TUA VISITA ME FAZ FELIZ

3000 postagens neste blog

3000 postagens neste blog
Search this blog - pesquisa por título

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

NESTE BLOG - 3000 POSTAGENS - POSTS DESDE O ANO DE 2006

Aqui em 'Arte é Vida', você é o principal personagem deste roteiro de músicas, de paz e amor. Obrigada pela sua presença, é valiosa para mim, se quiser, deixe sua mensagem em meu livro de visitas, abraços, Sandra

Search This Blog-pesquise aqui todo o conteúdo deste blog- 3000 postagens- só pesquisar e clicar

Sandra Waihrich Tatit

Sandra Waihrich Tatit
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

BIOGRAFIA I

Sandra Waihrich Tatit
Aniversário: 11 de Fevereiro
Signo astrológico: Aquário
Atividades: Direito , Literatura , Música e Educação
Profissão: Advogada
Local: Júlio de Castilhos : Rio Grande do Sul : Brasil
Clip de áudio
Quem sou eu
NASCI EM JÚLIO DE CASTILHOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
MÃE DE TRÊS FILHOS, RUBENS, RUSSAIKA E ANGELA. FILHA DE RUBENS CULAU TATIT E CLÉLIA WAIHRICH TATIT.
SOU ADVOGADA, CURSEI DIREITO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
CULTIVO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO, PIANO, VIOLÃO, CANTO E LITERATURA.
INTEGREI O CORAL DA UNIVERSIDADE.
LIVRO DE ARTE PUBLICADO, "UMA NOVA DIMENSÃO DA ARTE NA EDUCAÇÃO".
CURSEI PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LATU SENSU.
VEJO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO DO SER HUMANO, UMA TERAPIA QUE AMENIZA OS SOFRIMENTOS DO COTIDIANO.
A MÚSICA É A HARMONIA DO HOMEM, A LINGUAGEM DO UNIVERSO.
INTERPRETO PIANO E VIOLÃO, APRECIO CANTAR.
POSSUO COMPOSIÇÕES MUSICAIS, PARA PIANO E VIOLÃO.
NA EUROPA, CONHECI UM POUCO DA HISTÓRIA DA ARTE, ESPECIALMENTE NA ITÁLIA.
DIZ GANDHI, "PRECISAMOS SER AS MUDANÇAS QUE QUEREMOS VER NO MUNDO".
SOU DO SIGNO DE AQUÁRIO, ACREDITO NA ASTROLOGIA E SUA INFLUÊNCIA EM NOSSA VIDA E PERSONALIDADE.
PRETENDO ESCREVER AQUI NO BLOG, SOBRE DIVERSOS TEMAS E POESIAS, TAMBÉM PUBLICAR TEXTOS RELEVANTES DE OUTROS AUTORES.
ESCREVO POEMAS, É UMA FORMA DE DAR MAIS LEVEZA À VIDA. PREGO A ARTE COMO UMA UMA VIDA DENTRO DA PRÓPRIA VIDA QUE SE ETERNIZA PELO ESPÍRITO, UMA LINGUAGEM UNIVERSAL.
UM TRIBUTO A CAMÕES NESTA FRASE ,"CESSA TUDO QUANTO A MUSA CANTA QUANDO UM PODER MAIS ALTO SE AGIGANTA."
Interesses:
ARTE E MÚSICA
DIREITO E EDUCAÇÃO .
Filme favorito
"FREUD ALÉM DA ALMA".
Música favorita
A CLÁSSICA " SONATA AO LUAR " DE BEETHOVEN.
Livros favoritos
" O PROFETA " DE GIBRAN KHALIL GIBRAN . GOSTO MUITO DE LITERATURA ORIENTAL. "OS HETERÔNIMOS" DE FERNANDO PESSOA (Poeta Português). OS POEMAS DE NOSSO POETA OLAVO BILAC
ME FASCINAM
COMO "A VIA LÁCTEA E BENEDITICE". CECÍLIA MEIRELES E LYA LUFT
MINHAS GRANDES MUSAS DA POESIA . "O ATENEU" DE RAUL POMPÉIA . A "DIVINA COMÉDIA" DE DANTE ALIGHIERI
"DON QUIXOTE DE LA MANCHA"
DE MIGUEL DE CERVANTES. QUERO RENDER UM TRIBUTO À MAGISTRAL LITERATURA DE CAMÕES EM " OS LUSÍADAS . "

SEJAM BEM VINDOS AMIGOS!


Arte é Vida e Educação

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

BIOGRAFIA II

Sobre Mim
Advogada
Universidade Federal de
Santa Maria

Brazil

Artes
Música-Piano-Violão
Literatura

ARTE É VIDA
A Arte é Linguagem Universal

•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•♫♪•♫♪•♥
•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•

Advogada
Produtora Rural
Agropecuária - Agronegócios
Arte-Música - Piano Violão e Literatura
Aprecio as pessoas transparentes e verdadeiras. As relações humanas me cativam, direito, justiça e paz
são minhas trajetórias de vida, ajudar o ser humano o máximo que me seja permitido, sentindo a beleza de minha vocação e o apelo do mundo atual à disponibilidade de minhas energias. Meu primeiro livro publicado 'Uma Nova Dimensão da Arte na Educação'. Na Europa conheci a História da Arte. Na Itália, França. Espanha, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria e Suiça. Cursos e estudos na área artística e 'História da Arte'.
Sou membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Estado do Rio Grande do Sul.
Cursei a Escola Superior do Ministério Público e Pós Graduação em Educação Latu Sensu, minha tese foi sobre a Arte e a sua Dimensão no Ensino. Possuo composições musicais de minha autoria, música e letra.
Também alguns vídeos, os quais se encontram no youtube. Mensagens que circulam na internet, formatadas e sonorizadas. Músicas gravadas em seleção e editadas, para sites ou audiência .
Sou funcionária pública do Estado do Rio Grande do Sul.
Brasil.
Creio na Educação como a forma de melhorar o mundo e o ser humano, a Arte na Educação, como uma libertação e incentivo à aprendizagem mais eficiente. Na Arte Terapia, como forma de cura e amenização de conflitos existenciais. Na música, como a Linguagem Universal. Arte Pura como uma vida dentro da própria vida, se eternizando pelo Espírito.
Os artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir. Arte é Vida.
Sou mãe de três filhos, Rubens, Russaika e Angela.

'Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita.Tem o peso de uma lembrança.Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros'.
Clarice Lispector

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA...

Status de relacionamentoDivorciada

Informações de contato: swrichtat@terra.com.br

Endereço
  • Santa Maria, Brazil

Site

E-mail
  • swrichtat@terra.com.br

Facebookfacebook.com/sandra.waihrichtatit

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

DIVINA MÚSICA

Divina Música!
Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
E do Amor.
Sonho do coração humano,
Fruto da tristeza.
Flor da alegria, fragrância
E desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
Confidenciadora de segredos.
Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
E dos grandes realizadores.
Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
Das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
Que exulta num mundo de sonhos.
Encorajadora dos guerreiros,
Fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.
Ó música.
Em tuas profundezas
Depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
E a ouvir com os corações.

Gibran

MEUS BLOGS / SITES


MINHA PÁGINA NO FACEBOOK
facebook.com/sandra.waihrichtatit

CAMINHOS DA ARTE
http://sandrawaihrich.blogspot.com/

MEUS POEMAS DE IMPROVISO
http://aquariussandra.blogspot.com/

CAMINHOS SUBLIMES
http://caminhossublimes.blogspot.com/

EDUCACIÓN POR EL ARTE-MEU NOVO LIVRO
http://wwweducacionporelarte.blogspot.com/

BLOG TERRA
http://sandra737.blog.terra.com.br/

ARTE É VIDA
http://www.sandrawaihrichtatit.blogspot.com/

MEUS RETALHOS DE VIDA
http://meusretalhosdevida.blogspot.com/

VÓ NEZA
http://voneza.blogspot.com/

MINHAS LÁGRIMAS CONTIDAS
http://minhaslagrimascontidas.blogspot.com/

NOSSA GRUTA PREFERIDA
http://nossagrutapreferida.blogspot.com/

VÍDEOS E SLIDES
http://textossandravideos.blogspot.com/

ASTROLOGIA
http://aquarius-gemini.blogspot.com/

MY LIFE IS MADE OF MOMENTS
http://sandramoments.blogspot.com/

FAZENDA DO HERVAL
http://agropecuariagirassois.blogspot.com/

SINFONIA DE SENSUALIDADE
http://sinfoniadesensualidade.blogspot.com/

MSN SPACES LIVE
http://rurusan.spaces.live.com/

POESIAS E BIOGRAFIAS
ESSÊNCIA POÉTICA

MEU TWITTER
http://twitter.com/sandrawaihrich/

ESTATÍSTICAS
http://www.geovisite.com/pt/directory/artes_musica.php

DESABAFOS
http://whaareyoudoing.blogspot.com/

SITE 1oo CANAIS DE JORNALISMO INDEPENDENTE
http://100canais.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

SITE VERSO E PROSA
http://versoeprosa.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

EDUCADORES DO BRASIL
http://educadoresdobrasil.ning.com/

MY FACEBOOK
http://pt-br.facebook.com/people/Sandra-Waihrich-Tatit/100000404958625

E-MAIL PARA CONTATO
swrichtat@terra.com.br

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS-ASSINAR
http://users3.smartgb.com/g/g.php?a=s&i=g35-65896-01

POLÍTICA SEM ÉTICA
www.politicasemetica.blogspot.com

DIGITAL ART

DIGITAL ART
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

GUESTBOOK - SIGN HERE

GUESTBOOK - SIGN HERE
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS
FELIZ COM TUA VISITA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA
Grandes verdades são traduzidas pelo silêncio

ARTE É LIBERDADE

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL
"Os Artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir" ... Ezra Pound

REGISTRAS TUA PRESENÇA CLICANDO NA ROSA

ARTE É AMOR E LUZ

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran
Na dimensão daquilo que pensamos ou sentimos não há lugar ou tempo definidos ...

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
ARTE É VIDA E AMOR

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS

NEW MAP-MAPA DE VISITANTES ON LINE

VISITAS ON LINE

CORAGEM DE SONHAR

"O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos"
Paulo Coelho

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIGOS SEGUIDORES DO BLOG ARTE É VIDA - FALLOWERS

"Tudo quanto vive, vive porque muda; muda porque passa; e, porque passa, morre. Tudo quanto vive perpetuamente se torna outra coisa, constantemente se nega, se furta à vida."
Fernando Pessoa.

'Não queremos perder, nem deveríamos perder: saúde, pessoas, posição, dignidade ou confiança. Mas perder e ganhar faz parte do nosso processo de humanização'

Lya Luft


ARTE É VIDA - TRADUTOR

ARTE É VIDA - TRADUTOR
TRADUTOR INSTANTÂNEO-52 IDIOMAS-clique no livro acima

PAIXÃO E SILÊNCIO

PAIXÃO E SILÊNCIO
Blog Sinfonia de Sensualidade

CORAÇÃO E PAIXÃO

CORAÇÃO E PAIXÃO
" A Paixão, que não seja imortal posto que é chama, mas que seja eterna enquanto dure." Vinícios de Moraes

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA E LUZ

ARTE É VIDA E LUZ

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER
SANDRA WAIHRICH TATIT - NOVAS POSTAGENS - NEW POSTS

Friday, October 31, 2008

"TALVEZ UM DIA" , Fernando Reis Costa , poeta português , Coimbra , Portugal

Talvez um dia
Fernando Reis Costa

Talvez um dia, quem sabe!...
Possamos viver o nosso sonho
E acordar na mais feliz realidade!...

Talvez um dia, sim, a felicidade
Nos torne o dia-a-dia mais risonho
E passemos a ser felizes de verdade!

Talvez um dia, então... quem sabe!
O amor virtual, algo medonho,
Seja um real amor, não amizade!...

Talvez um dia alguma divindade
Em bom destino assim nos ponha
No mesmo doce lar da felicidade.

Talvez um dia, em tal unicidade,
Seremos "dois em um" no mesmo sonho.
E nesse dia, então, morre a saudade!...
***
Depois...
E esse dia chegou! Pois na verdade
Alguma divindade me escutou
E o sonho se tornou realidade!

Fernando Reis Costa , poeta , amigo de Coimbra , Portugal .

*Acabo de receber este lindo poema do querido amigo , poeta Fernando , a maneira que encontrei de agradecer foi publicá-lo , aí está para vocês verem a grande sensibilidade deste lindo poeta .

Thursday, October 30, 2008

CUMPRE A TUA SENTENÇA POIS É TRANSITIVO O CÁLICE

Wednesday, October 29, 2008

NOSSA SENTENÇA DE VIDA

O cálice da vida transcorre e transborda , independente de nossa vontade e de nossas expectativas , é transitivo nas dores e tristezas , tudo vem e passa , acontecimentos inusitados nos assaltam e amedrontam , ficamos muitas vezes dependentes de circunstâncias inevitáveis , efêmeras porém pesadas , elas transcorrem alheias à vontade dos seres que as vivenciam . Nosso destino é implacável em muitos momentos , nada podemos contra sua determinação imposta , resta-nos apenas a resignação e a prática constante do amor , amor ao ser humano , amor à vida que apela nosso aperfeiçoamento e nossa parcela de colaboração . Cada dia é um desafio , uma sentença a cumprir , cada manhã um ato heróico , em cada amanhecer um improviso , em cada saudade um conformismo . Perdemos nossos seres queridos e choramos , voltamos a caminhar , as perdas inevitáveis nos assaltam e , ao vermos e sentirmos nossa pequenez , capitulamos e nos entregamos ao Poder Maior , que nos norteia em nossas mais profundas pretensões terrenas . Somos um e somos muitos , somos a eterna síntese dos tempos , sonhamos , caminhamos e desistimos , muitas vezes persistimos e nos lançamos arrebatados ao alcance de nossas grandes metas , de nossas colheitas e de nossa profunda essência , nosso cálice e a nossa sentença . O dia após dia maltrata nossos corações , tristes ou já cansados , muitas vezes desamados , testando a nossa resistência , nos sentimos então , limitados diante das forças maiores de nosso ser interior que transcende às adversidades . Nossa meta é seguir adiante , de nada adianta a estagnação , precisamos equilibrar o nosso movimento na dimensão terrena , cumprirmos a nossa sentença de vida , pois é transitivo o cálice das nossas provações , nada é definitivo neste estágio finito , a transitoriedade nos assusta e nos intimida , na transitoriedade das horas e dos tempos , nossa fé grita e nos administra em nossas agruras . Ainda que de muito alto possamos cair , mais alto há de ser o nosso ressalto e , certamente mais longa e eternizada a nossa permanência na memória inexpugnável da vida , na taça dos nossos melhores dias , no cálice de nossa sentença .

Sandra Waihrich Tatit
Direitos Autorais Protegidos
Lei 9610/98

A ARTE DE DIZER NÃO

A ARTE DE DIZER NÃO
São cada vez mais frequentes os casos infelizes que envolvem crianças e adolescentes. Sequestro, drogas, alcoolismo, violência, sexo irresponsável, consumo desenfreado. Comenta-se: onde estavam os pais? O que deixaram de fazer? Prefiro dizer: porque nossa sociedade está tão fragilizada? É simples: sacrificamos nossos valores éticos em função de nossa fraqueza emocional. Somos inseguros, não sabemos com clareza quem e como somos, nossos valores pessoais, e isso reflete em não sabermos o que queremos para nossos filhos. Rezamos pela cartilha social – boa escola, atividades extracurriculares, bens de consumo; isso pode, isso não pode. Mas sem consistência, porque tememos a rejeição dos filhos e do grupo social. Egoístas e vaidosos, preferimos ser “legais", isto é, permissivos, sob a desculpa de que criança contrariada fica traumatizada. Disfarçamos nosso sentimento de culpa sob a aura de vítimas por trabalharmos o dia todo, até mais do que seria necessário, em nome do conforto e um futuro melhor, e esquecemos do presente, que é o realmente conta. Jogamos às costas de nossas crianças e jovens decisões impossíveis de serem tomadas, exatamente por seus valores éticos e morais ainda estarem em formação, baseados no exemplo de nossos valores. Brincamos com sua auto-estima, exigindo-lhes atitudes incoerentes comsu a maturidade. O verdadeiro amor é muito mais do que a banalidade de satisfazer uma vontade, de “se matar para dar o melhor”. Ele dá segurança, orientação, aconchego e compreensão, com dignidade e firmeza, porque a vida é feita de desafios e limitações e só assim ele treina adultos responsáveis. Quando se diz "não" a um filho, é importante deixar claro que tal atitude se refere ao fato e não à sua pessoa ou ao seu valor como ser humano. Para isso, é fundamental saber-se o porquê da negativa, assim como confiança em si próprio e muita determinação e coragem para bancar o que foi estabelecido. Dizer “não” a uma criança ou jovem é como remover um esparadrapo: dói menos se for tirado rápido e com firmeza. Depois então, atrair sua atenção para outro fato. Assim: André e sua mãe, grávida e cansada, passeiam no parque. Ele pede colo. Ela diz:- “André, mamãe está muito cansada para carregá-lo, mas vai segurar sua mão enquanto caminhamos, assim você poderá tocar as flores do jardim.” O limite foi colocado sem o peso do “não”. A mãe valorizou-se – sabe o que quer – e ao seu filho, fazendo o melhor para ele. Isto é orientar e respeitar, formar cidadãos lúcidos e responsáveis. Com muita coragem e sinceridade, analise-se, reveja seus valores e comportamentos, qual tem sido o seu resultado. Então, inicie a nova caminhada em direção a relacionamentos harmônicos e felizes, não só com seus filhos mas em todos os aspectos de sua vida.
por Eda Cecíllia Marini - edacm@terra.com.br

Tuesday, October 28, 2008

SUEÑOS DE GENTE MADURA

Sueños de gente madura
© Letícia Thompson
Maduro no es quien ya estuvo tiempo suficiente en la vida; es quien tiene vivencias, que pueden no estar necesariamente asociadas a la edad.
Todo en la vida es encanto cuando ingresamos en la adolecencia. Todos los sueños son posibles, todo es fiesta y el paraíso parece estar al alcanze de nuestras manos. Hallamos que el primero amor va a durar para siempre, que vamos a evoluir en el trabajo, que las personas con las cuales convivimos serán siempre sinceras y gentiles.
Un día, somos puestos delante de los primeros obstáculos: perdemos nuestro amor, anochece en el paraiso, descubrimos que necesitamos competir y trabajar duro para llegar a algún lugar y que ni todas las personas quieren nuestro bien. Nuestros sueños se quiebran y adquirimos experiencias, nos volvemos adultos, maduramos. Y duele. Dolemos nosotros, duele nuestro ser, duele la vida.
Algunas personas desisten, se cansan de los desengaños y déjanse llevar. Nunca crecen, nunca construyen nada. Descreen de los sueños e de su poder mágico. Envejecen prematuramente, vuélvense gruñonas y mal humoradas. El mundo está lleno de ellas.
Sin embargo, hay personas maduras que todavía sueñan. Sólo que es un sueño distinto. Jóvenes sueñan construir, comenzar, conquistar. Ellas sueñan reconstruir, recomenzar, reconquistar.
Personas maduras sueñan despues de haber vivido, después de haber quebrado la cara, de haber tenido decepciones, de haber tenido pesadillas, aunque ya hayan enfrentado la dura realidad de que ni todos los sueños se realizan. Pero ellas saben que vale la pena soñar. Y aún sueñan... conscientemente!
Aman de nuevo, de nuevo y de nuevo!...
Caen, recomenzan y recomenzan a cada vez que caen.
Creen siempre que en la próxima vez va a ser diferente.
Colocan sus sueños en las manos y no los largan! Generalmente, esas personas viven más tiempo y el tiempo que viven es bien más aprovechado. Son idealistas y benditas!
Las personas maduras que aún sueñan son el sueño de la vida, son la proyección de los mejores deseos de Dios aquí en la tierra.

Letícia Thompson

Monday, October 27, 2008

NÃO SEI - Cora Coralina


Não Sei
Cora Coralina

Não sei se a vida é curta
ou longa demais para nós.
Mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe;
Braço que envolve;
Palavra que conforta;
Silêncio que respeita;
Alegria que contagia;
Lágrima que corre;
Olhar que acaricia;
Desejo que sacia;
Amor que promove;
E isso não é coisa de outro mundo.
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela não seja nem curta,
nem longa demais.
Mas que seja intensa, verdadeira e pura
enquanto durar.
“Feliz aquele que transfere o que sabe ...
... e aprende o que ensina.”


Castelo dos Sonhos
27 Outubro 2008

SOFRIMENTO PRODUTIVO E IMPRODUTIVO

Por: Flávio Gikovate , médico psicoterapeuta e escritor

Sofrimento produtivo e improdutivo (II)

Podemos tentar classificar nosso sofrimento íntimo como normal ou patológico, condição à qual voltarei no próximo artigo. Trata-se de uma avaliação complexa e difícil. Podemos pensar em tristeza com causa objetiva determinante e estados depressivos (tristeza e depressão são, hoje em dia, usados como sinônimo) definidos antes de tudo por alterações na química cerebral. Não se deve subestimar a dificuldade presente neste tipo de divisão pois estados de alma interferem sobre a química e vice-versa.
Penso que é muito mais útil separar os estados depressivos em sofrimento construtivo e produtivo ou improdutivo e pouco útil – senão completamente inútil. Do ponto de vista prático, esta é a classificação que determina o tipo de interferência do profissional de saúde. O sofrimento produtivo é aquele que deriva da tomada de consciência de erros que cometemos: a autocrítica é sempre muito dolorosa quando, por exemplo, um empresário tem que perceber que sua situação financeira se deteriorou por força de equívocos previsíveis; dói para alguém que perdeu o parceiro sentimental por razões que poderiam ter sido evitadas, dentre tantos outros exemplos. A fase de avaliação do ocorrido é extremamente produtiva e pode levar a importantes mudanças psicológicas, melhorando as condições da vida futura. Numa situação dessas seria quase criminoso fazer uso de algum tipo de medicação que viesse a prejudicar a reflexão em toda sua profundidade.
Nos casos de luto por morte de pessoa querida a situação é diferente, já que não temos que aprender nada acerca de nossas atitudes. Talvez tenhamos muito a aprender sobre condição humana e, é claro, cabe a dor e sofrimento que, diga-se de passagem, nenhum tipo de medicamento é capaz de atenuar muito durante a fase aguda da tristeza.
Acontece que, tanto no caso da autocrítica útil e construtiva quanto no luto necessário para melhor entendermos nossa condição, pode acontecer do estado depressivo se estender para além do útil e conveniente. No caso do empresário que aprendeu com seus erros, é claro que ele terá que sair do estado depressivo e ir atrás de salvar o que restou de seus negócios. Para conseguir fazer isso é preciso que esteja um pouco mais disposto. Isso vale para quase todas as condições depressivas que se prolongam para além do que é produtivo e útil. Aí cabe sim tentarmos ajudar a pessoa a sair do atoleiro depressivo
(que, muitas vezes, já se tornou um fato químico) por meio do uso de medicamentos e psicoterapia
(que está indicada também na fase de autocrítica).
Nos casos em que a depressão é de origem essencialmente química, todo o sofrimento é inútil e a mente patina em medos e pensamentos obsessivos de caráter negativo dos quais nada de bom se pode extrair. Cabe lançar mão de todos os recursos hoje disponíveis para amenizar este tipo de dor que não leva a nada.

Sunday, October 26, 2008

CONTATO COM SERES QUERIDOS QUE JÁ PARTIRAM

Relaxamento -Contato com seres queridos que já partiram

Você acredita na vida após a morte? Acha que tudo acaba mesmo com a morte do corpo? Como superou as perdas de pessoas queridas? Seja qual for a sua crença, vamos imaginar....
Vamos imaginar que esse é um site dos mortos. Um local onde você tentará contato com alguém querido. Será necessário que relaxe bastante na cadeira. Feche os olhos por alguns segundos até sentir a mente tranqüila. Depois, olhe para a imagem e fixe o olhar nessa imensidão do céu. Lembre-se de alguém querido que partiu para o plano espiritual. Imagine sua silhueta, os olhos, o sorriso. Converse com essa pessoa como se você pudesse teclar com ela. Se estiver relaxado poderá ter sensações únicas : arrepios, sensação de presença, alegria, saudade. Pergunte a pessoa querida o que desejar. O contato com os falecidos é por telepatia. A pessoa querida vai ouvir de outra dimensão e, quando estiver pronto, a resposta virá. Logo depois da vivência, mentalize essa frase: "A morte não existe. Sei que o ser querido que partiu fez apenas uma viagem e está sempre comigo em pensamentos e dentro do coração. A separação pela morte é ilusória. Estou em paz e estou feliz!" Faça essa vivência quantas vezes quiser! Anote tudo o que sentiu.

Saturday, October 25, 2008

VAMOS RELEMBRAR DESIDERATA ? ...

Desiderata
Veja a seguir um poema de Max Ehrmann. Ele é dirigido a você e refere a sua existência nesse mundo. Talvez possa ajudar a refazer ou aprimorar suas crenças.
Siga tranqüilamente o seu caminho, entre a inquietude e a pressa, lembrando-se de que há sempre PAZ no silencio. Tanto quanto possível, sem se humilhar, mantenha-se em bons termos com todas as pessoas.
Fale a sua vontade, mansa e claramente, e ouça a dos outros, mesmo a dos insensatos e a dos ignorantes, pois eles, também, têm a sua história.
Se você se comparar com os outros, acabará se tornando presunçoso ou magoado, pois sempre encontrará alguém superior ou alguém inferior a você.
Desfrute as suas realizações bem como os seus planos. Mantenha-se interessado em sua carreira - ainda que humilde - pois ela é um ganho real, na sorte mutante do tempo.
Tenha cautela nos negócios, porque o mundo todo está cheio de astúcia, mas não se torne cético, porque a virtude existirá sempre.
Muita gente luta por altos ideais e por toda a parte, a Vida está cheia de heroísmos. Seja você mesmo! Principalmente não simule afeição nem seja descrente do AMOR, porque, mesmo diante de tanta aridez e desencanto, Ele é tão eterno quanto à relva.
Alimente a força do espírito que o protegerá no infortúnio inesperado, mas não se desespere com perigos imaginários.
Muitos temores nascem de grandes ilusões, e a despeito de sua disciplina rigorosa, seja gentil para consigo mesmo. VOCE É FILHO DO UNIVERSO, IRMÃO DAS ESTRELAS E ARVORES. VOCE MERECE ESTAR AQUI, e quer que se aperceba disso ou não, o Universo continua se revelando, inexoravelmente, como deve.
Portanto, esteja em PAZ com DEUS, como quer que você O conceba, e quaisquer que seja seus trabalhos e aspirações, na tremenda confusão da Vida, mantenha-se em PAZ com sua própria consciência. Apesar de todas as falsidades, de todas as fadigas e desencantos, o Mundo ainda é Maravilhoso. SEJA PRUDENTE.... SEU DESTINO É SER FELIZ ! ! !
Max Ehrmann (Terre Haute, Indiana, 26 de Setembro de 1872 — 9 de Setembro de 1945) foi um filósofo, poeta e advogado norte-americano, mais conhecido pela autoria do poema Desiderata.

Friday, October 24, 2008

ESOTERISMO - VOCÊ ACREDITA EM VIDAS PASSADAS ?

Esoterismo -Você acredita em vidas passadas?
O dogma da reencarnação está baseado na justiça de Deus e na revelação.( Livro dos Espíritos)Se Deus é tão bom, misericória e harmonia infinitas deseja que os seus filhos cheguem à perfeição. No entanto, cada individualidade tem seu ritmo pessoal. Por que algumas pessoas vivem até cem anos e outras morrem em tenra infância? Como você explica esse aparente disparate? Vontade de Deus? Acaso? Ciência? Mesmo a ciência e a genética estão sob a égide do Criador. Assim está escrito: não cai uma folha da árvore sem que Deus não tenha permitido.E as crianças que morrem de parto? Não merecem uma nova chance? E jovens que tinham tudo pela frente e, mesmo assim, morrem de maneira repentina?A pluralidade das existências é o caminho da justiça e da redenção. Através das vidas sucessivas, depuramos nossos erros , garantimos a sabedoria e obtemos o perdão. É sempre tempo de recomeçar.O véu das lembranças de outras vidas é apenas ilusório mantido pela matéria limitada e grosseira. Temos sim uma vaga intuição nem que seja inconsciente de que vivemos muitas vidas no passado.Alguns casos de reencarnação já foram comprovados pela ciência,através de lembranças espontâneas em crianças. Muitos são documentados e registrados para posterior pesquisa científica. Um relato intrigante:Nas margens do Nilo, perto de um antigo Templo construído em honra do deus Osíris pelo Faraó Seti I ,vive uma senhora inglesa de nome Dorothy Eady, considerada morta aos 3 anos de idade, que está profundamente convencida de que renasceu como uma sacerdotisa egípcia. Dorothy nasceu em 1903 no seio de uma família abastada de Londres Sul. Posteriormente chamou-se a si própria de Um Seti, a reencarnação de uma mulher que servira na corte do rei Seti. A sua lembrança de uma encarnação distante foi relatada em 1973. Quando criança devido a uma queda foi dada como morta pelo médico da família. Quando o médico saiu em busca de uma enfermeira para preparar o corpo da criança a encontrou saudável e curada. Pouco tempo depois, começou a esconder-se sob as mesas e os móveis. Pedia aos pais que a levassem para a casa. Um dia, foi com eles ao Museu Britânico, onde , nas galerias egípcias, revelou um comportamento desiquilibrado. Começou a beijar os pés das estátuas, agarrando-se aos sarcófagos e gritando numa voz estranha. Dorothy afirmou que conhecera Seti que o considerava bondoso e amável. Começou a aprender a decifrar hieróglifos e que afirmava que não estava a aprender uma lingua nova, mas a reaprender uma língua que esquecera. Casou-se com um egípcio em 1930 e foi viver no Egito. Deu o nome de Seti ao seu filho único e deu-se a si própria o nome de Um Seti- mãe de Seti.Caso interessante, mas há quem rejeite a idéia de reencarnação por conta de não haver suficientes comprovações científicas. A terapeuta e escritora Ana Sharp (que inclusive conheceu Dr. Brien Weiss, terapeuta americano que faz terapia de regressão de vidas passadas) afirmou num programa de televisão:-Se for assim vou brigar com Deus! Como vou pagar por alguma coisa que eu não lembro que fiz?Será que não lembra? Respeito a opinião da escritora, mas nós lembramos sim de tudo. Não, a nível consciente, mas nossa memória de outras vidas está devidamente registrada em nosso espírito. O espírito é a parte imaterial do ser, aquele que é eterno. Vive para sempre. Quando nós dormimos, essa lembrança pode vir naturalmente. Nós saímos do corpo e podemos viver experiências diferentes em outras dimensões.Alguém me perguntou:-Se eu mal lembro das passagens da minha infância, como posso me lembrar de outras vidas?Obviamente que seu cérebro não suportaria tantos registros. Deus é sábio. Nossas encarnações permanecem veladas em parte, para nosso próprio bem. Já pensou se você se lembra que matou a própria mãe na vida passada? Ou que seu pior inimigo reencarnou como seu filho? Suportaria todo esse pêso? Eu acredito em terapia de vidas passadas. No entanto, tem que ser feita por um profissional sério e competente. Quando for necessário desvendar vidas passadas seremos naturalmente encaminhados para esse caminho através do nosso mentor espiritual ou anjo guardião. Ou mesmo nosso espírito sempre procura o que é bom para nós. Nossa essência espiritual sempre sabe nossa origem. E, por esse motivo , as pessoas sábias afirmam:Ouça a voz da sua intuição! Obedeça seus instintos superiores!Como atua o profissional habilitado para fazer terapia de regressão de vidas passadas?Alguns , através da hipnose. Outros , através de técnicas de relaxamento consciente. Geralmente,são médicos , psicólogos ou terapeutas holísticos. A novela Almas Gêmeas de autoria de Walcyr Carrasco desenvolveu muito bem esse tema. A protagonista da novela, Priscila Fantini, através do seu personagem passou por várias sessões de regressão a vidas passadas.Como não há muita comprovação científica da terapia de regressão a vidas passadas, ainda não é aceita pela Psicologia Tradicional. Creio que está caminhando para isso, porque não podemos parar no tempo com uma postura arcaica e radical. Precisamos pesquisar, ter bom senso, mas estarmos abertos a novos campos de tratamento. O preconceito atrasa o progresso no campo da ciência.Precisamos refletir que, nem sempre a ciência atual tem elementos necessários que comprovem os fenomenos ditos sobrenaturais. Aliás, nada é sobrenatural. Sobrenatural é ter um dedo amputado e acordar no dia seguinte com o dedo completamente restaurado. Para tudo há uma explicação , mas nem tudo hoje em dia, pode ser explicado pela ciência.Algumas médiuns clarividentes têm o dom de intuir as vidas pregressas das pessoas que as procuram. Utilizam de oráculos, bola de cristal ou mesmo a leitura na taça de água.Conheço pessoas que tem aquela famosa sensação de deja vú, isto é, sentem que já estiveram em algum lugar ou que estão vivendo um episódio que já viveram antes.Pode ser uma lembrança de vidas passadas ou mesmo outra sensação. Quando dormiram tiveram a idéia do todo, porque no mundo espiritual o tempo não é medido como na Terra. Aí, em estado de vigília tem essa lembrança do período que passaram longe do corpo.A reencarnação também explica as simpatias e antipatias gratuitas. São o reconhecimento de pessoas que participaram de nossas vidas. Como explicar o seguinte:"Nossa, não fui com a cara desse homem! Ele me deu um arrepio!" Pode ser uma tênue lembrança de uma vida pregressa ou mesmo sensibilidade intuitiva. Como agir e saber se é mesmo uma lembrança ou a minha imaginação?Bom senso. Equilíbrio. Uma vida sadia pode nos proporcionar uma mente sadia,longe das ilusões da imaginação. Não se preocupe com isso. Você está aqui para viver no presente e, não no passado. Cresceu o interesse pelos caminhos espirituais. Hoje em dia, as pessoas estão mais interessadas em saber de onde vieram, pra que e por que. O número de casos de depressão, suícidio, doenças psicológicas, estress tem aumentado por conta da vida corrida e materialista. Algumas pessoas relatam ter melhorado seus dramas através da terapia de vidas passadas.Alguns profissionais , atualmente, trabalham com mapa astral onde analisam o comportamento repititivo através das vidas sucessivas.Ex: um homem tem personalidade materialista e autoritária. Afasta todos a seu redor com seu egoísmo. Numa terapia de regressão descobriu que havia tido encarnações de poder e desmando. Agora, prosseguia com os mesmos defeitos e, assim, atraía solidão e tristeza.Algumas fobias podem ser tratadas, amenizadas ou curadas através da terapia de regressão de vidas passadas.Na verdade, o que podemos mudar em nossa vida é o presente, mas ele é o resultado de todas as atitudes do nosso passado encarnatório.Só através da reencarnação compreendemos tantos dramas pessoais, doenças , acidentes e tragédias.Mesmo que você não acredite, a reencarnação é a mola da sua vida.Se estiver interessada em fazer terapia de regressão de vidas passadas se informe a respeito para não cair nas mãos de pessoas que não estão preparadas para tal. A reencarnação é a Eternidade! Não morreremos nunca! Viveremos muito ainda na Terra, ou mesmo em outros mundos até sermos puros e perfeitos!Isso não o alivia de alguma forma? Não lhe traz a confiança no amanhã e a esperança certeira de que todos nós vamos reencontrar um dia, aqueles que se foram e nos são tão caros!É a esperança da vitória do Bem e, que , um dia todos nós seremos pessoas iluminadas!
Bibliografia:O grande livro do maravilhoso e do fantástico, Seleções do Readers Digest - pág. 384- A sacerdotisa do Nilo.O Livro dos espíritos, Editora Boa Nova- Allan Kardec -pág.88, pergunta 171.Magnolia Francisca.
Reencarnação e Problemas psicologicos como: depressão, pânico, etc.
Sandra Cecília

IMPUNIDADE E DESCONFIANÇA

Impunidade e desconfiança
Por Pedro J. Bondaczuk
Uma das características marcantes da interminável e crônica crise que o País, vira e mexe, atravessa, que é, sobretudo, moral, é a acentuada tendência que as pessoas têm para fazer prejulgamentos. Não raro, a mera suspeita, sem provas e sem a devida fundamentação nos fatos, é suficiente, entre outras coisas, para a imprensa rotular uma pessoa de corrupta, ou de caloteira, ou de incompetente, ou de criminosa etc.Há casos e mais casos desse tipo de ocorrência, tão conhecidos que se torna até desnecessária sua menção, com conseqüências danosas, não raro irreparáveis, para a honra e a credibilidade dos atingidos. Basta citar, apenas, o mais emblemático deles: o dos proprietários da Escola de Base, de São Paulo, crucificados, vilipendiados, enxovalhados e humilhados pelos meios de comunicação, por alegado abuso sexual cometido contra um garotinho de 4 anos de idade e que, ao cabo das investigações, se comprovou que eram absolutamente inocentes. Até hoje, porém, os irresponsáveis que mancharam a reputação desses educadores, promovendo um absurdo e criminoso linchamento público do casal, permanecem impunes. Sequer se retrataram do crime de calúnia que cometeram.Apesar disso, a lógica que prevalece em nossa sociedade, infelizmente, é a de que o suspeito é que tem que provar sua inocência, quando o bom-senso e os fundamentos do Direito prevêem exatamente o contrário. Conhecido axioma jurídico preceitua que “o ônus da prova cabe a quem acusa”. Entre nós, porém, o acusado é que precisa provar a falsidade das acusações levantadas contra ele.Muita reputação já foi irremediavelmente manchada dessa forma. Basta que algum desafeto espalhe rumores minimamente verossímeis sobre o comportamento de alguém, para que esses boatos ganhem foros de verdade. Há tempos prevalece um clima de generalizada desconfiança de tudo e de todos, sobretudo de figuras públicas. É a maldita mania das generalizações. Como muitos políticos são pilhados em atos de corrupção – e, estranhamente, são os que saem, invariavelmente, impunes – passa-se, até inconscientemente, a se considerar que “todos” os políticos são corruptos. Isso, no final das contas, chancela e justifica os delitos dos verdadeiros infratores. E os honestos são tratados com ironia e menosprezo, encarados como “ingênuos”, “trouxas” e “Caxias”, e vai por aí afora.Passa-se, por conseqüência, a se considerar as negociatas de todos os tipos e calibres, de que o País é farto, meros atos de “esperteza”. Daí para a imitação é um pulo. É esse comportamento que leva as pessoas a desconfiarem de tudo e de todos. Já vão muito distantes os tempos em que a palavra empenhada ou um simples fio de barba eram garantias suficientes (e aceitas por todos) para assegurar o cumprimento de qualquer compromisso assumido, sobretudo financeiro.Hoje, mesmo documentos fartamente detalhados, meticulosamente redigidos por experientes advogados, assinados, com duas ou três testemunhas, com um ou mais fiador, com firmas reconhecidas e com registro em cartório, são tratados com suspeição. A decadência moral da sociedade é tão grande que, como disse Ruy Barbosa em célebre discurso, o cidadão “tem vergonha de ser honesto”. A culpa cabe à impunidade dos que, comprovadamente, cometem delitos de toda a sorte, desrespeitando as normas legais e os direitos alheios.A Justiça, entre nós, tem se mostrado de fato “cega”, mas somente quando os crimes são cometidos pelos poderosos e abastados, que podem contratar os melhores advogados. Em contrapartida, enxerga até demais e é de um rigor extremo com quem não conta com recursos sequer para se manter, quanto mais para custear a defesa. São muitos, por exemplo, os casos de pessoas humildes, muitas vezes famintas, punidas com pesadas penas de prisão por causa de pequenos furtos, como um tubo de desodorante num supermercado, ou uma maçã em uma quitanda ou um pacote de biscoitos em uma mercearia. O princípio constitucional da igualdade de todos os cidadãos perante a lei, há muito, está desmoralizado pela prática.Li, não me lembro onde, uma declaração do escritor Autran Dourado, que resume o que a maioria dos brasileiros pensa do seu país: “Tenho um amigo que gosta de dizer que o Brasil é um país culposo, pois tudo o que aqui acontece de ruim se deve a uma das três características de crime culposo: negligência, imperícia e imprudência”. E não é o que pensamos, infelizmente não sem uma certa dose de razão, do País? Mas esse sentimento de desconfiança e de desalento não vem de hoje. Já é bastante antigo. E, de tanto acreditar nisso, a sociedade acaba por, de fato, agir sempre assim: com negligência, imperícia e imprudência.
Pedro J. Bondaczuk é jornalista e escritor, autor do livro “Por Uma Nova Utopia”

Thursday, October 23, 2008

VERDADES ABSOLUTAS

Verdades Absolutas
Se existe verdades absolutas neste mundo, uma delas é que todos nós temos medo de sofrer.
Assim, ingenuamente tentamos controlar as situações ao nosso redor, como se isso fosse possível. Obcecados por esse desejo de nos proteger, gastamos nossa energia e nosso tempo tentando controlar os pensamentos, as atitudes e até os sentimentos das pessoas que amamos e que, sobretudo, desejamos que nos amassem.
No entanto, não nos damos conta de que a vida se baseia no imprevisível, no incontrolável, no surpreendente!
Nenhum sentimento é garantido, nenhuma conseqüência é revelada antecipadamente.
O futuro é totalmente incerto.
E apesar de tamanha imprevisibilidade, temos em nosso coração toda a possibilidade de conquistarmos o que e quem amamos, o que é muito diferente de controlar, prever ou obter garantias!
Muitas pessoas não conseguem encontrar um amor, não se entregam a uma relação Profunda e verdadeira simplesmente porque estão, todo tempo, tentando obter certezas.
As perguntas não param de gritar.
As dúvidas não têm fim e o medo de se deparar com a dor parece assombrar milhares de corações, impedindo-os de enxergar outra possibilidade, tão plausível quanto à de sofrer.
Será que ela me ama?
Será que vale a pena perdoar e tentar de novo?
Será que ela não vai me trair?
Será que não estou sendo idiota?
Será que não vou sofrer mais do que se ficar sozinho?
O que será.
Eu responderia com muita tranqüilidade, não importa agora!
Na verdade, nunca importará!
A pergunta correta é: “Eu quero?”
Quando aprendermos a responder, com respeito e responsabilidade a essa simples perguntinha, teremos previsto qualquer possibilidade.
Sim, porque o amor é uma chance, uma oportunidade; não uma garantia; nunca uma certeza!
Podemos vivê-lo conforme nossa vontade, de acordo com nosso coração ou passaremos a vida inteira tentando controlar o incontrolável, garantir o incerto!
Jamais teremos como saber se o outro está sendo fiel, se o amor que sentimos é correspondido na mesma medida, se vai sofrer ou seremos felizes.
Jamais saberemos do amanhã ou do outro.
Então, que usemos nossa inteligência, a despeito de todo o medo que isso possa nos fazer sentir.
Ou seja, que possamos, de uma vez por todas, abrir mão dessa tentativa inútil de controlar o amor, a vida e o outro e nos concentremos em nós, em nosso coração e em nossos reais objetivos! Descobriremos que nos ocupar com nossos próprios sentimentos já é trabalho para vida inteira.
Descobriremos que agir conforme nossa vontade é o bastante para que nos sintamos preenchidos, embora possamos mesmo vir a sofrer.
Simplesmente porque o sofrimento é uma possibilidade tão possível quanto a felicidade!
E digo mais: só conseguiremos entrar de fato no coração de alguém, mesmo sem termos certeza disso, quando tivermos a audácia e a coragem de nos entregar ao imprevisível; quando conseguirmos compreender que a segurança é mérito pessoal, interno, sentimento que não se pode ter em relação a ninguém além de nós mesmos.
Portanto, para todas as pessoas que têm me perguntado sobre qual é o “segredo” para viver o amor sem sentir tanta insegurança, tanto ciúme e tanto medo de sofrer, aproveito este momento para responder: o segredo está em saber se você quer, se você realmente quer!
Porque se você quiser e fizer por merecer, agindo você com sinceridade, qualquer possibilidade de dor e sofrimento valerá a pena.
Porque quando a gente quer de verdade, com o coração, a magia do amor nos faz entender que sofrer faz parte do caminho e, no final das contas, é tudo crescimento, aprendizagem, evolução e, por fim, a tão desejada felicidade.
E não que ela esteja no final do caminho ou no final da vida, simplesmente porque ser feliz é isso: entregar-se ao imprevisível e aceitar a dor e a alegria como partes do amor!
E quando penso que essa entrega é realmente difícil, me lembro de uma frase que gosto muito:
“Se o seu problema tem solução, relaxe... ele tem solução. E se o seu problema não tem solução, relaxe... ele não tem solução!"
É uma frase engraçada, mas muitíssimo sábia.
Portanto, quando estiver doendo muito, não resista!
Simplesmente relaxe e aceite, pois a resposta virá!
Autor : Lázaro Queiroz de Freitas
Créditos : Luiz Affonso
Fonte : Sintonia Saint Germain

Tuesday, October 21, 2008

RELACIONAMENTO - MEDO DE AMAR

Relacionamento-Medo de Amar
Por que algumas pessoas têm tanto medo de Amar?!! Por que as coisas novas que surgem em nossa vida dão tanto medo? Medo de sofrer, de ser enganado... e principalmente, o principal Medo: o medo da perda.As coisas novas geram medo, porque não podemos controlar. Queremos deter o rumo dos acontecimentos. Não podemos controlar tudo. O parto é nascimento, mas também é um luto. A criança nasce para um mundo desconhecido, mas morre a vida dentro do útero. O local seguro e quente é substituído por outro cheio de estímulos, sons, cores e rostos. Nossa vida é feita de perdas e ganhos. Um ciclo se fecha e outro começa. Não há como evitar as perdas. As perdas mais sofridas falam de amor. Se você espera segurança no amor estará sempre infeliz e com medo. Nada é seguro nesse mundo! A segurança externa não existe, mas a confiança na capacidade de vencer os obstáculos tem que ser reforçada a cada dia. Seu escudo e fortaleza é sua alma. Tente construir dentro do seu coração, a confiança em si mesmo. Quanto mais alta a expectativa , mais medo de amar. Como Amar sem sofrer? Não eternize a dor, porque tudo é muito dinâmico. O medo vem da sua insegurança e da falta de fé no futuro. A crença num futuro melhor faz bem à saúde nos mobiliza para sentimentos saudáveis."Nunca mais entregarei meu coração a uma mulher."- afirmou um homem de 30 anos, após o abandono da mulher amada. Ela arrumou as coisas e foi embora de casa numa tarde de sábado. Motivo: ela queria casamento e não apenas morar junto. O que faltou a esse casal? Talvez um pouco mais de diálogo. Ele já havia passado por um casamento infeliz e não queria repetir a experiência. A jovem desejava casamento. Interpretou o não do companheiro como falta de amor. "Quando o coração toma parte" num relacionamento amoroso ele tem tudo para dar certo. Sair do ego e projetar-se em sentimentos únicos, benfazejos. É preciso se autoaprimorar para ser feliz no amor.A capacidade de amar não se acaba com uma desilusão amorosa. Respeite seu período de sofrimento e reclusão aceitando até o medo e a revolta. No entanto, a reciclagem da vida se faz necessária. Desperte e reaja!Qualquer sentimento ruim que perdure mais do que o necessário, compromete seus relacionamentos. O que é perdurar mais do que necessário? Quando compromete outras áreas da sua vida. Quando você se sente paralisado. O medo deve ser defesa para um perigo real. O medo nos ajuda a ter bom senso. Mal empregado paralisa a vida.A reencarnação pode explicar nossa relação com o amor e o mundo. Não é por acaso que se conhece determinada pessoa. Conscientes de que a morte não existe e da pluralidade das existências, podemos integrar esse conhecimento à nossa história de amor. A infelicidade e o medo pode vir do orgulho e o apêgo. Agarramos com força um sonho que não pode ser nosso. Insistimos em relações doentias onde não há troca e nem comprometimento. Por que? Porque temos medo de viver o novo, o desconhecido. O medo de amar vem da crença de que será sempre infeliz e sem sorte. Vem da sua imaginação. Quando a pessoa também se responsabiliza pelos seus erros e acertos dos seus relacionamentos, estará mais apta para amar com maturidade. Atrairá relacionamentos mais sadios e felizes. Sentindo-se sempre vítima da situação, não reverterá o jogo.Integre à sua vida a completa capacidade de amar do seu coração. Aceite-se tal qual é sem ilusões e estará sempre preparado para a maravilhosa aventura de amar!Se você já amou muito e perdeu a pessoa amada, faça essa vivência e se liberte do passado. Lembre-se! Todos os sofrimentos farão parte da sua maturidade psíquica e serão seu lastro para um amor maior e mais feliz!Clique no link abaixo:Libertação para a vivência do amor. Uma frase de André Luiz nos faz refletir sobre as pessoas que entram em nossa vida:"Muitas vezes a criatura complicada que se agrega à família , traz consigo marcas de sofrimentos ou deficiências que lhe foram impostas por nós mesmos em reencarnações passadas."- André Luiz, psicografia de Chico Xavier, do livro "Sinal Verde ".

Monday, October 20, 2008

Sunday, October 19, 2008

OUTRA ABORDAGEM SOBRE TRAIÇÃO

Relacionamento
Outra abordagem sobre traição
Traição - trair, atraiçoar, ser infiel...Em nossa tradição monogâmica -a traição não faz parte do acordo amoroso ou legal de um relacionamento afetivo.Está implícito num relacionamento a entrega, a confiança e o respeito. Quando esse acordo não é cumprido... E a outra parte NÃO SABE a gente diz que Fulano traiu Sicrana ou vice-versa.Na verdade, não existe um ser na Terra que já não tenha traído alguém.Traído a confiança de um amigo, do patrão, do seu partido político. Vamos incluir a traição dos votos profissionais, religiosos. É descumprir o trato e agir contra a ética estabelecida.Trabalho com aconselhamento e orientação das pessoas, compartilho segredos que jamais poderão ser comentados. Isso faz parte da ética profissional. Aprendi na faculdade.Quando lido com oráculos meu trabalho é cumprir com essa ética e NÃO TRAIR o consulente. É respeito para com o ser humano. Todos os profissionais de saúde, de exatas, humanas tem que agir de acordo com a ética própria da sua profissão.Mais do que regras estabelecidas pela lei, pela sociedade e pela nossa cultura o que é mais sagrado ainda é como funcionam nossos contratos íntimos. Você age de acordo com o que pensa? Existe equilíbrio entre as regras externas e aquelas que estabeleceu pra si próprio? A partir daí, começa a surgir algo que chamamos de paz íntima. Quando funcionamos de acordo com nosso eu mais profundo, a sensação vem naturalmente. Diferente da imoralidade e da insensibilidade. E, também, da falta de moral dos psicopatas: ausência completa de culpa e afeto. A traição pode ser também uma verdade já existente que é aflorada. Chega à superfície. Quem trai a confiança do ser amado está encontrando uma verdade dentro dele mesmo. Pode não ser a mais bonita, mais é sua verdade. Algo está precisando ser trabalhado no relacionamento. Precisando ser revisto, conversado, ponderado ou encarar a verdade mais crua: a morte do amor. Pode começar na essência espiritual do ser. O desejo e o sexo começam no espírito e encontram sua forma de expressão na matéria. Assim, também funcionam todas nossas emoções: de dentro para fora. Você pode pensar o que quiser. Pode pensar em A, mas falar B. Pode até agir de um jeito diferente do que pensou. E, com a pessoa amada, o acordo amoroso é uma troca: de valores, pensamentos e principalmente atitudes...Quando algo começa a acontecer dentro da sua mente que o outro não pode saber o processo de traição já está começando, principalmente quando envolve sentimentos compartilhados entre o casal.Li um livro sobre Materializações Espíritas. Não me lembro do autor. Havia a ilustração de um casal dormindo no quarto. Saía do corpo de ambos um fino cordão prateado que os ligava aos respectivos espíritos. Ambos dormiam juntos, mas com pensamentos e ideais diferentes. Volitaram em direções opostas em busca de outras pessoas. A origem de tudo pode começar até no plano espiritual onde estamos parcialmente livres da matéria e das amarras da carne. Não é o que você diz que representa a fidelidade, mas a sua verdade. A vontade está lá enrustida e só espera a oportunidade...Às vezes, fica apenas no plano mental. Consegue compreender o que o motiva para fazer escolhas e tomar atitudes? Por que? Para que?Atualmente, as pessoas estão muito imediatistas. Encaram os relacionamentos de uma forma descartável e muitos erros podem começar dessa forma de encarar um relacionamento. Tudo já começa errado por conta da alta expectativa e da ilusão de que o outro tem que ser você ou agir como você age.Alguns homens e mulheres acham que a traição só existe quando há afeto. Um homem de 44 anos me disse:“Sou casado, mas há cinco anos saí várias vezes com uma mulher. Não acho que seja traição, porque não a amava. Foi apenas uma aventura! Minha esposa nunca descobriu e, se sabia, disfarçou bem. Dei um passo em falso, mas descobri muita coisa a respeito dos meus sentimentos a respeito do nosso casamento depois disso”.A traição não é solução para a cura do relacionamento, mas indica um sinal de alerta.A traição é a descoberta de que algo está ocorrendo e precisa ser cuidado, analisado...Geralmente, a traição mais doída é a que ocorre no plano emocional e afetivo. Há um comprometimento da emoção e do sentimento de amor que era oferecido a outrem.Atendi uma mulher muito bonita e muita bem casada (ela me disse exatamente assim-se sentia bem casada) Mas, gostava de outro também e o marido sabia. ISSO É TRAIÇÃO? Acho que não. Ela foi corajosa e achou melhor contar a verdade e encarar de forma bem madura as conseqüências.Sabia que teria que fazer uma escolha. O peso de um triângulo amoroso é forte demais para que um relacionamento resista incólume.Se você está traindo a confiança do seu marido, da sua esposa, do seu amado, do seu parceiro... Como se sente? Descobriu a sua verdade. Algo está acontecendo no seu relacionamento ou com você mesmo e pede mudanças urgentes. E a mudança tem que partir de você mesmo. Analise bem a situação sem a inutilidade da culpa. Acho que o verdadeiro amor é ação e decisão! O amor é transparente. Não responsabilize totalmente o outro por causa de sua traição , mas você mesmo. Enfrente com muita coragem a responsabilidade sobre suas atitudes.Sente que está traindo a si mesmo? Trair pode ser falta de rumo na sua área sentimental. Indecisão. Medo de mudanças. Acomodação. Falta de coragem. Enquanto não decido vou seguindo a mesmo. Preparado para conviver com as conseqüências das suas atitudes? Mesmo que o outro nunca a venha saber VOCÊ SABE. Poderá conviver bem com isso? Quando a gente se ama sabe o que fazer e o que não fazer.Não existe o certo e nem o errado, mas atitudes que geram conseqüências. O termômetro é sua consciência, seus valores morais e espirituais. Cada um tem uma maneira de ver a vida e o amor. Perdeu a paz íntima e a serenidade depois que começou a trair? Vive ansioso, nervoso e tenso? Isso é um sinal de que não agiu de acordo com sua natureza interior. Precisa enfrentar o medo, fazer escolhas e tomar decisões.Só assim encontrará o amor e a paz que tanto procura!Fazendo um trabalho de auto-aprimoramento descobrirá exatamente o que é real e o que é apenas ilusão.Seja feliz!

A CONEXÃO ENERGÉTICA DO AMOR

Relacionamento
A conexão energética do amor
O amor num relacionamento a dois precisa de conexão. Você está conectado, sintonizado com seu amor? É se sentir intimamente ligado e profundamente empático com os sentimentos da pessoa amada. Quando acontece, o casal experimenta a magia do amor. O prazer de estar junto é descrevido como intenso. Quando as pessoas são correspondidas no seu amor costumam dizer: "Eu me sinto mais jovem e cheio de energia!" O amor é uma energia que alimenta e revigora.
A paixão revigora o corpo, mas só ela não alimenta a conexão. É uma conexão que apenas surge no ato sexual, quando os corpos estão ligados. A conexão do amor flui quando as almas e pensamentos estão ligados.
Uma sintonia , teia invisível que liga os amantes, os apaixonados. Um está encantado com o outro. A sintonia dessa conexão fica mais forte quando os dois fazem amor. No entanto, pode ser estabelecida num momento de silêncio, numa conversa animada.
Parece algo transcendental? Sim, mas você pode viver essa conexão através do dia a dia. Na bucólica união das escova de dentes . No café da manhã diário. No sorriso, no olhar cúmplice. É uma conexão de energia que está sempre por perto quando você está sintonizado no amor!
Os dois precisam estar sintonizados. Apenas um conectado ao amor não funciona! Você deseja alcançá-lo e não consegue. Os corpos juntos, mas as mentes separadas. Almas separadas. É a famosa "solidão a dois"!
Falo do campo energético que fui quando o casal está junto. Une o casal quando não está junto fisicamente. Como se as almas estivessem conectadas, fluindo de uma energia ímpar de prazer e bem estar. Como se consegue isso?
A conexão já vem pronta! Quando há sintonia, ela é ligada diretamente quando os dois se conhecem e os olhares se cruzam. Alma com alma. Espírito com espírito. É como se dissessem: "É ele!" ou "É ela!"
A profunda afinidade espiritual entre essas almas é muito parecida. Ou então, é muito diferente, mas se complementam. Uma ligação assim é rara, mas acontece. Espíritos simpáticos, almas afins. Mesmo quando o desentendimento ameaça anuviar esse céu de amor dura pouco, porque não quebra a conexão.
Quando a distancia afasta os corpos, as almas estão unidas e conectadas. Profunda confiança e admiração pelo outro. Não, não estou falando do amor platonico, mas do amor real e maduro.
Agora, essa conexão pode não vir pronta. Talvez seja a mais verdadeira. Combina com o amor arrebatado dos seres humanos. Imperfeita. Acontece e flui aos poucos como o rio que flui impassível contornando as pedras. É fabricada dia a dia na convivência, nas diferenças, na tolerância, na aceitação de si e do outro.
Essa conexão pode ser ameaçada? A magia de se sentir intimamente ligado ao outro é extremamente frágil. Uma briga, uma ofensa, a palavra que fere pode trincar esse cristal frágil.
O que acontece? A energia dos dois fica diferente, há um afastamento que pode não ser notado, mas sentido. O que faz a conexão é o amor . Quando o "amor não está no ar" outros sentimentos entram nessa conexão energética e atrapalham a conexão. Egoísmo, tristeza, ciúme excessivo, deslealdade e desrepeito.
A energia do amor produz profundo bem estar.
Quando interferências negativas ameaçam essa conexão energética do casal, há um afastamento mental e espiritual. Os dois se sentem separados. Infelizes. Não há mais tanto prazer em estar junto.
É como se você estivesse navegando na internet e de repente, a conexão cai! O que acontece? Você perde o elo e não consegue mais contato com os sites e com quem estava conversando.
No amor, os sentimentos inferiores, uma briga intensa, podem desfazer essa conexão. Ela é estabelecida por conta da confiança que um tem no outro. Quando os problemas assumem o primeiro lugar e o amor vem em segundo, a conexão fica instável.
Essa conexão energética nada tem a ver com a dependência doentia de alguns amores neuróticos. Um não sobrevive sem o outro. Um anula o outro! O que flui exatamente nesses casos não é amor, mas talvez, manipulação, desejo de poder e controle!
Existe esperança para o amor entre os seres humanos!
A conexão da internet falha, às vezes, mas está lá e é restabelecida, mas é preciso averiguar as causas.
Uma jovem de vinte e cinco anos comentou sobre o seu relacionamento com o namorado:
"Antes, se entendia apenas com o olhar. Eu sabia exatamente até o que ele estava pensando. Era tanto prazer em estar junto que , em alguns momentos, não precisávamos falar nenhuma palavra. Queria apenas sentir que ele estava ali pertinho de mim. Agora, quando estamos juntos, seu olhar está distante. Ele está presente fisicamente , mas sua alma está bem longe!"
Sinal de perigo no ar? Sim, mas cada caso é caso. Não se aflija! Cativar é palavra mágica. Conquista. Sedução. E, principalmente a aceitação do outro exatamente como ele é.
Até que as energias fiquem tão semelhantes que o casal comece a viver momentos mágicos. O casal passa por transformações físicas, espirituais e ambientais. No entanto, o amor está presente. E a conexão volta quando o entendimento se restabelece!
Algumas falhas na conexão são momentâneas , mas impedem o prazer de se sentir ligado ao parceiro: cansaço, doença, irritação e mau humor. Cuidado com esse vírus que pode matar o amor.
Mate o príncipe encantado se quiser ser feliz com seu homem! Acabe com a mulher perfeita se quiser estabelecer sua conexão mágica com a mulher amada! Falo de magia e não de ilusão! A ilusão é se apaixonar por aquilo que o ser amado não é! Amor é se apaixonar exatamente por aquilo que ele é!
E, nem sempre, o amor morre repentinamente! Pode morrer aos poucos, agonizar lentamente e você nem se dar conta disso. Só percebe que os olhares não mais se cruzam e a distancia entre o outro aumenta até que tudo se acaba! Triste, não?!
No entanto, alguns amores se fortalecem a cada obstáculo, porque não se deixam abater. Procure saber qual é o fio que religa a conexão instável. Cada casal tem seu ponto forte nesse aspecto.
Pode ser: uma palavra carinhosa, um e-mail , uma surpresa, uma viagem curta. Um sorriso de perdão. Um elogio sincero. Um abraço apertado. A dança de rosto colado. Sinalizam: "Eu estou aqui! Quero me sentir ligado a você novamente!"
Restabeleça o canal e se surpreenda com os momentos mágicos que, certamente não vão faltar! Sandra Cecília

Saturday, October 18, 2008

COMO OS SONS INFLUENCIAM O CÉREBRO

Relaxamento - Como os sons influenciam o cérebro

A influência da música em sua vida!
O organismo físico e emocional não suporta a dissonância rítmica, um perigo mortal para todos os seres vivos.A tendência natural é de acomodação do ser vivo a qualquer ruído externo próximo. E, por esse motivo, devemos evitar certos barulhos e sons se quisermos o relaxamento.A música ajuda na interiorização da mente. Estimula a reflexão. Descansa a mente. Fizeram uma pesquisa com um peixinho de aquário. Ele precisa de 43 aspirações por minuto para não morrer asfixiado. Colocaram um aparelho próximo ao aquário na frequênciade 40 tic tacs por minuto. O peixe foi para um local mais silencioso do aquário, porque seu organismo teria que se adaptar ao ruído e sua respiração iria cair. Se o ruído prosseguisse ele morreria asfixiado.Assim também acontece conosco. Os seres humanos se adaptam aos ruídos locais, principalmente o coração e a respiração.No final de qualquer balada o que o DJ faz? Começa a diminuir o ritmo, a freqüência rítmica das músicas para desacelerar os jovens. Já observou o ritmo da música das baladas e festas have? Tum, ta , Tum, como as batidas do coração. O som é tão alto e acelerado que alguns jovens tomam bebidas estimulantes, muito álcool para entrar no ritmo. O que pode ser muito perigoso para a saúde. Dançar faz bem, mas aliar drogas à dança e a música, uma faca de dois gumes.E, por esse motivo, se você sofre de insônia não ouça rock antes de dormir. Vai excitá-lo ainda mais.A música barroca induz ao relaxamento, diminui as batidas do coração e a respiração naturalmente. Está nervoso? Ouça música barroca e nem precisará induzir seu corpo a relaxar. Ele fará isso imediatamente.A música induz à imaginação.Quando relembramos algumas cenas ruins, nós estimulamos os neurotransmissores do cérebro a se comunicar com outros, como se estivessem conversando entre si. Daí surge a imagem.Neurotransmissores são substâncias químicas que ajudam na comunicação das células cerebrais.Relembre uma briga com uma pessoa amada.Nesse momento, entrarão os neurotransmissores do cérebro. Essas substâncias tem a função de ajudar os neurônios a formar imagens ligadas ao seu pensamento. Depois de alguns minutos , a cena da briga vai se materializar na sua mente e começará a sentir tudo outra vez: irritação, medo, raiva. Sofrerá novamente.Relembre uma cena bonita ou feliz e os neurotransmissores farão o mesmo. E uma imagem boa entrará na sua mente.E a sensação física será agradável!Se quiser se sentir bem - tem que aprender a pensar direito!A música apropriada ajuda nesse sentido.Quando você está com depressão, seus neurotransmissores ficam "doidos". Algumas doenças psicológicas precisam de remédios. Esses remédios tem que ser específicos para atravessar as barreiras naturais do cérebro.É muito difícil atravessar a barreira das células cerebrais, mas a MÚSICA consegue atingir os neurônios. A música atinge os neurônios, porque são ondas...E cada música, corresponde a uma cor imperceptível a olho nu, mas percebida pelo inconsciente.E, por esse motivo, algumas músicas despertam sensações desagradáveis e outras agradáveis.Quer viver bem?Deixe que a música faça parte da sua vida!Certos tipos de música ajudam a curar os sintomas da depressão,facilitam o aprendizado,amenizam o pessimismo,estimulam a mente.Quer melhorar seu aprendizado?Ouça "As quatro estações de Vivaldi".Quer relaxar e esvaziar a mente?Ouça sons da natureza, como barulho de água e cachoeira.Quer ficar reanimado?Sons da Enia, Yanni e por aí vai.Cuide do seu corpo ouvindo música!A música é vida!É saúde!

Friday, October 17, 2008

REALIDADE , VOCÊ QUER MESMO ENXERGÁ-LA ?

REALIDADE
VOCÊ QUER MESMO ENXERGÁ-LA?
Marta Magalhães
Como poderemos enxergar a REALIDADE se estamos totalmente cegos por essa "falsa realidade” que foi incutida em nossas mentes durante toda a nossa vida?
Enquanto estivermos cegos por preconceitos, crenças e principalmente pelo medo não conseguiremos ver os contornos suaves e amorosos da REALIDADE. Enquanto estivermos cegos pelo ódio, pela inveja, pelo ciúme e pela ignorância espiritual não poderemos perceber a paisagem divina que nos rodeia.
A humanidade atualmente está tão acostumada com cenas de violência, terrorismo, roubo, traição, desunião, que quando lhe dão a oportunidade de enxergar a paz, a beleza e a alegria, ela se assusta e se nega a manter o olhar firme nessa direção. Vira o rosto e diz: isso é mentira, eu não acredito, é impossível isso acontecer, e permanece assim, cega...
Será que é tão difícil se abrir para novas possibilidades? Vocês já devem ter ouvido o ditado: “Pior cego é aquele que não quer ver, não é mesmo? É preciso se desapegar da mente racional e escutar somente o coração, a intuição; é preciso ter a mente livre e o coração aberto para o novo, o inusitado.
A história da humanidade em breve deve ser reescrita, pois ela é bem diferente daquela que aprendemos nos livros da escola. Novos fatos virão à tona, retirando os véus que encobrem a nossa verdadeira origem. A ciência está muito próxima de encontrar as respostas que busca há tanto tempo, e talvez essas descobertas não sejam tão surpreendentes, pois há muito os cientistas desconfiam do óbvio: NÃO ESTAMOS SÓS NO UNIVERSO!
A REALIDADE é bem mais ampla do que os nossos olhos físicos podem ver, existem outras dimensões e também seres que as habitam. Basta pesquisar na mídia e na internet para encontrar relatos, testemunhos, fotos, vídeos e mais vídeos comprovando a existência dos nossos irmãos extraterrestres.
Muitos dizem acreditar na sua existência, mas mesmo assim têm medo desta constatação, pois isso mudaria tudo, as suas crenças e os seus conceitos. O que é até compreensível, pois durante muito tempo eles ouviram dizer que são os únicos no universo e também foram doutrinados a acreditar sem questionar em alguns dogmas religiosos que os limitaram. Dizem também que os ets são maus, que eles abduzem as pessoas, que são verdes ou cinzentos, répteis, que eles querem nos invadir, dominar, etc, etc, etc.
É claro que a criação é infinitamente diversa, mas os seres que habitam os orbes próximos ao nosso, são parecidos conosco e não são nada parecidos com os desenhos de répteis que estão espalhados pela internet. Eles também não comem carne humana; aliás, isso me lembra o mesmo discurso que a Igreja e o “sistema” usavam para descrever os comunistas há algumas décadas atrás.
Bem, o que eu quero salientar aqui é que está mais do que na hora de acordar e abrir os olhos para uma nova REALIDADE. Nossos irmãos extraterrestres e intraterrestres estão aqui faz tempo, nos ajudando a encontrar o caminho de volta prá casa, ou seja, de volta prá Luz. Eles sempre estiveram presentes durante a nossa jornada terrestre e são merecedores da nossa confiança e amor. São nossos irmãos mais velhos, mais experientes, que caminham ao nosso lado, sem exigir nada em troca, apenas nos orientando para que façamos as nossas próprias escolhas. Eles não desejam ser idolatrados e não nos dão ordens para serem seguidas. Todo o seu trabalho é baseado nos princípios universais, e tem como único objetivo libertar o ser humano do medo e da ignorância, através do despertar da Luz que existe dentro de cada um de nós.
O mundo está mudando aceleradamente, as transformações em todos os níveis já estão aí, às portas. Apesar de muitos ainda dormirem, um grande número de pessoas já consegue vislumbrar a Luz e espera ansiosamente pelo renascer da humanidade. Este é um novo começo de uma era de paz e de união, de reintegração ao Todo em consciência, onde poderemos conviver em harmonia com todas as outras humanidades, somando as diferenças, aprendendo uns com os outros com igualdade e fraternidade.
Portanto, siga o seu coração sem medo, acredite naquilo que sente e deixe que a LUZ preencha o vazio criado pela dúvida e pela sombra. O seu EU MAIOR não se engana nunca, consulte-o sempre e não aceite mais ser dirigido pelo medo imposto pelo sistema que tenta encobrir a verdade a qualquer custo. Você nunca vai deixar de ser você mesmo se seguir a VERDADE que existe dentro de você. Você só poderá enxergar a REALIDADE se aceitar o NOVO como parte do futuro, e isso está muito próximo.
No Amor e na Luz!
Marta Magalhães é Terapeuta Holística e Artista Plástica. Seu trabalho é baseado nos ensinamentos de Seres de Luz Interdimensionais que visam o aperfeiçoamento do Ser Humano através do exercício do Silêncio, do resgate dos Princípios da LUZ e da vivificação do AMOR. Encontros de Meditação e Vivências.

Tuesday, October 14, 2008

OÁSIS NO CORAÇÃO

Oásis no coração
Por Pedro J. Bondaczuk
Os conceitos fundamentais, os que dão grandeza e transcendência ao homem e que simbolizam o que ele tem de mais nobre – seu diferencial em relação às demais criaturas – ou seja, a inteligência, curiosamente, na língua portuguesa, são representados por três palavras bastante curtas, duas delas com apenas três letras: fé, paz e lei. E exatamente o mais poderoso dos sentimentos e atos humanos, aquele que é capaz, até, de “remover montanhas”, caso seja necessário, é grafado com apenas dois caracteres. Uma quarta característica, igualmente essencial, o amor (que assegura, entre outras coisas, a perpetuação da espécie) é escrito com somente quatro sinais gráficos. Curiosamente, portanto, quanto maior o sentimento, menor é a palavra que o representa. Seria intencional? Vai se saber!Desses quatro conceitos, o que mais me desperta reflexão e que tenho dificuldade de entender – e por isso, de explicar – é a fé. É acreditar, sem restrições, no invisível, no impalpável, no improvável, enfim, no inacreditável. Para que isso se torne possível, é necessário que se tenha inquestionável convicção no objeto da crença: pessoa, acontecimento e, principalmente, em Deus.Temos que ter total confiança, como, por exemplo, a do trapezista que, sem nenhuma rede de proteção, se projeta no espaço, sem qualquer apoio, na certeza absoluta que seu parceiro o irá aparar no ar com segurança, impedindo que se precipite ao solo e venha a sofrer graves ferimentos, quando não a morte. Se pairar a mínima dúvida, a menor incerteza, é melhor que sequer tente a façanha. Muitos tentam e se dão mal.Nunca consegui entender, também, os que se confessam ateus. É verdade que não podemos ver Deus. Não sabemos qual é o Seu aspecto, quais são Suas feições (se é que as tem), como são Seus olhos, qual o timbre de Sua voz etc.etc.etc. Mas os indícios de Sua existência, onisciência e onipotência são irrefutáveis. Por exemplo, se estamos neste planeta, óbvio, é porque ele existe. Se existe, alguém o criou (e a nós também, claro). E essa esfera, meio ovalada, de cores azul e branca quando vista do espaço, é apenas um ínfimo, infimíssimo fragmento de um todo, que é o universo.Como não acreditar em tudo isso?! Como achar que nós e tudo o que nos rodeia somos meros frutos do acaso?! Se formos, então o “acaso” é uma das tantas designações para a divindade. Pois não importa o nome que Lhe dermos – se Jeová, Alá ou Tupã, ou outro qualquer que nos venha à cabeça. Importa o conceito. Importa que Ele existe, é eterno, onipotente, onisciente e onipresente, entre outras coisas. A fé, porém, ao contrário do que os tolos apregoam, não é cega. É fundamentada numa convicção indestrutível, como a do trapezista, que confia, sem vacilar, no parceiro. Tem bases sólidas, inabaláveis e irremovíveis, tendo por matéria-prima a lógica. Prende-se muito mais à intuição, que é poderosa, do que à comprovação, que é frágil, e ao conhecimento humano, escassíssimo (e o homem, tolo, se julga tão sábio!). O poeta libanês, Gibran Khalil Gibran, numa feliz metáfora, compara o coração (encarado, também metaforicamente, como a sede do entendimento e dos sentimentos), a um vasto e desolado deserto. Por ele viaja, exausta e meio perdida, a “caravana do conhecimento”, em busca de um oásis, para refazer as forças e poder completar a travessia. E este, no entender do escritor, é a fé. E não é?! Há maior refrigério para os aflitos e desesperados do que este? Claro que não! Os poetas, sempre os poetas... Com seu jeito aparentemente irracional, são capazes de explicar, como quem não quer nada, conceitos que os doutos filósofos, os arrogantes sábios e os cientistas de todas as ciências se mostram incapazes. Quanto à fé, são incontáveis, por exemplo, os casos de pessoas que, com doenças incuráveis, desenganadas pela Medicina, se recusaram, no íntimo, a aceitar esse veredicto. Acreditaram na cura, sem nutrirem a mais leve dúvida e, para o espanto (diria, estupefação) dos médicos (que jamais encontraram explicações racionais para essas súbitas reversões de expectativas, contrárias à natureza e a tudo o que aprenderam), tiveram a saúde restabelecida e viveram, anos e mais anos, saudáveis e produtivas, após esse dramático episódio.Por que? Porque acreditaram, sem a mínima vacilação, de coração, corpo (literalmente, em cada célula do seu organismo) e alma que isso iria acontecer. Foram trapezistas que se projetaram no vazio, na certeza de que seriam “aparados” no ar pelo parceiro. E, de fato, foram. Fé... É uma palavrinha tão pequena, de duas letras somente, e com tamanho poder! Como explicar? E precisa de explicações?!
Pedro J. Bondaczuk é jornalista e escritor, autor do livro “Por Uma Nova Utopia”

Friday, October 10, 2008

AS COISAS ACONTECEM NA HORA CERTA

Confie...
As coisas acontecem na hora certa. Exatamente quando devem acontecer! Momentos felizes, louve a Deus. Momentos difíceis, busque a Deus. Momentos silenciosos, adore a Deus. Momentos dolorosos, confie em Deus. Cada momento, agradeça a Deus.

Thursday, October 09, 2008

UM POEMA PARA CARMINHA


Lutadora e Guerreira ,
Ela realiza a sua grande tarefa ,
Buscando em cada amanhecer ,
Um novo sol a murmurar em seu despertar,
A vida nasce nova à cada aurora ,
Murmurando ao céu que brilhando está
Nesta manhã de primavera ...
Onde o canto que era saudade ,
Renascerá !
Seu lamento é de luta e de serenidade ,
E a vida grita seu esplendor...
Seu amor ...
Ela conduz sua vida levando aos outros
A sua semente de paz !
Em cada sol que nasce , se renova e comprova
Sua doce missão na terra.
Em cada amanhecer ,
Evangeliza e suaviza as dores e dissabores
De um mundo , repleto de horrores ,
Ela vê as flores , canta e ornamenta de encanto
E de carinho quem a circunda ...
Seus tambores de guerra ,
São as suaves batidas cadenciadas
De seu coração generoso.
O humanismo de suas pregações ...
A dor em suas emoções ,
As lágrimas sentidas ,
Pregando as verdades e plantando o amor.
O amor desta vida!
Carmen menina , Carmen criança ,
Carmen anjo ...
De tranças ainda ,
Relembra os tempos de outrora ,
Quando lá fora já buscava a paz para o mundo...
Seu despertar em cada primavera ,
Sentindo a beleza da sua vocação
Com emoção.
Doando ao mundo faminto e carente ,
As suas energias ,
Efervecentes e quentes ,
Disponibilizando-se e semeando sempre ,
Em um amor profundo ,
Que nutria seu mundo de criança ,
De lá , vem esta doce lembrança
Que adornava a sua infância .
Complementa e alimenta este mundo sedento ,
Com sublimes palavras de alento .
Mundo triste , vazio e às vezes sem cor ,
Mas com sua semeadura , o fortalece e refaz ,
Reintegra a vida de alguns , esfacelada ...
E já cansada , adormece em prece ,
Sonhando com seu novo alvorecer ...
O sol volta então a nascer ,
Seu ser é latente como a semente ,
Seu trabalho é profundo e tecido arduamente ,
Com toque de eternidade!



Sandra Waihrich Tatit
Direitos Autorais Protegidos


* Este poema , foi feito especialmente para a querida amiga Carminha , 'Maria do Carmo Guerreiro Viola da Silveira' , exímia formatadora , cujo trabalho artístico muito admiro . Com meu carinho esta homenagem , Sandra .

BLOG ARTE É VIDA

Wednesday, October 08, 2008

A IDADE E A LIBERDADE

A Idade e a Liberdade
Cristiane Felipe
Pilar das revoluções que transformaram o mundo a partir do século XVII, a liberdade é um dos bens mais preciosos de que dispomos. O poder de ir, vir, agir e pensar é pressuposto básico para a manifestação da nossa essência. Não é por acaso que em qualquer sociedade, desde os mais remotos tempos, a forma mais usual de punição àqueles que comentem algum delito é a prisão. Mas, e quando a doença ou as perdas naturais do processo de envelhecimento nos priva da liberdade?
Nas implicações naturais decorrentes do processo de envelhecimento estão previstas perdas gradativas de muitas de nossas principais capacidades. E isso é perceptível ainda muito cedo. Uma ginasta olímpica na faixa dos vinte e poucos já não realiza com a mesma destreza e desenvoltura os movimentos que praticava na adolescência. Um jogador de futebol, ao ultrapassar os 35 anos, já se prepara para a aposentadoria. A visão de um sexagenário já não tem a mesma definição dos primeiros anos da juventude.
Consciente do que lhe é efêmero, o homem busca incansavelmente meios de prolongar a sua vida útil. Já sabemos que os progressos alcançados no campo da Medicina – em especial na área da Geriatria e Gerontologia – permitem a prevenção e a detecção precoce de inúmeras moléstias típicas da idade avançada. Novas terapias, técnicas cirúrgicas e medicamentos com maior precisão de cura também contribuem para esse avanço.
No entanto, mais do que o tratamento adequado, o que pressupõe o envelhecimento saudável é a manutenção das independências física, social e econômica. São esses os pré-requisitos que possibilitarão a preservação da liberdade do indivíduo na idade avançada. E, assim como faz o tempo, a maneira mais sábia para se adquirir ou preservar a autonomia é por meio da prática sistemática, dia após dia. Atividade física faz bem em qualquer fase da vida, alimentação adequada também. A prática da meditação e o cuidado com a espiritualidade (independentemente de religião) não possuem contra-indicações. No nível profissional, o caminho é encontrar o equilíbrio entre a satisfação pessoal e financeira. E se a esse conjunto de práticas somar-se uma pitada de alegria, está dada a receita.
Mas todos sabemos que esta receita não tem nada de simples. A vida não tem regras claras. O convívio com as perdas pode levar à depressão e ao desânimo. As novas situações geram ansiedade, perda da auto-estima e uma série de outros complicadores. Nesses momentos, a saída é não se isolar, não se esquecer de que inúmeras pessoas estão vivenciando a mesma situação. Um caminho possível é partir ao encontro delas. Um bate-papo em grupo pode resgatar a confiança perdida. Um baile no fim-de-semana pode mudar a vida de alguém. Porque a vida pode ser reinventada a cada minuto. É só dar asas à liberdade (e, de preferência, compatibilizá-la com a alegria). Como ensina Montaigne, “a verdadeira liberdade é poder tudo sobre si”. E como canta Gilberto Gil (um sessentão pra lá de jovem), “a alegria é a prova dos nove”.
* Cristiane Felipe, psicóloga com especialização em Gerontologia pela Unifesp, é coordenadora do Age – Vida Ativa na Maturidade
Fonte : Universo da Mulher

Tuesday, October 07, 2008

A MÚSICA ...


A MÚSICA
Que mistério é este?
Que se junta ao perfume
E nos transporta pelo túnel do tempo...
Que mistério é este
Que não importa a época em que foi criada,
mas sim o sentimento que transmite a cada um de nós...
Que mistério é este?
Que ao ouvirmos os primeiros acordes,
nossas mentes identificam alguém,
uma época ,um dia, um momento, um ... prazer...
Que mistério é este
Que nos faz viajar, que nos hipnotiza,
que nos embriaga no momento
em que a evolução da melodia atinge seu ápice...
Que mistério é este...
Que forma um balé de sonhos à nossa volta...
com nuances de uma sobrenatural e interminável viagem...
Que mistério é este?
Que arranca de dentro do meu coração
as palavras que escrevo ao ouvir esta música ...?
É o mistério da sensibilidade da alma!
É o mistério da busca,
do desejo, do amor, da tristeza ,da saudade da paixão ...
da emoção, do desespero, da esperança e ...
principalmente da Paz!
É o mistério que neste momento ,
com esta melodia me faz imaginar
a ânsia de subir um morro numa corrida desenfreada;
desesperada para chegar ao topo e ...
lá do alto com o vento forte
batendo em meu rosto que agita minhas roupas esvoaçantes...
querendo me levar consigo
tentando a todo custo tirar este momento
mágico e inebriante da minha vida!aaahhhh...
Um momento lindo...
Um raro momento que talvez não haja outro!
O momento em que a imaginação ao som desta melodia,
une Corpo, Alma e Espírito que se juntam para sonhar !
E, lá de cima bem do alto ...
contemplar sua majestade o MAR !
Com todo seu mistério ,beleza e grandeza como esta música ...
para logo em seguida,
cair suavemente ao chão
em pranto de emoção adormecer
ali mesmo ao som das ondas batendo nas rochas ...
Sonhar com a felicidade presente e ...
só acordar quando realmente a encontrar...
num momento de grande Paz !
(Marilene Laurelli Cypriano)
Agradeço à autora este belo poema , quanta inspiração e verdade nesta prosa poética , parabéns poetisa Marilene Laurelli Cypriano!

FORÇAS __ Madre Tereza de Calcutá

Forças
Madre Tereza de Calcutá

Muitas vezes as pessoas são:
Egocêntricas; Ilógicas e Insensatas.
Perdoe-as assim mesmo!
Se você é gentil, as pessoas podem acusa-lo de:
Egoísta e Interesseiro.
Seja gentil assim mesmo!
Se você é um vencedor, terá alguns:
Falsos amigos e
alguns amigos verdadeiros.
Vença assim mesmo!
Se você é honesto e franco,
as pessoas podem engana-lo.
Seja honesto e franco assim mesmo!
O que você levou anos para construir,
alguém pode destruir de uma hora para outra.
Construa assim mesmo!
Se você é feliz, as pessoas podem sentir inveja.
Seja Feliz assim mesmo!
O bem que você faz hoje pode ser esquecido amanhã.
Faça o bem assim mesmo!
De ao mundo o melhor de você,
mas isso nunca é o bastante.
Dê o melhor de você assim mesmo!
Veja que no final das contas é
entre você e Deus!
Nunca foi entre
você e as outras pessoas!

Castelo dos Sonhos
07 Outubro 2008

Monday, October 06, 2008

SERENIDADE

Serenidade

Só por hoje...
Tratarei de viver exclusivamente este meu dia,
sem querer resolver os problemas da minha vida,
todos de uma vez.
Só por hoje...
Terei o máximo cuidado com o meu modo
de tratar os outros:
Delicado nas minhas maneiras;
Não criticar ninguém;
Não pretenderei melhorar ou disciplinar ninguém,
senão a mim mesmo.
Só por hoje...
Me sentirei feliz com a certeza de ter sido criado
para ser feliz,
não só na vida eterna, mas também neste mundo.
Só por hoje...
Me adaptarei às circunstâncias,
sem pretender que as circunstâncias
se adaptem todas aos meus desejos.
Só por hoje...
Dedicarei dez minutos do meu tempo a uma boa leitura,
lembrando-me de que assim como é preciso
comer para sustentar o meu corpo,
assim também a leitura é necessária para alimentar
a vida da minha alma.
Só por hoje...
Praticarei uma boa ação sem contá-la a ninguém.
Só por hoje...
Farei uma coisa que não gosto e,
se for ofendido nos meus sentimentos,
procurarei que ninguém o saiba.
Só por hoje...
Farei um programa bem completo do meu dia.
Talvez não o execute perfeitamente,
mas, em todo caso, vou fazê-lo.
Guardarei bem duas calamidades:
a pressa e a indecisão.
Só por hoje...
Ficarei bem firme na fé de que a Divina Providência
se ocupa de mim,
mesmo se existisse somente eu no mundo e ainda que
as circunstâncias manifestem o contrário.
Só por hoje...
Não terei medo de nada em particular!
Não terei medo de desfrutar do que é belo!
Não terei medo de crer na bondade!

Castelo dos Sonhos
06 Outubro 2008

Thursday, October 02, 2008

NÃO SE DEIXE DESPEDAÇAR POR CAUSA DE UMA RELAÇÃO ...

Não Se Deixe Despedaçar Por Causa
De Uma Relação!
Rosana Braga
Estranho pensar num processo de despedaçamento da gente mesma, não é? Ainda mais quando esse processo se inicia em função de um sentimento que tem o intuito divino de juntar... Mas é justamente ao ato de se deixar desintegrar e se misturar ao outro que estou me referindo, porque essa decisão - geralmente tomada inconscientemente - é muito mais comum do que supomos.
Muitas vezes, quando entramos num relacionamento e passamos a enxergá-lo como “a razão” de toda a nossa felicidade; quando nos sentimos perdidamente apaixonados (no sentido literal da palavra) e apostamos todas as nossas fichas na possibilidade de estendermos ao máximo essa sensação que preenche os nossos dias, corremos o sério risco de não sabermos mais onde termina o outro e onde começamos nós.Ou seja, na intenção de nos tornarmos parte da vida do outro, perdemos a noção do que é parte essencial nossa - seja qualidade ou defeito - e passamos a considerar o outro como o “centro” e a “causa” de tudo de bom (e também de ruim) que sentimos.Assim, perdemos a preciosa oportunidade que o amor deveria nos proporcionar. Perdemos a chance de olhar para nós mesmos através do outro, mas tendo plena consciência de que a pessoa amada é, em última análise, a projeção de um amor que existe primeiro dentro de nós mesmos.Porque amar outra pessoa e se permitir experimentar a intimidade é, acima de tudo, um convite à descoberta do que há de mais valioso em nossa própria essência. No entanto, quando acreditamos - equivocadamente - que o que vivemos é mérito ou “culpa” do outro, permitimos que essa relação comece a nos despedaçar.Começamos a nos tornar emocionalmente como pedaços, partes desintegradas de nós mesmos; e, assim, já não nos reconhecemos mais. Não conseguimos mais ter a exata dimensão de até onde podemos ou queremos ir. E nessa simbiose destrutiva, passamos a atuar em função do outro. Inevitavelmente sofremos, porque perdemos a única referência realmente válida: nosso próprio coração.Se você se sente confusa e dolorosamente misturada à pessoa amada, sugiro que você comece a retomar o seu próprio centro. Isto é, concentrar-se em si mesma, em seus mais genuínos e pessoais sentimentos, a despeito do que o outro possa fazer diante deste resgate. Além disso, em princípio o objetivo nem é expressar tais sentimentos, mas apenas e tão somente reconhecê-los, aceitá-los e acolhê-los.Depois, mais consciente de si mesmo, creio que seja o momento de começar a se fazer presente, de fato, nesta relação. Somente assim, você poderá compreender a exata dimensão dos acontecimentos, dos sentimentos e das razões que fazem com que você esteja ao lado dessa pessoa.Reconhecer-se é ponto primordial e absolutamente fundamental para tornar construtiva e produtiva uma relação de amor. Caso contrário, você estará despedaçando-se dia após dia, literalmente se desfazendo em pedaços que perdem o sentido, que não complementam, que não justificam uma união. E, assim, deixa de ser pleno, de ser íntegro e, sobretudo, amante.Porque amante é aquele que toma atitudes e faz escolhas... e pedaços não são suficientes. Amantes são inteiros que, humilde e sabiamente, emprestam-se como “metades” para dar vida ao amor do outro, mas sem nunca se misturar e se perder... Porque o amor é sempre um encontro, sem nunca ter saído à procura... um encontro singular de você consigo mesma, através da troca recíproca de dois corações transbordados de amor...

Wednesday, October 01, 2008

"A ÚNICA REVOLUÇÃO POSSÍVEL É DENTRO DE NÓS" Mahatma Gandhi

“A única revolução possível é dentro de nós”Não é possível libertar um povo, sem antes, livrar-se da escravidão de si mesmo.Sem esta, qualquer outra será insignificante, efêmera e ilusória, quando não um retrocesso.Cada pessoa tem sua caminhada própria.Faça o melhor que puder.Seja o melhor que puder.O resultado virá na mesma proporção de seu esforço.Compreenda que, se não veio, cumpre a você (a mim e a todos) modificar suas (nossas) técnicas, visões, verdades, etc.Nossa caminhada somente termina no túmulo. Ou até mesmo além…Segue a essência de quem teve sucesso em vencer um império…
Mahatma Gandhi
O desejo sincero e profundo do coração é Sempre realizado; em minha própria vida tenho sempre verificado a certeza disto.
Creio poder afirmar, sem arrogância e com a devida humildade, que a minha mensagem e os meus métodos são válidos, em sua essência, para todo o mundo.3: Mahatma Gandhi
Acho que vai certo método através das minhas incoerências. Creio que há uma coerência que passa por todas as minhas incoerências assim como há na natureza uma unidade que permeia as aparentes diversidades.
As enfermidades são os resultados não só dos nossos atos como também dos nossos pensamentos.
Satyagraha - a força do espírito - não depende do número; depende do grau de firmeza.
Satagraha e Ahimsa são como duas faces da mesma medalha, ou melhor, como as duas faces de um pequeno disco de metal liso e sem incisões. Quem poderá dizer qual é a certa? A não-violência é o meio. A Verdade, o fim.
A minha vida é um Todo indivisível, e todos os meus atos convergem uns nos outros; e todoseles nascem do insaciável amor que tenho para com toda a humanidade.
Uma coisa lançou profundas raízes em mim:a convicção de que a moral é o fundamento das coisas, e a verdade, a substância de qualquer moral. A verdade tornou-se meu único objetivo.Ganhou importância a cada dia. E também a minha definição dela se foi constantemente ampliando.
Minha devoção à verdade empurrou-me para a política; e posso dizer, sem a mínima hesitação,e também com toda a humildade que, não entendem nada de religião aqueles que afirmam que ela nada tem a ver com a política.