora é composta por violinos, sanfonas, violões e pandeiros, num ritmo contagiante. As dançarinas usam saias rodadas, num colorido intenso e muitas bijouterias.

Aos homens cabe apenas apreciá-las ou, no máximo acompanhar o sedutor bailado.

A liberdade concedida pela dança, faz com que ela transmita uma energia incrível durante a realização da dança. Além de usar o seu próprio corpo para extravasar seus sentimentos, a dançarina recorre a objetivos de forte simbolismo e com eles cria algumas danças muito marcantes como:

Dança do Leque

com um leque em punho e o olhar penetrante,

ela expressa amais pura sedução.


Dança da Echarpe -

são usados durante as danças de comemoração a casamentos e para celebrar a amizade entre os povos.As echarpes podem percorrer o corpo durante a dança ou se encontrarem no ar em sinal de união.


Dança do Pandeiro -

Enfeitado com fitas coloridas, os pandeiros anunciam

que é dia de muita alegria, que é hora de festejar.

A MÚSICA CIGANA

A influência trazida do oriente é muito forte na música e na dança cigana. A música e a dança cigana possuem influência hindu, russa, árabe, húngara, romena e espanhola.

É especialmente desses três últimos países que são originários os músicos ciganos. Mas a maior influência na música e na dança cigana dos últimos séculos é sem dúvida espanhola, refletida no ritmo dos ciganos espanhóis que criaram um novo estilo baseado no flamenco.

Beethoven buscou na música cigana inspiração para muitas de suas obras. Tanto a música como a dança cigana sempre exerceram fascínio sobre grandes compositores, pintores e cineastas.

Há exemplos na literatura, na poesia e na música de Georges Bizet, Manuel de Falla e Carlos Saura que mostram nas suas obras muito do mistério que envolve a arte, a cultura e a trajetória desse povo.


Tanto na península Ibérica como na América hispânica, sua contribuição às artes – especialmente música, canto e dança – foram consideráveis. Destaca-se a esse respeito a música e a dança flamenca

e o canto dos ciganos andaluzes.
No Brasil, apesar da presença dos ciganos desde o século XVI,

eles têm pouca influência na música popular ou no folclore.

Aqui, a música mais tocada e dançada pelos ciganos é a música Kaldarash, própria para dançar com acompanhamento de ritmo das mãos e dos pés e sons emitidos sem significação para efeito de acompanhamento. Essa música é repetida várias vezes enquanto as moças ciganas dançam. Alguns outros grupos de ciganos no Brasil conservam a tradicional música e dança cigana húngara, um reflexo da música do leste europeu com toda influência do violino, que é o mais tradicional símbolo da música cigana.


RITMOS CIGANOS;


- o ritmo baladi que vem do Egito envolve movimentos

com objetos ciganos.

Alguns movimentos envolvem lenços, facas

e até mesmo garrafas de bebidas nas mãos;


- a Zapaderin, dança secreta das ciganas, que invoca o amor do cigano. A cigana, através da dança invoca espiritualidade a sua força;


- Manouche, Sinti, Kauderashs, todos trazem sua dança e seus belíssimos ritmos que são transformados numa única experiência artística e musical, trazendo do íntimo da mulher a sensualidade,
a alegria e a beleza de sua força interior. Portanto, os ciganos possuem diferentes tipos de música

para diferentes ocasiões.

Textos da cigana,

Mhãinah Regly

FOTOS DO 1° ENCONTRO DE CULTURA ÁRABE DO ES



FLAMENCO

O cigano radicado na Andaluzia passou a ser conhecido como flamenco na Idade Média. Com o tempo, o termo passou a designar grande parte do folclore andaluz e das zonas vizinhas,

especialmente a música e a dança.


Flamenco é a arte do canto e da dança própria dos ciganos espanhóis da Andaluzia, que se propagou a outras regiões da Espanha e tornou-se comum nas cidades mediterrâneas e grandes núcleos urbanos, como Madri e Barcelona. Embora seja de fundo árabe, está estreitamente ligado aos ciganos, nos quais encontrou seus verdadeiros intérpretes. A essência do flamenco é o canto, freqüentemente acompanhado de violão. Os cantos e bailes flamencos constituem arraigada tradição do povo andaluz, que neles traduz seus momentos de alegria ou tristeza, extravazando sentimentos, sempre impregnados das idéias de amor e morte. Atualmente o flamenco encontra-se bastante comercializado, fazendo parte de espetáculos teatrais.
As origens do flamenco remontam às danças e cantos pré-cristãos do sul da península Ibérica. Esse substrato nutriu-se das contribuições sucessivas de vários povos, especialmente árabes e judeus. A imigração de povos ciganos no século XV foi dando contornos definitivos a essa arte, reconhecida como tal desde o século XVIII, quando as canções ganharam letra. A partir do século XIX, os ciganos começaram a dançar e cantar profissionalmente nos cafés. Surgiu assim a figura do guitarrista, acompanhante habitual do cantaor, nome que se dá ao vocalista. O ritmo da dança e do sapateado é marcado por palmas, gritos de incentivo ou reprovação denominados jaleo, estalar de dedos e unhas (para os homens) e toque de castanhola (para as mulheres),

todos componentes essenciais do espetáculo.
Contudo, o aproveitamento turístico dá a essas manifestações artísticas aspectos frequentemente menos genuínos do que aqueles que se encontram habitualmente nos ciganos.
Dos gêneros mais antigos do flamenco, como as nostálgicas cañas e soleares, derivaram formas mais modernas e jocosas. A siguiriya, de raízes ancestrais, e a saeta, lamento pela paixão de Cristo, são outras modalidades do flamenco. A partir da segunda metade do século XX, o flamenco passou a sofrer diversas influências, que as correntes tradicionais tentam evitar para não serem desvirtuadas.
O cantor José Meneses, a bailarina La Chunga e o guitarrista Manitas de Plata são artistas flamencos de destaque.


TEXTO;
- Enciclopédia Barsa- macropédia, volume 6 (Flamenco).

FOTOS DO 1° ENCONTRO DE CULTURA ÁRABE DO ES

* ATRIZ ELIANE GIARDINI SE DESPEDIU COM BOM HUMOR DO VISUAL DE INDIRA *

Thursday, October 29, 2009

A Nasa, agência espacial americana, divulgou nesta quarta-feira um mapa do universo distante construído a partir de um ano de observações ...

Mapa mostra detecção de raios gama do universo extremo feita pelo satélite espacial Glast

29 de outubro de 2009
Foto: Nasa/DOE/Fermi LAT Collaboration/Divulgação

A Nasa, agência espacial americana, divulgou nesta quarta-feira um mapa do universo distante construído a partir de um ano de observações de raios gama realizadas pelo satélite Glast (também conhecido como Fermi), que explora a energia que compõe o espaço. O mapa mostra a taxa na qual o observatório detecta os raios gama com energia acima dos 300 milhões de elétrons-volts - que equivalem a 120 milhões de vezes a energia da luz visível - em diferentes direções do céu.

Segundo a Nasa, durante seu primeiro ano de operações, o telescópio mapeou o céu distante com resolução sem precedentes e alta sensibilidade. O Glast identificou mais de mil fontes de raios gama, ajudando os cientistas a compreender melhor a estrutura de espaço e de tempo do universo.

As medições feitas pelo satélite levaram a Nasa a continuar acreditando nas previsões de Albert Einstein em que a radiação eletromagnética viaja no vácuo com a mesma velocidade. Por enquanto, a agência descartou a criação de novas teorias para o espaço-tempo.

O Glast foi lançado em 11 de Junho de 2008 em uma missão para estudar fenômenos astrofísicos e cosmológicos nos núcleos das galáxias, pulsares, matéria escura, além de outras fontes de alta energia.

Redação Terra

* DEIXAR ACONTECER *


Deixar Acontecer


Um dos maiores desafios para o ser humano é aprender a deixar a vida acontecer, confiando simplesmente na magia da existência e tendo a certeza de que ela lhe trará tudo o que necessita para ser feliz.
Sentir-se integrado de modo absoluto com o Universo, ainda é um privilégio que poucos experimentam, mas pode se tornar acessível a qualquer um que se disponha a mudar a maneira pela qual se relaciona com as leis da natureza.
Quanto mais tentamos forçar os acontecimentos e aumentamos nosso nível de ansiedade para alcançar algo muito desejado, mais frustração experimentamos.
Plantar as sementes e esperar pacientemente que as condições favoráveis para o seu florescimento se desenvolvam, exige uma dose de paciência que nem todos se dispõem a cultivar.
Enquanto não aprendemos que o relaxamento e a aceitação constituem o caminho mais eficaz para o fluir harmonioso de tudo o que almejamos, prosseguiremos a cultivar o medo, a insegurança e o pessimismo em relação à conquista de nossos sonhos.
Acreditar plenamente em nossa própria capacidade é a melhor maneira de obter sempre os melhores resultados em tudo o que realizamos, desde as tarefas mais corriqueiras, até as mais desafiadoras.
O importante é não permitir que cada nova conquista que buscamos, se transforme numa questão de vida ou morte, pois esta postura interior é o principal obstáculo para o alcance de qualquer meta.... fique claramente consciente da diferença entre 'consequência' e 'resultado'.
Um resultado é conscientemente desejado; uma consequência é um subproduto.
Por exemplo: se eu digo a você que se você brincar a felicidade será a conseqüência, você vai tentar por um resultado. Você vai e brinca e você fica esperando pelo resultado da felicidade.
Mas eu lhe disse que ela será a conseqüência, não o resultado.
A conseqüência significa que se você está realmente na brincadeira, a felicidade acontecerá.
Se você constantemente pensa na felicidade, então, ela tem de ser um resultado; ela nunca acontecerá. Um resultado vem de um esforço consciente; uma conseqüência é apenas um subproduto.
Se você estiver brincando intensamente, você estará feliz.
Mas a própria expectativa, o anseio consciente pela felicidade, não lhe permitirá brincar intensamente. A ânsia pelo resultado se tornará a barreira e você não será feliz.
A felicidade não é um resultado, é uma consequência.
Se eu lhe digo que se você amar, você será feliz, a felicidade será uma conseqüência, não um resultado. Se você pensa que, porque você quer ser feliz, você deve amar, nada resultará disso.
A coisa toda será falsificada, porque a pessoa não pode amar por algum resultado.
O amor acontece!
Não há motivação por detrás dele.
Se há motivação, não é amor.
Pode ser qualquer outra coisa.
Se eu estou motivado e penso que, porque desejo a felicidade, vou amá-lo, esse amor será falso.
E como ele será falso, a felicidade não resultará dele. Ela não virá; é impossível.
Mas se eu o amo sem qualquer motivação, a felicidade segue como uma sombra.
"Aceitação será seguida por transformação, mas não faça da aceitação uma técnica para a transformação. Ela não é. Não anseie por transformação - somente então a transformação acontece. Se você a deseja, seu próprio desejo é o obstáculo".
www.universodamulher.com.br

Monday, October 26, 2009

* HÁ MOMENTOS * Clarice Lispector

Há Momentos

Há momentos na vida em que sentimos tanto a falta de alguém que o que mais queremos é tirar esta pessoa de nossos sonhos e abraçá-la.
Sonhe com aquilo que você quiser.
Seja o que você quer ser,porque você possui apenas uma vida e nela só se tem uma chancede fazer aquilo que se quer.
Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.
Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.
As pessoas mais felizes não têm as melhores coisas.
Elas sabem fazer o melhor das oportunidades que aparecem em seus caminhos.
A felicidade aparece para aqueles que choram.
Para aqueles que se machucam.
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem a importância das pessoas que passam por suas vidas.
O futuro mais brilhante é baseado num passado intensamente vivido.
Você só terá sucesso na vida quando perdoar os erros e as decepções do passado.
A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar duram uma eternidade.
A vida não é de se brincar porque um belo dia se morre.

Sunday, October 25, 2009

* MULHER, RESGATE O SEU PODER, CONFIANÇA E AUTO ESTIMA *

MULHER , RESGATE O SEU PODER, CONFIANÇA E AUTO ESTIMA
por: Sagrado Feminino
. Como seria sua vida se vivesse cada dia como uma Deusa?Se você deseja entender e integrar a essência da Deusa em sua vida cotidiana, encontrar respostas para seus sonhos, favorecer a sua auto-estima e poder pessoal, encontrar o amor incondicional e retomar o Feminino Divino, abra o seu coração e se entregue a uma viagem ao útero luminoso da Grande Deusa.Resgatando a Sua Deusa Interior é um trabalho terapêutico realizado com mulheres de todas as idades que estão em busca do seu Feminino Divino. Utilizando oráculos, aromaterapia, florais, técnicas massagem, visualizações criativas e rituais ancestrais você mulher irá renovar, despertar ou regenerar a sua espiritualidade conforme sua história de vida e suas necessidades.Soraya Ferreira Mariani é arte terapeuta, psicopedagoga, estudiosa de astrologia e espiritualidade feminina. Terapeuta formada em técnicas holísticas, focalizadora de jornadas, celebrações, dinâmicas de grupo, dançaterapia e danças circulares sagradas. Coordenadora do projeto Cirandda da Lua, o mesmo é focado na conscientização e crescimento pessoal de adultos, adolescentes e crianças, favorecendo o desenvolvimento de suas habilidades naturais, criatividade, poder e auto estima. Desenvolve um trabalho específico direcionado as necessidades físicas, psíquicas e espirituais da mulher contemporânea, através de cursos e atendimentos individuais denominado: "Resgatando o Feminino Essencial". Ao longo dos 8 últimos anos, com o intuito de estar sempre conectada com o “novo”, e acreditando na Formação Continuada do ser humano, tem participado de treinamentos com diversos focalizadores de danças circulares nacionais e internacionais : Renata Ramos, Cristiana Menezes, Willian Valle, Peter Vallance da Escócia, Laura Shanon dos EUA, Mandy de Winter da Inglaterra, Gabrielle Wosien da Alemanha, Ray Price do País de Gales, , Pablo Scornik da Argentina, Gwin Peterdi dos EUA e outros.

Saturday, October 24, 2009

* ALMA CIGANA *

Alma cigana , é minha chama , minha ventana molhada de chuva , reclama , é minha cama , meu silêncio , minha liberdade , acima de tudo sempre , libertação clama , me ama !

Sandra Stefanie

Friday, October 23, 2009

* A INFLUÊNCIA DA MÚSICA EM SUA VIDA * como os sons influenciam o cérebro , o organismo físico e emocional não suporta dissonância rítmica ...

Relaxamento -Como os sons influenciam o cérebro
A influência da música em sua vida

O organismo físico e emocional não suporta a dissonância rítmica, um perigo mortal para todos os seres vivos.A tendência natural é de acomodação do ser vivo a qualquer ruído externo próximo. E, por esse motivo, devemos evitar certos barulhos e sons se quisermos o relaxamento.A música ajuda na interiorização da mente. Estimula a reflexão. Descansa a mente. Fizeram uma pesquisa com um peixinho de aquário. Ele precisa de 43 aspirações por minuto para não morrer asfixiado. Colocaram um aparelho próximo ao aquário na frequênciade 40 tic tacs por minuto. O peixe foi para um local mais silencioso do aquário, porque seu organismo teria que se adaptar ao ruído e sua respiração iria cair. Se o ruído prosseguisse ele morreria asfixiado.Assim também acontece conosco. Os seres humanos se adaptam aos ruídos locais, principalmente o coração e a respiração.No final de qualquer balada o que o DJ faz? Começa a diminuir o ritmo, a freqüência rítmica das músicas para desacelerar os jovens. Já observou o ritmo da música das baladas e festas have? Tum, ta , Tum, como as batidas do coração. O som é tão alto e acelerado que alguns jovens tomam bebidas estimulantes, muito álcool para entrar no ritmo. O que pode ser muito perigoso para a saúde. Dançar faz bem, mas aliar drogas à dança e a música, uma faca de dois gumes.E, por esse motivo, se você sofre de insônia não ouça rock antes de dormir. Vai excitá-lo ainda mais.A música barroca induz ao relaxamento, diminui as batidas do coração e a respiração naturalmente. Está nervoso? Ouça música barroca e nem precisará induzir seu corpo a relaxar. Ele fará isso imediatamente.A música induz à imaginação.Quando relembramos algumas cenas ruins, nós estimulamos os neurotransmissores do cérebro a se comunicar com outros, como se estivessem conversando entre si. Daí surge a imagem.Neurotransmissores são substâncias químicas que ajudam na comunicação das células cerebrais.Relembre uma briga com uma pessoa amada.Nesse momento, entrarão os neurotransmissores do cérebro. Essas substâncias tem a função de ajudar os neurônios a formar imagens ligadas ao seu pensamento. Depois de alguns minutos , a cena da briga vai se materializar na sua mente e começará a sentir tudo outra vez: irritação, medo, raiva. Sofrerá novamente.Relembre uma cena bonita ou feliz e os neurotransmissores farão o mesmo. E uma imagem boa entrará na sua mente.E a sensação física será agradável!Se quiser se sentir bem - tem que aprender a pensar direito!A música apropriada ajuda nesse sentido.Quando você está com depressão, seus neurotransmissores ficam "doidos". Algumas doenças psicológicas precisam de remédios. Esses remédios tem que ser específicos para atravessar as barreiras naturais do cérebro.É muito difícil atravessar a barreira das células cerebrais, mas a MÚSICA consegue atingir os neurônios. A música atinge os neurônios, porque são ondas...E cada música, corresponde a uma cor imperceptível a olho nu, mas percebida pelo inconsciente.E, por esse motivo, algumas músicas despertam sensações desagradáveis e outras agradáveis.Quer viver bem?Deixe que a música faça parte da sua vida!Certos tipos de música ajudam a curar os sintomas da depressão,facilitam o aprendizado,amenizam o pessimismo,estimulam a mente.Quer melhorar seu aprendizado?Ouça "As quatro estações de Vivaldi".Quer relaxar e esvaziar a mente?Ouça sons da natureza, como barulho de água e cachoeira.Quer ficar reanimado?Sons da Enia, Yanni e por aí vai.Cuide do seu corpo ouvindo música!
A música é vida!É saúde!

Thursday, October 22, 2009

* DEPOIS DA MICROSOFT , GOOGLE TAMBÉM TEM ACORDO COM TWITTER *

Depois da Microsoft, Google também tem acordo com Twitter
Luciane Aquino
Direto de São Francisco
Google anunciou nesta quarta-feira, durante o evento Web 2.0 Summit, em São Francisco, nos Estados Unidos, que lançará nas próximas semanas um serviço chamado Social Search. Por isso, estrategicamente, a empresa - assim como a Microsoft - fez um acordo com o Twitter.
» Veja fotos do segundo dia da Web 2.0 Summit » Troca de farpas marca debate sobre jornalismo » CEO descarta investimento do Facebook em conteúdo » MySpace lança plataforma única para gravadoras e independentes » Chefe de tecnologia dos EUA se concentra na reforma da saúde » Siga a cobertura no Twitter
A ferramenta do Google incluirá nos resultados de busca de um usuário os conteúdos relacionados gerados pelos seus amigos nas redes sociais de que ele participa. Isso significa que os usuários passarão a informar nos seus perfis do Google quais são as suas redes sociais e também compartilhar os seus catálogos de contatos.
"Estamos muito felizes de anunciar que alcançamos um acordo com o Twitter para incluir suas atualizações nos resultados de nossas pesquisas", disse a vice-presidente para Produtos de Busca e Experiência de Usuário, Marissa Mayer.
A apresentação foi feita às pressas, coincidentemente algumas horas depois do anúncio da parceria entre a Microsoft e o Twitter. O responsável pela divisão de serviços online da Microsoft, Qi Lu, divulgou a parceria com para "turbinar" sua ferramenta de busca Bing.
A demo do Google, improvisada por Marissa, mostrou um esboço de como ficarão as páginas que reunirão os resultados de busca já tradicionalmente apresentados no Google com os conteúdos de usuário.
A integração com o Twitter não foi mostrada. O Bing, nesta manhã, não só mostrou como serão essas páginas como disponibilizou um beta para acesso público: http://www.bing.com/twitter.
Quando o apresentador do evento, John Batelle, anunciou com um certo suspense que Marissa subiria ao palco para "fazer um anúncio", todo mundo intuiu do que se tratava. Quando a executiva do Google disse que se tinha a honra de anunciar um acordo com o Twitter, o público não conteve o riso.
Ao final da apresentação, Batelle voltou ao palco e, ao receber o convidado seguinte, Owen van Natta, do MySpace, disparou: "você também tem um acordo com o Twitter para anunciar?"
O acordo das duas gigantes com o Twitter mostra a sede dos empresários em aproveitar a onda da informação em tempo real na Internet.
A sexta edição da Web 2.0 Summit, que terá continuidade até quinta-feira, reúne cerca de 100 empresários e profissionais do mundo da tecnologia. Debater formas de aprimorar o uso de ferramentas e princípios da Web 2.0 para otimizar os negócios é um dos principais objetivos do encontro.
Redação Terra

Tuesday, October 20, 2009

* SENDAS DO SUBLIME *

Poema de Sandra Waihrich Tatit

Certamente meu interior assim está pensando agora ,
nas sendas do sublime ...
pensamos que é somente minha esta emoção ,
esta paixão sublime nasce ,
enquanto outras pessoas a sentem tão distante ,
na verdade não é solidão nem carência ,
é evidência ...
poderá ser excesso de amor ,
saudade ou dor ,
no som quente de uma melodia ,
na tristeza imensa que me envolve ,
e o sorriso me devolve .
Amores que renascem ,
sublimes como se foram ,
retornam sua trajetória ,
ainda que perdidos de sua origem
esquecidos de sua glória .
Partem sem deixar nenhuma história .
Hoje estou assim ,
é uma sensação de estar sozinha
e tão acompanhada estou ,
na excitante jornada dos meus pensamentos ,
transbordantes de paixão ,
de emoção ...
uma paixão que nasce ,
colorindo minha face ...
elas sempre nascem assim para mim ,
arrebatadoras ...
meu fazer apaixonado já é uma constante em meu viver .
Em tudo que faço me dou inteira ,
sempre assim fui
sobrevivendo , sofri e renasci sempre ,
mesmo após o desencanto ,
como um gozar em pranto
penetrando em meu canto .
Construí meus castelos de carinhos
sobre as cinzas das desilusões ...
certeira e sorrateira a buscar meus caminhos ,
mesmo em meio aos espinhos ,
tornando a sublimidade uma constante ,
um prazer reinante e transbordante ...
como um delicioso licor em minha boca ,
degustado gota à gota ...
mesmo nas horas tristes e aparentemente vazias .
Seriam na verdade uma agonia ,
se não buscasse minhas eternas fantasias
fugidias , em minha cavalgada ...
transformando-as em sendas do sublime ,
numa apaixonante noite fria .


Sandra Waihrich Tatit
Meus Poemas de Improviso
* Neste Dia dos Poetas , quero homenagear a todos os poetas. *

Monday, October 19, 2009

* A VERDADE SOBRE OS TRAUMAS DE INFÂNCIA *

A Verdade Sobre os 'Traumas' de Infância

Por Flávio Gikovate , médico , psicanalista e escritor

- As carências da vida adulta se devem à razões bem mais complexas que a falta de amor dos pais.
Não é minha intenção subestimar a importância das vivências infantis dolorosas na formação de sintomas chamados de neuróticos na vida adulta. Não gostaria, porém, de continuar a superestimá-los, como têm feito algumas das mais importantes correntes da psicologia contemporânea. A importância da infância na formação de nossas estruturas psíquicas é óbvia. Além de ser dependente, de ter o cérebro pronto para operar e receber informações do meio que a cerca, a criança possui uma intuição sofisticada, fruto da evolução incompleta da sua razão lógica - a razão após estabelecer-se completamente, funciona como "camisa-de-força" para as operações psíquicas sensoriais.
O que me preocupa é a forma dedutiva como muitos raciocinam sobre o tema. Observam, por exemplo, um adulto incapaz de ficar só e que busca com urgência qualquer tipo de vínculo afetivo. Ficam sabendo que ele teve uma mãe que lhe deu pouco carinho, pois vinha de uma família em que não era usual a manifestação física do afeto. Correlacionam os dois fatos e deduzem que, "lógico", esse adulto carente de afeto é produto de uma criança que teve menos amor que precisava.
Pode ser que seja "lógico", mas nem tudo que é lógico é verdadeiro. O que define a veracidade de uma firmação é sua comprovação prática. Minha experiência clínica mostra que todos nós, adultos, somos carentes, inseguros e com grande dificuldade para estarmos só, mesmo quando tivemos uma mãe amorosa.
Alguns de nós crescemos carentes porque tivemos pouco amor na infância e ansiamos por preencher essa lacuna. Outros porque tivemos muito, acostumamo-nos a isso e não conseguimos viver com menos. As carências da vida adulta não dependem apenas de nossa mãe e das peculiaridades que marcaram a nossa infância. Atribuo essa sensação de incompletude a um acontecimento geral, próprio de toda a espécie humana: a dramática vivência do nascimento, quando nos desgrudamos da mãe e passamos a sentir toda a sorte de inseguranças, desconfortos e desamparo.
O nascer é um "trauma" infantil, que nos marca a todos. Com o passar dos anos, um outro ingrediente entra em cena: o modo como funciona nossa razão. Já pelos 2-3 anos de idade observamos grandes diferenças na reação de crianças expostas ao mesmo fato externo. Diante da morte de um animal de estimação, por exemplo, algumas sofrerão mais que outras. Algumas tolerarão melhor frustrações, contrariedades e dores de todo o tipo; outras reagirão com violência sempre que contrariadas. Algumas serão facilmente conduzidas pelos argumentos; outras serão guiadas mais pela vontade que pela razão. Não há como negar que algumas dessas diferenças dependem de variáveis inatas e não relacionadas com o ambiente ou às vivências que cada criatura tenha tido de enfrentar.
Não desprezo a possibilidade de certas experiências dolorosas terem forte influência sobre a formação da personalidade de algumas pessoas. Isso, em virtude de terem sido expostas a dores muito graves (estupro, pai que se matou, queimaduras sérias etc.) ou por terem um espírito muito delicado (filhos que se tornam tímidos ou gagos em razão da agressividade dos pais, rapazes que evoluem na direção homossexual por serem objeto de humilhação, pessoas que se tornam obsessivas porque não tiveram espaço para expressão de suas raivas).
O que não me parece correto é generalizarmos esse tipo de reflexão apenas porque nos parece "lógico". E, o que é mais grave, para explicar condições gerais dos setores humanos: inseguranças, carências afetivas e tantos outros conflitos que todos temos. Esse raciocínio equivocado sobre os "traumas" de infância tem acovardado muitos pais, tornando-os incapazes de agir com rigor e determinação na educação dos filhos.

Livro relacionado ao assunto
Dr. Flávio Gikovate

Sunday, October 18, 2009

* DE VOCÊ PARA VOCÊ *

De você para você
© Letícia Thompson

Muitas e muitas pessoas gastam suas vidas numa impressão eterna de passar pela vida sem viver.
Agrada-se aos pais, irmãos, amigos, namorado(a), marido, esposa. Se as pessoas que amamos estão felizes, está tudo bem. Não! Não é bem assim! Se não estamos bem é que não está tudo bem!
Agradar aos outros, fazer pelos outros, dar de si sem contar, sem esperar de volta o que dizemos que a vida oferece naturalmente faz parte da nobreza do nosso caráter, mas não deve ser sinal da nossa fraqueza.
Há alguém que existe além do outro: nós!
O que Deus nos pede não é uma vida de renúncias, como se não mais existíssimos, não fôssemos importantes, não tivéssemos, nós também necessidades que devem ser preenchidas.
O carinho que damos, é o mesmo que precisamos. A atenção que oferecemos, é a mesma que carecemos.
Amar o outro não é esquecer-se de si, é simplesmente amá-lo. E se esse amor exige de nós a aceitação de coisas que ferem nossa alma, é que algo está errado.
Deus não criou pessoas para servirem e outras para serem servidas. Ele criou todas as pessoas à sua imagem e semelhança, com desejos de dar e receber, como Ele mesmo. Ele nos dá um amor incondicional e nos ofereceu salvação, mas em troca pede que estejamos perto dEle.
Como podemos oferecer a felicidade e paz a alguém se nosso coração está morrendo?
O amor ao outro não deve desgastar-nos, mas completar-nos.
E de você pra você, digo:
Deus não quer migalhas de você, um ser destruído e com a impressão de não ter tirado da vida as melhores coisas.
Deus quer você completo, pois é somente estando bem que poderá fazer o bem.
Eu disse e digo uma vez mais: ame-se!
Ame-se o bastante para pôr-se de pé, para erguer a cabeça, para não aceitar viver uma vida de resignação em função de pessoas que não dão o mínimo valor ao que você é, ao que você pode ser.
Ame-se ao ponto de poder olhar-se no espelho e ficar feliz com o que vê. Se isso ainda não acontece, vire a vida de cabeça pra baixo, cuide da sua saúde física, mental e espiritual, cuide da sua aparência... coloque um enorme sorriso no rosto!
Afaste-se do mal, das armadilhas onde você inevitavelmente poderá cair, dos perigos que poderão fazer com que se perca. As velhas mágoas matam muito mais a você do que a quem te magoou, porque é você quem as carrega; aprenda a passar por cima.
Você pode perder muitas coisas na vida, mas perderá tudo, se perder a sua auto-estima, seu amor-próprio.
Nosso corpo é o templo do Espírito Santo de Deus. Que tipo de lar tem você para oferecer Àquele que te formou?
Viva de forma que aqueles que estejam perto de você respirem a paz, percebam a luz e desejem estar eternamente na sua presença. Deus também possui esse desejo...

Letícia Thompson
contact@leticiathompson.net

Saturday, October 17, 2009

* AS QUATRO ESTAÇÕES DA VIDA *


Você já notou a perfeição que existe na natureza? Uma prova incontestável da harmonia que rege a Criação. Como num poema cósmico, Deus rima a vida humana com o ritmo dos Mundos.
Ao nascermos, é a primavera que eclode em seus perfumes e cores. Tudo é festa. A pele é viçosa. Cabelos e olhos brilham, o sorriso é fácil. Tudo traduz esperança e alegria.
Delicada primavera, como as crianças que encantam os nossos olhos com sua graça. Nessa época, tudo parece sorrir. Nenhuma preocupação perturba a alma.
A juventude corresponde ao auge do verão. Estação de calor e beleza, abençoada pelas chuvas ocasionais. O sol aquece as almas, renovam-se as promessas.
Os jovens acreditam que podem todas as coisas, que farão revoluções no Mundo, que corrigirão todos os erros.
Trazem a alma aquecida pelo entusiasmo. São impetuosos, vibrantes. Seus impulsos fortes também podem ser passageiros... Como as tempestades de verão.
Mas a vida corre célere. E um dia – que surpresa – a força do verão já se foi.
Uma olhada ao espelho nos mostra rugas, os cabelos que começam a embranquecer, mas também aponta a mente trabalhada pela maturidade, a conquista de uma visão mais completa sobre a existência. É a chegada do outono.
Nessa estação, a palavra é plenitude. Outono remete a uma época de reflexão e de profunda beleza. Suas paisagens inspiradoras - de folhas douradas e céus de cores incríveis – traduzem bem esse momento de nossa vida.
No outono da existência já não há a ingenuidade infantil ou o ímpeto incontido da juventude, mas há sabedoria acumulada, experiência e muita disposição para viver cada momento, aproveitando cada segundo.
Enfim, um dia chega o inverno. A mais inquietante das estações. Muitos temem o inverno, como temem a velhice. É que esquecem a beleza misteriosa das paisagens cobertas de neve.
Época de recolhimento? Em parte. O inverno é também a época do compartilhamento de experiências.
Quem disse que a velhice é triste? Ela pode ser calorosa e feliz, como uma noite de inverno diante da lareira, na companhia dos seres amados.
Velhice também pode ser chocolate quente, sorrisos gentis, leitura sossegada, generosidade com filhos e netos. Basta que não se deixe que o frio enregele a alma.
Felizes seremos nós se aproveitarmos a beleza de cada estação. Da primavera levarmos pela vida inteira a espontaneidade e a alegria.
Do verão, a leveza e a força de vontade. Do outono, a reflexão. Do inverno, a experiência que se compartilha com os seres amados.
A mensagem das estações em nossa vida vai além. Quando pensar com tristeza na velhice, afaste de imediato essa idéia.
Lembre-se que após o inverno surge novamente a primavera. E tudo recomeça.
Nós também recomeçaremos. Nossa trajetória não se resume ao fim do inverno. Há outras vidas, com novas estações. E todas iniciam pela primavera da idade.
Após a morte, ressurgiremos em outros planos da vida. E seremos plenos, seremos belos. Basta para isso amar. Amar muito.
Amar as pessoas, as flores, os bichos, os Mundos que giram serenos. Amar, enfim, a Criação Divina. Amar tanto que a vida se transforme numa eterna primavera.
Redação do Momento Espírita.

Friday, October 16, 2009

* FELICIDADE REALISTA *

Felicidade Realista
(Marta Medeiros)

A princípio bastaria ter saúde, dinheiro e amor, o que já é um pacote louvável, mas nossos desejos são ainda mais complexos.Não basta que a gente esteja sem febre: queremos, além de saúde, ser magérrimos, sarados, irresistíveis.Dinheiro? Não basta termos para pagar o aluguel, a comida e o cinema: queremos a piscina olímpica e uma temporada num spa cinco estrelas.E quanto ao amor?Ah, o amor... não basta termos alguém com quem podemos conversar, dividir uma pizza e fazer sexo de vez em quando.Isso é pensar pequeno: queremos AMOR, todinho maiúsculo.Queremos estar visceralmente apaixonados, queremos ser surpreendidos por declarações e presentes inesperados, queremos jantar a luz de velas de segunda a domingo, queremos sexo selvagem e diário, queremos ser felizes assim e não de outro jeito.É o que dá ver tanta televisão.Simplesmente esquecemos de tentar ser felizes de uma forma mais realista.Ter um parceiro constante pode ou não, ser sinônimo de felicidade.Você pode ser feliz solteiro, feliz com uns romances ocasionais, feliz com um parceiro, feliz sem nenhum.Não existe amor minúsculo, principalmente quando se trata de amor-próprio.Dinheiro é uma benção.Quem tem, precisa aproveita-lo, gasta-lo, usufruí-lo.Não perder tempo juntando, juntando, juntando.Apenas o suficiente para se sentir seguro, mas não aprisionado.E se a gente tem pouco, é com este pouco que vai tentar segurar a onda, buscando coisas que saiam de graça, como um pouco de humor, um pouco de fé e um pouco de criatividade.Ser feliz de uma forma realista é fazer o possível e aceitar o improvável.Fazer exercícios sem almejar passarelas, trabalhar sem almejar o estrelato, amar sem almejar o eterno.Olhe para o relógio: hora de acordar.É importante pensar-se ao extremo, buscar lá dentro o que nos mobiliza, instiga e conduz, mas sem exigir-se desumanamente.A vida não é um jogo onde só quem testa seus limites é que leva o prêmio.Não sejamos vítimas ingênuas desta tal competitividade.Se a meta está alta demais, reduza-a.Se você não está de acordo com as regras, demita-se.Invente seu próprio jogo.Faça o que for necessário para ser feliz.Mas não se esqueça que a felicidade é um sentimento simples, você pode encontrá-la e deixá-la ir embora por não perceber sua simplicidade.Ela transmite paz e não sentimentos fortes, que nos atormentam e provocam inquietude no nosso coração.Isso pode ser alegria, paixão,entusiasmo, mas não felicidade.

Tuesday, October 13, 2009

* OS SONHOS NÃO SE DEFINEM *

OS SONHOS NÃO SE DEFINEM
Sandra Waihrich Tatit

Suaves movimentos circulares nos movem nesta mandala da vida ... e já fatigados ,
remetemos nossas dores e desamores para tão longe quanto possível ,
onde nosso olhar não alcance ,
onde estejamos livres das adversidades .
Ao adormecermos ,
sonhamos tantas coisas complicadas e inexplicáveis ,
perdidos ,
nos encontramos numa confusão de almas e alamedas sublimes ,
somente ao acordarmos ,
podemos despertar para a inverdade deste sonho difícil e pesado .
Há sonhos tão tristes , tão confusos ,
acordamos e parece até que nos desamamos ,
tal é o estado de insatisfação que aquele sonho nos causa ,
nossa autoestima é prejudicada ,
nosso amor próprio é ferido ,
acordamos quase sem consolo .
O poder do sonho é tão indefinível ,
diante do limite do possível no sonho ,
por vezes , acordamos ansiosos e tristes ,
parece até impossível assimilar aqueles desatinos .
Os sonhos nos atraiçoam e nos fazem desprovidos da sintonia para o dia ,
a sintonia real e doce ,
na qual estávamos ao adormecer ,
enquanto outros nos transpõem para mundos tão fascinates
e deveras emocionantes , para nos envolver placidamente .
O mistério dos sonhos aí se define em partículas ,
umas brilhantes , outras tão opacas ,
no seu âmago vivemos aquilo que em nosso inconsciente desejamos ,
ao despertar vemos que não há o nexo causal ,
ficamos esperando que a nossa realidade retome seu lugar e ,
enquanto isto acontece , a vida nos entristece ,
muitas vezes somos assaltados com uma tristeza que não finda .
Sonho , meu sonho és tão imprevisível , me conduzes a mundos invisíveis , dás colorido às paisagens sem cor , emolduras de dor o meu caminho ...
ao acordar suspiramos aliviados constatando que tudo é ilusório .
Quando o sonho é bom , queremos nele permanecer mais e mais ,
não deixá-lo se dissolver , qual nuvem que passa e se desmancha .
É fugaz mas tão verdade ,
é efêmero , mas tão real em meu caminho .
Entre sonhos de rosas e outros de espinhos ,
eu sigo a minha caminhada em busca de novas jornadas ,
de imprevisíveis janelas para a eternidade ,
atestando mais uma vez que os sonhos não se definem ,
podemos sentí-los e vivê-los , como integrantes de nossa caminhada .
Em seu fim ou em seu começo ,
são apenas sonhos , incógnitas perenes ,
mas são partículas de nossas vidas amarguradas ,
adocicadas pelos sonhos bons ,
os nossos sonhos nunca se definem ,
quimeras ou desatinos , insensatez ou realismo ,
estão destinados ao instante do nosso despertar .



Sandra Waihrich Tatit
Direitos Autorais Protegidos

Monday, October 12, 2009

* BOCAS QUE CALAM E SE ETERNIZAM *

Da boca brota a fala , brota o canto , o beijo ...
bocas que ardem de desejo ,
bocas que dizem o que não querem ...
bocas que se vestem de saudade ,
bocas que ardem de rancor .
Rompem amizades .
Bocas de minha vida ,
quantos beijos , quantas horas vividas ...
a boca é uma sublime caixa de som ,
onde a acústica de meu canto se encontra
com teu grito de ressentimento .
Num momento somos um ,
em outros somos a distância !
Bocas que lamentam e atormentam ...
bocas de minha vida , doce guarida
para minhas nostalgias !
bocas que calam ...
e se eternizam!


Sandra Waihrich Tatit
Meus Poemas

Sunday, October 11, 2009

* FAZER AMOR É PISAR NA ETERNIDADE * não basta um corpo e outro corpo ...

Duas Almas Que Se Afinam

Como na harmonia de um violino ,
conjugam o verbo do sentir ,
a eternidade pinta de branco as carícias ,
os corpos suavemente e em sinfonia ,
se harmonizam no querer supremo ,
gozando as delícias das sensibilidades ,
afoitas a desafiar a suprema constância do êxtase ...
interminável deste instante ,
inacabado como uma sinfonia ,
eterno na profundidade ,
da noite desafiante ,
o amanhecer extasiante ...
com sua fascinante cumplicidade ,
se alia , ao doce mel desta hora divina e suprema ,
em cansaço , clama e agradece ,
em eterna prece ,
as delícias do sentir ,
dando graças à vida ...



Sandra Waihrich Tatit
Meus Poemas de Improviso

Friday, October 09, 2009

* QUERIA SER UMA ESTRELA *

Por Sandra Waihrich Tatit

Queria ser uma estrela , no firmamento de um sonho de contentamento fugaz ... queria sim , sentir em minhas entranhas o sabor dos espaços , dos planetas girando em eterna busca , ainda que tão livres sejam e desconheçamesta liberdade plena , planetas de minha imaginação , transbordantes de liberdade , enquanto temos a nossa tão limitada ... pelas leis mal feitas e mal aplicadas , pela dor dos sofredores , pelas opressões e pelos opressores , pelos dissabores de assistirmos o grito silencioso dos oprimidos , diante do cruel silêncio dos opressores . Gira mundo , gira e vai em busca na paz , a paz de Deus , a paz do homem , a paz escondida e reprimida nas feridas mal curadas , em cada mão que nega o carinho , a solidariedade e o amor ... queria eu ser uma estrela e iluminar o mundo , ser o divino alento de esperança , esta , que dá ao homem a capacidade de superar e suportar o sofrimento , seguindo sempre além ... Queria eu , ainda que por um momento apenas , ser a dor e o prazer , mas cuidado prazer , cautela ... não vá a dor acordar ! queria eu ser uma estrela e vir silenciosamente a terra iluminar !


Sandra Waihrich Tatit
Meus poemas de Improviso

Thursday, October 08, 2009

* MORAL NOBRE E MORAL ESCRAVA * Nietzsche

Moral nobre e moral escrava - Aqui, Nietzsche traça, com seu estilo direto e irreverente, as características que demarcam os dois tipos de vida, representados pelas duas morais: a nobre (ou dos senhores) e a escrava.
"Numa perambulação pelas muitas morais, as mais finas e as mais grosseiras, que até agora dominaram e continuam dominando na terra, encontrei certos traços que regularmente retornam juntos e ligados entre si: até que finalmente se revelaram dois tipos básicos, e uma diferença fundamental sobressaiu. Há uma moral dos senhores e uma moral de escravos; acrescento de imediato que em todas as culturas superiores e mais misturadas aparecem também tentativas de mediação entre as duas morais, e, com ainda maior freqüência, confusão das mesmas e incompreensão mútua, por vezes inclusive dura coexistência até mesmo num homem, no interior de uma só alma.
As diferenciações morais de valor se originaram ou dentro de uma espécie dominante, que se tornou agradavelmente cônscia da sua diferença em relação à dominada, ou entre os dominados, os escravos e dependentes de qualquer grau. No primeiro caso, quando os dominantes determinam o conceito de "bom", são os estados de alma elevados e orgulhosos que são considerados distintivos e determinantes da hierarquia. O homem nobre afasta de si os seres nos quais se exprime o contrário desses estados de elevação e orgulho: ele os despreza. Note-se que, nessa primeira espécie de moral, a oposição "bom" e "ruim" significa tanto quanto "nobre" e "desprezível"; a oposição "bom" e "mau" tem outra origem.
Despreza-se o covarde, o medroso, o mesquinho, o que pensa na estreita utilidade; assim como o desconfiado, com seu olhar obstruído, o que rebaixa a si mesmo, a espécie canina de homem, que se deixa maltratar, o adulador que mendiga, e, sobretudo, o mentiroso - é crença básica de todos os aristocratas que o povo comum é mentiroso. "Nós , verdadeiros" - assim se denominavam os nobres da Grécia antiga.
É óbvio que as designações morais de valor, em toda parte, foram aplicadas primeiro a homens, e somente depois, de forma derivada, a ações: por isso é um grande equívoco, quando historiadores da moral partem de questões como "por que foi louvada a ação compassiva?". O homem de espécie nobre se sente como aquele que determina valores, ele não tem necessidade de ser abonado, ele julga: "o que me é prejudicial é prejudicial em si", sabe-se como o único que empresta honra às coisas, que cria valores. Tudo o que conhece de si, ele honra: uma semelhante moral é glorificação de si.
Em primeiro plano está a sensação de plenitude, de poder que quer elevada, a consciência de uma riqueza que gostaria de ceder e presentear - também o homem nobre ajuda o infeliz, mas não ou quase não por compaixão, antes por um ímpeto gerado pela abundância de poder.
O homem nobre honra em si o poderoso, e o que tem poder sobre si mesmo, que entende de falar e calar, que com prazer exerce rigor e dureza consigo e venera tudo que seja rigoroso e duro.
"Um coração duro me colocou Wotan no peito", diz uma velha saga escandinava: uma justa expressão poética da alma de um orgulhoso viking. Uma tal espécie de homem se orgulha justamente de não ser feito para a compaixão: daí o herói da saga acrescentar, em tom de aviso, que "quem quando jovem não tem o coração duro, jamais o terá". Os nobres e bravos que assim pensam estão longe da moral que vê o sinal distintivo do que é moral na compaixão, na ação altruísta ou no desintéressement [desinteresse]; a fé em si mesmo, o orgulho de si mesmo, uma radical hostilidade e ironia face à "abnegação" pertencem tão claramente à moral nobre quanto um leve desprezo e cuidado ante as simpatias e o "coração quente".
São os poderosos que entendem de venerar, esta é sua arte, o reino de sua invenção. A profunda reverência pela idade e pela origem - todo o direito se baseia nessa dupla reverência -, a fé e o preconceito em favor dos ancestrais e contra os vindouros são algo típico da moral dos poderosos; e quando, inversamente, os homens das "idéias modernas" crêem quase instintivamente no progresso" e no "porvir", e cada vez mais carecem do respeito pela idade, já se acusa em tudo isso a origem não-nobre dessas "idéias."
O que faz uma moral dos dominantes parecer mais estranha e penosa para o gosto atual, no entanto, é o rigor do seu princípio básico de que apenas frente aos iguais existem deveres; de que frente aos seres de categoria inferior, a tudo estranho-alheio, pode-se agir ao bel-prazer ou como quiser o coração", e em todo caso "além do bem e do mal": aqui pode entrar a compaixão, e coisas do gênero. A capacidade e o dever da longa gratidão e da longa vingança - as duas somente com os iguais -, a finura na retribuição, o refinamento no conceito de amizade, de uma certa necessidade de ter inimigos (como canais de escoamento, por assim dizer, para os afetos de inveja, agressividade, petulância - no fundo, para poder ser bem amigo): todas essas são características da moral nobre, que, como foi indicado, não é a moral das "idéias modernas", sendo hoje difícil percebê-la, portanto, e também desenterrá-la e descobri-la.

Fonte: Biblioteca Pessoal e Internet .

Wednesday, October 07, 2009

* CONFÚCIO- PENSAMENTOS FILOSÓFICOS *

1 – Confúcio não pregava a extrema doutrina de pagar a arrogância com a humildade e a violência com amor. “Trata teu inimigo com justiça e teu amigo com bondade”, foi seu conselho mais prudente. Sê justo para com teu inimigo, mas não o irrites com teu amor. Seria apenas derramar mais óleo no fogo do seu ódio. Por um lado, é brutal vingar um insulto, por outro é tolo perdoá-lo. Julga-o com justiça e procede de acordo com o devido respeito à tua própria dignidade e aos direitos de teu inimigo.
2 - Gostava de lidar com os fracassados e de lhes minorar as deficiências.
– “A quem hei de associar-me se não aos sofredores?” Replicou certa vez a um discípulo que lhe censurou os hábitos democráticos.
3 – Quando seus adeptos pediram que definisse todo o seu código de ética numa só palavra, respondeu: “Não será Reciprocidade essa palavra?” E explicando: “Reciprocidade quer dizer, apenas, que o que não gostais que vos façam, não o fareis a outrem.”
4 – Não era um extremista sentimental. Suas simpatias eram práticas e não ultrapassavam a natureza humana. “Não nos podemos retirar do mundo” disse “e associar-nos às aves, aos animais que não possuem afinidades conosco.” Não se interessava por animais nem por anjos, mais sim pelos homens.
5 - Diante de algum julgamento mostrava-se mais interessado em remover a causa do crime do que punir os criminosos. Nesse tempo, o país vivia infestado de pequenos ladrões e salteadores. Alguns cidadãos de elite consultaram-no sobre o que deviam fazer para reprimir esses abusos, e ele respondeu: ” O único meio de acabar com o furto é acabar com vossa própria avidez. Quando deixardes de ser ávidos, não tereis mais bens em excesso para serem furtados por ninguém.”
SABEDORIA
Uma vez perguntaram a Confúcio:
- O que mais o surpreende na humanidade?Confúcio respondeu:- Os homens perdem a saúde para juntar dinheiro e depois perdem o dinheiro para recuperá-la. Por pensarem ansiosamente no futuro, esquecem o presente, de tal forma que acabam por nem viver no presente nem no futuro.E concluiu:- Vivem como se nunca fossem morrer e morrem como se não tivessem vivido...(Confúcio - China: 551 AC - 479 AC)

Tuesday, October 06, 2009

* O PODER FEMININO * com a liberdade , a mulher deve buscar o ser que realmente é , em toda sua plenitude ...

O PODER FEMININO - POR PATRICIA CUOCOLO
por Sagrado Feminino Soraya Mariani - ciranddadalua@yahoo.com.br
Deprês femininas "sem explicação" - mesmo em mulheres bem sucedidas -, pânico, tédio, crises de choro, comportamentos destrutivos... Muitas dessas recorrentes manifestações depressivas estão relacionadas a uma certa negligência da mulher em relação ao próprio ser feminino, por não procurar conhecer e acolher as suas diversas faces.Cura em latim (curare) significa "tornar-se verdadeiro", e é da autopercepção dessa verdade que muitas mulheres modernas sentem falta. A cura vem da liberdade que a mulher deve buscar de ser o que realmente é, em toda sua plenitude.“Toda mulher é linda, atraente, curandeira, xamã, sacerdotisa, anciã sábia”, conta Patricia Cuocolo no artigo que se segue. Psicoterapeuta graduada pela PUC-SP, ela ampliou seus conhecimentos através da Antroposofia, do Renascimento (Rebirthing), da Psicologia Oriental e Transpessoal, e de Estudos sobre o Feminino Sagrado. Criou a Terapia da Mulher, um trabalho que foca as necessidades físicas, emocionais e espirituais da mulher contemporânea e coordena grupos semanais de mulheres na Granja Viana/Cotia e em São Paulo. Poder Feminino: a cura de ser realmente tudo o que se é Se você ama com todas as forças de seu coração, então sabe - ou algum dia soube - o que é ser mulher! É sempre uma força arrebatadora, e altamente zelosa sua manifestação. Não tem hora nem lugar, simplesmente é...Ser mulher é encontrar o seu poder, sua fé, sua alegria de viver. É amar como se fosse o último dia de sua vida, é chorar as próprias perdas até o dilaceramento da alma, é curar-se em seu próprio recolhimento, na sua própria espiritualidade.A mulher é movida pelo amor e por suas paixões, e isso ninguém lhe tira, é de sua natureza. O fogo sagrado mora dentro dela, e quem quiser despertar sua atenção precisa ser corajoso o bastante e não ter medo de compartilhar esse fogo com ela.Ela sabe ser meiga e carinhosa, mas também sabe ser feroz e exigente quando se torna necessário lutar pelos seus ideais. Os ideais da mulher são grandiosos, e parte do seu aprendizado está em amadurecê-los, ou seja, torná-los reais, passíveis de experiência real. É a partir dessas experiências que ela vai tornando-se interessante, forte e profundamente sábia. Nesse confronto de ilusão com realidade, a mulher tem a chance de crescer e começar a acessar sua alma, sua verdadeira fonte criativa.A mulher que não conhece sua alma, sua verdadeira natureza, torna-se frágil, dependente, carente, medrosa, insegura. Passa a viver uma vida de mentiras, e o pior: passa a acreditar na própria mentira.A mulher que consegue ver a simplicidade e a beleza nas pequenas coisas, e sentir gratidão por ser portadora de uma missão tão bonita como a de regenerar a Terra e trazer generosidade para a humanidade, com certeza está no caminho... A coragem de não saber onde ele vai dar também faz parte da entrega a caminho da busca.Integrar todas as faces Através dos sete principais arquétipos femininos representados pelas Deusas Gregas, ou sete padrões de comportamento que caracterizam a personalidade da mulher, ela tem a possibilidade de fazer sua auto-análise e trazer para a consciência questões fundamentais para a compreensão e transformação dos vários aspectos que a compõe. É a relação harmoniosa entre esses vários aspectos que permitem à mulher ser inteira, íntegra, e a não ter medo de seu próprio poder, pois cada aspecto tem a sua necessidade própria de ser nutrido.São eles: Afrodite (criatividade, sexualidade, amor), Hera (fidelidade, casamento sagrado), Atena (planejamento, estratégias), Ártemis (independência, ideais de vida), Perséfone (autoconhecimento, sensibilidade), Deméter (maternidade, fertilidade, cuidado com o outro) e Héstia (espiritualidade, fogo sagrado).Geralmente, não temos consciência de todas essas faces e é essa falta de consciência e integração que traz os conflitos. Ela é gerada na cultura ocidental pela cisão entre a razão e a intuição. Linguagens como a dos símbolos, mitos e sonhos passaram a ser associadas a linguagens infantis, e não tiveram espaço na cultura ocidental racional.Pânico, tédio, crises de choro, comportamentos destrutivos, entre outros sintomas depressivos que hoje acometem muitas mulheres, estão, em muitos casos, relacionados com uma certa negligência da mulher em relação ao próprio ser feminino, por não procurar compreender e acolher suas diversas faces.A depressão feminina aparentemente "sem explicação", como nos casos de mulheres bem sucedidas profissionalmente, mas que se sentem fracassadas e tristes, é muito comum em mulheres que se viram "obrigadas" a relegar a um segundo plano arquétipos ligados à intuição, à sensibilidade, como, por exemplo, o de Perséfone.Outro exemplo é o da mulher que viveu muito tempo para a carreira. Essa mulher pode não saber como seduzir um homem, como dançar e se soltar - nesse caso viveu muito a Atena e não deu muita importância à Afrodite. Também a mulher de 50 anos que só viveu para o marido e para os filhos pode, nessa altura da vida, se sentir vazia, sem chão, quando os filhos crescem e vão embora - nesse caso viveu muito Deméter e não deu muita importância para si, para seus ideais (Ártemis).A grande dificuldade da maioria das mulheres é a integração de todas as suas faces. A cura vem da integração dos vários aspectos da psique feminina, da liberdade que a mulher tem de ser o que realmente é, em toda sua plenitude.Toda mulher é linda, atraente, curandeira, xamã, sacerdotisa, anciã sábia!Necessitamos acreditar em nós mesmas, no poder que temos de curar todos os nossos aspectos sombrios, aspectos que por milênios não nos permitiram viver! Aspectos que foram considerados perigosos, talvez por conter tanta simplicidade em sua forma, tanta beleza, tanta sabedoria e compaixão, que alguns se sentiram ameaçados por serem tão diferentes dessa natureza!!!A mulher é um ser sagrado, pleno de sabedoria, instintivo, intuitivo... Ela conhece os Mistérios Sagrados ligados aos ciclos, pois ela própria é cíclica, mutante, e conhece como ninguém os segredos da vida/morte/vida, ou seja, junto com o processo da vida está a morte e as transformações decorrentes desta, abrindo assim a possibilidade do renascimento. É assim que o seu corpo a avisa todo mês, através do ciclo menstrual, que a vida continua. Que o sangue verte, que os filhos nascem, que os frutos amadurecem e caem novamente no solo, e que a vida ressurge novamente!Homenagem ao Grande FemininoDesperta mulher!Não te deixes influenciar por aquelas vozes que só sabem afrouxar teus laços...Zela por tua vida como um felino cuida de sua cria...Predadores existem por toda parte, por isso estejas atenta...Ama sempre, será aí que buscarás tua força...Sejas sempre tu mesma, um lindo caminho te aguarda...Não desanimes nunca, pois mesmo que não te lembres, fizeste tua escolha...Confia!Fonte: http://www.absolutaonline.com.br/conteudo_yinsights_artigos_poderfeminino.htmlPatrícia Cuocolo - Psicoterapeuta, ampliou seus conhecimentos através de estudos sobre o Feminino Sagrado. Coordenadora do Espaço Integração.
por Sagrado Feminino Soraya Mariani - ciranddadalua@yahoo.com.br Lido 1448 vezes, 22 votos . Visite o Site do autor.

Monday, October 05, 2009

VAIDADE , AMBIÇÃO E INTELIGÊNCIA

Vaidade, ambição e inteligência
Por Flávio Gikovate , médico , psicoterapeuta e escritor

Sempre me intrigou o fato de que a maior parte das pessoas mais inteligentes que tenho conhecido são portadoras de uma vaidade muito maior do que a da maioria das pessoas. É claro que existem falhas nesta avaliação subjetiva, até porque não temos meios efetivos de quantificar a vaidade (e a própria avaliação da inteligência nem sempre é muito precisa). A ambição também parece guardar alguma relação com a inteligência: pessoas mais dotadas sonham com posições mais altas para si; o fazem por se sentirem competentes para disputá-las e também porque parecem precisar muito deste tipo de “alimento” para a vaidade.
Pessoas mais inteligentes e ambiciosas (as que fazem qualquer tipo de esforço – ou eventuais ações eticamente duvidosas – com o intuito de atingir seus objetivos práticos) constituem a elite, aquele grupo que se destaca da média e a quem caberia direcionar a vida em sociedade. Deveriam fazê-lo em nome dos interesses de todos. Sabemos que não agem assim e que só cuidam de seus próprios interesses. O que também precisa ficar claro é que não cuidam dos interesses dos outros membros da sua casta: pessoas bem sucedidas disputam tudo umas com as outras. Não há solidariedade alguma entre os sócios de um iate clube e todos disputam para saber quem será o proprietário do maior barco. Há mais solidariedade entre os integrantes de um bairro de periferia do que nos edifícios de luxo.
A elite não é homogênea: existem os mais ricos (empresários, profissionais liberais bem sucedidos, artistas e esportistas destacados etc.) e também os que se destacam pela atividade intelectual (professores de ciências humanas, cientistas, artistas plásticos etc.). Padecem de uma rivalidade entre si, sendo que estes últimos costumam se considerar como humanistas, mais preocupados com os destinos da maioria da população e gostam de se exibir como portadores de um saber superior. Os ricos não suportam estar em condição de inferioridade em relação a quem quer que seja; os mais voltados para o saber também não! Assim, ricos disputam entre si e com os intelectuais; os intelectuais disputam entre si e com os ricos (usam as citações bibliográficas, com a mesma virulência com que os ricos usam o dinheiro). Entre os membros da elite quase não existem amigos.
Os mais bem sucedidos vendem a imagem de que são pessoas mais felizes; não é verdade. Uma avaliação acurada mostra que são pessoas que, durante os anos da infância, compreenderam que não eram dotadas da quota de privilégios inatos que gostariam e que não se destacariam de forma automática. Graças à inteligência privilegiada, passaram a se considerar como altamente desfavorecidas, posto que queriam possuir tudo que é tido como o melhor. Alguns eram mais baixos; outros menos aptos para os esportes; outros ainda portadores de um nariz inadequado; e assim por diante. Usaram suas potencialidades e as transformaram em atividades que também geram destaque, suprindo assim as frustrações que tanto as amarguravam.
A fórmula seria mais ou menos assim: crianças (e depois adultos) frustradas em sua vaidade (já que não chamavam a atenção e se destacavam da forma como acontecia com alguns outros) e portadoras de um tipo de inteligência que não aceita com docilidade suas limitações e imperfeições, desenvolvem uma enorme frustração por não terem sido tão favorecidas pelo destino quanto gostariam. Decidem que irão se empenhar, alguns usando apenas meios lícitos e outros quaisquer meios, para reverter sua condição. A isso se chama de ambição, postura altamente estimulada por nossa cultura (pouco atenta ao caráter duvidoso de sua motivação). A ambição traz consigo competição, esforços para se destacar que faz com que os bem sucedidos se alegrem quando provocam algum tipo de desconforto (humilhação, inveja) nas outras pessoas.
Assim, talvez esta seja uma das vias pelas quais caminhem as piores emoções e as mais nefastas ações que presenciamos em nossa vida social. Se a vaidade estivesse envolvida apenas neste tipo de desastre, já seria uma emoção a ser melhor estudada e compreendida. Mas ainda tem muito mais...
Livro relacionado ao assunto:

Sunday, October 04, 2009

* AMAR É ... sorrir junto , é chorar junto , é sempre guardar a esperança de que tudo será melhor , nos pequenos gestos de carinho ...

O que é o amor?
É sentimento. É estado d´alma?
E como buscá-lo, como vivê-lo. desde que todos os grandes Espíritos que vieram à Terra disseram ser ele o caminho seguro?
Os conceitos atribuídos ao amor são inúmeros. As discussões filosóficas tornam-se sem fim.

Porém, o que realmente precisamos conhecer é sua prática, sua vivência em nossos dias.
A compreensão maior virá como consequência, como se precisássemos estar em seu íntimo para finalmente descobri-lo.
O amor é o sacrifício pelo próximo que, aos olhos do mundo, é pesado, é difícil, mas para quem ama é leve, gratificante.
Amar é interessar-se pela vida do outro, é perguntar: Como foi seu dia? É questionar: Você está bem? E estar realmente atento para ouvir a resposta.
Amar é modificar nossa rotina para ouvir um amigo, fazer-lhe uma visita, levar notícias boas.
Amar é reunir a família, sem a necessidade de uma comemoração especial, apenas para celebrar a presença de todos, para fortalecer os laços.
Amar é adiar um sonho para atender as necessidades de um filho, de um pai, de uma mãe.
Amar é respeitar as opiniões dos outros, mesmo que elas sejam diferentes das nossas.
É abraçar os familiares, não apenas quando celebrem aniversários, ou conquistas, mas sempre que o coração lembrar do quanto se querem bem.
Amar é chorar junto. É sorrir junto. É sempre guardar a esperança de que tudo será melhor.
Amar é saber dizer sim. É saber dizer não. É saber ouvir um sim, saber ouvir um não.
Aqueles que amamos jamais serão um peso em nossas vidas. Pelo contrário, serão eles que nos farão mais leves. Serão eles os agentes que farão com que nossa consciência esteja satisfeita, que nosso íntimo receba energias revigorantes do Alto, fazendo-nos mais felizes.
O verdadeiro amor não está distante. Não está apenas nos romances literários, nos poemas inspirados, nas imagens dos sonhos. Ele está conosco nos pequenos gestos de carinho, nas gentilezas inesperadas, nas renúncias.
O verdadeiro amor não está distante. Ele aguarda apenas que as mãos fortes da vontade o alcancem, e concedam-lhe a chance de respirar os ares do mundo.

* * *
Os Espíritos Superiores nos ensinam que amar, no sentido profundo do termo, é o homem ser leal, probo, consciencioso, para fazer aos outros o que queira que estes lhe façam.
É procurar em torno de si o sentido íntimo de todas as dores que acabrunham seus irmãos, para suavizá-las.
É considerar como sua a grande família humana, porque essa família todos a encontraremos, dentro de certo período, em mundos mais adiantados, e os Espíritos que a compõem são, como nós, filhos de Deus, destinados a elevar-se ao infinito.

Redação do Momento Espírita, com base no cap. XI, item 10 de
O Evangelho segundo o Espiritismo, de Allan Kardec, ed. Feb.
Em 30.09.2009.

Friday, October 02, 2009

* O TANGO É TAMBÉM UM LAMENTO *

Carlos Gardel

Em ritmo de tango
Precisava de uma imagem que pudesse traduzir toda a sensualidade, sedução e finesse do tango... não deu outra... olhei para este botão e entendí tudo. Um ritmo quente e apaixonado...

E não tem como falar de tango, sem pensar em Buenos Aires, Carlos Gardel... e a luz do cabaré... lembro do meu papai que sempre foi apaixonado por música e me ensinou tudo sobre Carlos Gardel... então encontrei a tradução perfeita***Carlos Gardel - (Herivelto Martins/David Nasser)"Tango, bandoneon, uma guitarra que gemeNum ritmo de amor desesperadoUm cabaret que fecha suas portasUma rua de amor e de pecadoUm guarda que vigia numa esquinaUm casal que anda a procura de um hotelUm resto de melodiaUm assobio uma saudade imortalCarlos GardelCarlos GardelBuenos Aires cantava no teu cantoBuenos Aires chorava no teu prantoE vibrava em tua vozCarlos GardelO teu canto era a batuta de um maestroQue fazia pulsar os coraçõesNa amargura das tuas melodiasCarlos GardelSe cantavas a tragédia das perdidasCompreendendo suas ouvidasPerdoavas seu papelPor isso enquanto houver um tango tristeUm louco, um cabaret, uma guitarraTu viverás tambémCarlos Gardel"

Thursday, October 01, 2009