TUA VISITA ME FAZ FELIZ

3000 postagens neste blog

3000 postagens neste blog
Search this blog - pesquisa por título

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

NESTE BLOG - 3000 POSTAGENS - POSTS DESDE O ANO DE 2006

Aqui em 'Arte é Vida', você é o principal personagem deste roteiro de músicas, de paz e amor. Obrigada pela sua presença, é valiosa para mim, se quiser, deixe sua mensagem em meu livro de visitas, abraços, Sandra

Search This Blog-pesquise aqui todo o conteúdo deste blog- 3000 postagens- só pesquisar e clicar

Sandra Waihrich Tatit

Sandra Waihrich Tatit
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

BIOGRAFIA I

Sandra Waihrich Tatit
Aniversário: 11 de Fevereiro
Signo astrológico: Aquário
Atividades: Direito , Literatura , Música e Educação
Profissão: Advogada
Local: Júlio de Castilhos : Rio Grande do Sul : Brasil
Clip de áudio
Quem sou eu
NASCI EM JÚLIO DE CASTILHOS, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
MÃE DE TRÊS FILHOS, RUBENS, RUSSAIKA E ANGELA. FILHA DE RUBENS CULAU TATIT E CLÉLIA WAIHRICH TATIT.
SOU ADVOGADA, CURSEI DIREITO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA, RIO GRANDE DO SUL, BRASIL.
CULTIVO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO, PIANO, VIOLÃO, CANTO E LITERATURA.
INTEGREI O CORAL DA UNIVERSIDADE.
LIVRO DE ARTE PUBLICADO, "UMA NOVA DIMENSÃO DA ARTE NA EDUCAÇÃO".
CURSEI PÓS GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO LATU SENSU.
VEJO A ARTE COMO UMA LIBERTAÇÃO DO SER HUMANO, UMA TERAPIA QUE AMENIZA OS SOFRIMENTOS DO COTIDIANO.
A MÚSICA É A HARMONIA DO HOMEM, A LINGUAGEM DO UNIVERSO.
INTERPRETO PIANO E VIOLÃO, APRECIO CANTAR.
POSSUO COMPOSIÇÕES MUSICAIS, PARA PIANO E VIOLÃO.
NA EUROPA, CONHECI UM POUCO DA HISTÓRIA DA ARTE, ESPECIALMENTE NA ITÁLIA.
DIZ GANDHI, "PRECISAMOS SER AS MUDANÇAS QUE QUEREMOS VER NO MUNDO".
SOU DO SIGNO DE AQUÁRIO, ACREDITO NA ASTROLOGIA E SUA INFLUÊNCIA EM NOSSA VIDA E PERSONALIDADE.
PRETENDO ESCREVER AQUI NO BLOG, SOBRE DIVERSOS TEMAS E POESIAS, TAMBÉM PUBLICAR TEXTOS RELEVANTES DE OUTROS AUTORES.
ESCREVO POEMAS, É UMA FORMA DE DAR MAIS LEVEZA À VIDA. PREGO A ARTE COMO UMA UMA VIDA DENTRO DA PRÓPRIA VIDA QUE SE ETERNIZA PELO ESPÍRITO, UMA LINGUAGEM UNIVERSAL.
UM TRIBUTO A CAMÕES NESTA FRASE ,"CESSA TUDO QUANTO A MUSA CANTA QUANDO UM PODER MAIS ALTO SE AGIGANTA."
Interesses:
ARTE E MÚSICA
DIREITO E EDUCAÇÃO .
Filme favorito
"FREUD ALÉM DA ALMA".
Música favorita
A CLÁSSICA " SONATA AO LUAR " DE BEETHOVEN.
Livros favoritos
" O PROFETA " DE GIBRAN KHALIL GIBRAN . GOSTO MUITO DE LITERATURA ORIENTAL. "OS HETERÔNIMOS" DE FERNANDO PESSOA (Poeta Português). OS POEMAS DE NOSSO POETA OLAVO BILAC
ME FASCINAM
COMO "A VIA LÁCTEA E BENEDITICE". CECÍLIA MEIRELES E LYA LUFT
MINHAS GRANDES MUSAS DA POESIA . "O ATENEU" DE RAUL POMPÉIA . A "DIVINA COMÉDIA" DE DANTE ALIGHIERI
"DON QUIXOTE DE LA MANCHA"
DE MIGUEL DE CERVANTES. QUERO RENDER UM TRIBUTO À MAGISTRAL LITERATURA DE CAMÕES EM " OS LUSÍADAS . "

SEJAM BEM VINDOS AMIGOS!


Arte é Vida e Educação

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em

BIOGRAFIA II

Sobre Mim
Advogada
Universidade Federal de
Santa Maria

Brazil

Artes
Música-Piano-Violão
Literatura

ARTE É VIDA
A Arte é Linguagem Universal

•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•♫♪•♫♪•♥
•*¨*•♫♪•♫♪•♥♫•*¨*•

Advogada
Produtora Rural
Agropecuária - Agronegócios
Arte-Música - Piano Violão e Literatura
Aprecio as pessoas transparentes e verdadeiras. As relações humanas me cativam, direito, justiça e paz
são minhas trajetórias de vida, ajudar o ser humano o máximo que me seja permitido, sentindo a beleza de minha vocação e o apelo do mundo atual à disponibilidade de minhas energias. Meu primeiro livro publicado 'Uma Nova Dimensão da Arte na Educação'. Na Europa conheci a História da Arte. Na Itália, França. Espanha, Alemanha, Holanda, Bélgica, Áustria e Suiça. Cursos e estudos na área artística e 'História da Arte'.
Sou membro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Estado do Rio Grande do Sul.
Cursei a Escola Superior do Ministério Público e Pós Graduação em Educação Latu Sensu, minha tese foi sobre a Arte e a sua Dimensão no Ensino. Possuo composições musicais de minha autoria, música e letra.
Também alguns vídeos, os quais se encontram no youtube. Mensagens que circulam na internet, formatadas e sonorizadas. Músicas gravadas em seleção e editadas, para sites ou audiência .
Sou funcionária pública do Estado do Rio Grande do Sul.
Brasil.
Creio na Educação como a forma de melhorar o mundo e o ser humano, a Arte na Educação, como uma libertação e incentivo à aprendizagem mais eficiente. Na Arte Terapia, como forma de cura e amenização de conflitos existenciais. Na música, como a Linguagem Universal. Arte Pura como uma vida dentro da própria vida, se eternizando pelo Espírito.
Os artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir. Arte é Vida.
Sou mãe de três filhos, Rubens, Russaika e Angela.

'Minha alma tem o peso da luz. Tem o peso da música. Tem o peso da palavra nunca dita, prestes quem sabe a ser dita.Tem o peso de uma lembrança.Tem o peso de uma saudade. Tem o peso de um olhar. Pesa como pesa uma ausência. E a lágrima que não se chorou. Tem o imaterial peso da solidão no meio de outros'.
Clarice Lispector

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA...

Status de relacionamentoDivorciada

Informações de contato: swrichtat@terra.com.br

Endereço
  • Santa Maria, Brazil

Site

E-mail
  • swrichtat@terra.com.br

Facebookfacebook.com/sandra.waihrichtatit

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

ARTE É INSPIRAÇÃO E EMOÇÃO

DIVINA MÚSICA

Divina Música!
Filha da Alma e do Amor.
Cálice da amargura
E do Amor.
Sonho do coração humano,
Fruto da tristeza.
Flor da alegria, fragrância
E desabrochar dos sentimentos.
Linguagem dos amantes,
Confidenciadora de segredos.
Mãe das lágrimas do amor oculto.
Inspiradora de poetas, de compositores
E dos grandes realizadores.
Unidade de pensamento dentro dos fragmentos
Das palavras.
Criadora do amor que se origina da beleza.
Vinho do coração
Que exulta num mundo de sonhos.
Encorajadora dos guerreiros,
Fortalecedora das almas.
Oceano de perdão e mar de ternura.
Ó música.
Em tuas profundezas
Depositamos nossos corações e almas.
Tu nos ensinaste a ver com os ouvidos
E a ouvir com os corações.

Gibran

MEUS BLOGS / SITES


MINHA PÁGINA NO FACEBOOK
facebook.com/sandra.waihrichtatit

CAMINHOS DA ARTE
http://sandrawaihrich.blogspot.com/

MEUS POEMAS DE IMPROVISO
http://aquariussandra.blogspot.com/

CAMINHOS SUBLIMES
http://caminhossublimes.blogspot.com/

EDUCACIÓN POR EL ARTE-MEU NOVO LIVRO
http://wwweducacionporelarte.blogspot.com/

BLOG TERRA
http://sandra737.blog.terra.com.br/

ARTE É VIDA
http://www.sandrawaihrichtatit.blogspot.com/

MEUS RETALHOS DE VIDA
http://meusretalhosdevida.blogspot.com/

VÓ NEZA
http://voneza.blogspot.com/

MINHAS LÁGRIMAS CONTIDAS
http://minhaslagrimascontidas.blogspot.com/

NOSSA GRUTA PREFERIDA
http://nossagrutapreferida.blogspot.com/

VÍDEOS E SLIDES
http://textossandravideos.blogspot.com/

ASTROLOGIA
http://aquarius-gemini.blogspot.com/

MY LIFE IS MADE OF MOMENTS
http://sandramoments.blogspot.com/

FAZENDA DO HERVAL
http://agropecuariagirassois.blogspot.com/

SINFONIA DE SENSUALIDADE
http://sinfoniadesensualidade.blogspot.com/

MSN SPACES LIVE
http://rurusan.spaces.live.com/

POESIAS E BIOGRAFIAS
ESSÊNCIA POÉTICA

MEU TWITTER
http://twitter.com/sandrawaihrich/

ESTATÍSTICAS
http://www.geovisite.com/pt/directory/artes_musica.php

DESABAFOS
http://whaareyoudoing.blogspot.com/

SITE 1oo CANAIS DE JORNALISMO INDEPENDENTE
http://100canais.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

SITE VERSO E PROSA
http://versoeprosa.ning.com/profile/SandraWaihrichTatit

EDUCADORES DO BRASIL
http://educadoresdobrasil.ning.com/

MY FACEBOOK
http://pt-br.facebook.com/people/Sandra-Waihrich-Tatit/100000404958625

E-MAIL PARA CONTATO
swrichtat@terra.com.br

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS-ASSINAR
http://users3.smartgb.com/g/g.php?a=s&i=g35-65896-01

POLÍTICA SEM ÉTICA
www.politicasemetica.blogspot.com

DIGITAL ART

DIGITAL ART
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

GUESTBOOK - SIGN HERE

GUESTBOOK - SIGN HERE
"Que haja ternura no lirismo da poesia da vida. Que haja coragem em nossos passos para seguirmos em meio à aridez dos sonhos desfeitos. Que haja força para reconstruirmos os alicerces dos sonhos eternizados na verdade de nosso coração. Que nesta senda nos seja permitido estar em aliança com nossos Irmãos de Luz e que sejamos a personificação do Amor."

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS

CLIQUE NA ROSA PARA ASSINAR MEU LIVRO DE PRESENÇAS
FELIZ COM TUA VISITA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA

UMA INTENSA LUZ ATRAVESSA O SILÊNCIO DA VOZ QUE CALA
Grandes verdades são traduzidas pelo silêncio

ARTE É LIBERDADE

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL

A OBRA DE ARTE É O EFÊMERO QUE SE TORNA IMORTAL
"Os Artistas são as antenas da raça humana, eles auscultam e pressentem o porvir" ... Ezra Pound

REGISTRAS TUA PRESENÇA CLICANDO NA ROSA

ARTE É AMOR E LUZ

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran

A música é a linguagem dos espíritos. Khalil Gibran
Na dimensão daquilo que pensamos ou sentimos não há lugar ou tempo definidos ...

ARTE É VIDA

ARTE É VIDA
ARTE É VIDA E AMOR

MEU NOVO LIVRO DE VISITAS

NEW MAP-MAPA DE VISITANTES ON LINE

VISITAS ON LINE

CORAGEM DE SONHAR

"O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e correr o risco de viver seus sonhos"
Paulo Coelho

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIZADE NOSSO BEM MAIOR

AMIGOS SEGUIDORES DO BLOG ARTE É VIDA - FALLOWERS

"Tudo quanto vive, vive porque muda; muda porque passa; e, porque passa, morre. Tudo quanto vive perpetuamente se torna outra coisa, constantemente se nega, se furta à vida."
Fernando Pessoa.

'Não queremos perder, nem deveríamos perder: saúde, pessoas, posição, dignidade ou confiança. Mas perder e ganhar faz parte do nosso processo de humanização'

Lya Luft


ARTE É VIDA - TRADUTOR

ARTE É VIDA - TRADUTOR
TRADUTOR INSTANTÂNEO-52 IDIOMAS-clique no livro acima

PAIXÃO E SILÊNCIO

PAIXÃO E SILÊNCIO
Blog Sinfonia de Sensualidade

CORAÇÃO E PAIXÃO

CORAÇÃO E PAIXÃO
" A Paixão, que não seja imortal posto que é chama, mas que seja eterna enquanto dure." Vinícios de Moraes

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA 300..000 VISITAS - NEW POSTS

ARTE É VIDA E LUZ

ARTE É VIDA E LUZ

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER

PLANTE AQUILO QUE DESEJA COLHER
SANDRA WAIHRICH TATIT - NOVAS POSTAGENS - NEW POSTS

Tuesday, June 30, 2009

* AUTO CONHECIMENTO *

AUTO-CONHECIMENTO
A quem procuras com tanta sofreguidão?Quem é este ser, tão importante para ti, a ponto de fazeres tamanhos sacrifícios para encontrá-lo?Abdicas de tudo que é teu, esqueces do que se refere à tua vida, distancia-te de todos que te esperam... por quem?Respondes, dizendo que não procuras por ninguém. Que, decerto, estarei louco...Pergunto-te, então, o que buscas quando corres tanto? Angustia-te, sofres, abandonas teus valores, te diriges de um lado para o outro, como se não soubesses bem o que procuras. Não percebes os teus familiares que precisam de ti, não enxergas o teu próximo que recorre a ti, não percebes a ti mesmo. Se tudo isto não for por "alguém", então é pelo "quê"?Talvez seja a tua essência que procuras. Vagueias, perdido em ilusões, aprisionado pela ambição, endurecido pelas falsas expectativas, cego pela desorientação de teus sentimentos.É tua essência que procuras e tão difícil tarefa te desorienta, te aflige... Sabes por quê? Procuras o que não conheces!Olha-te, espia teus sentimentos, estuda tuas idéias, analisa teus anseios, reflete sobre tuas mais íntimas inclinações, espreita-te nos momentos mais intensos e, então, acharás o princípio do teu auto-conhecimento. E, assim, quem sabe, possas procurar por tua essência. Mas agora, sabendo o que procuras.
Fonte: Internet

Monday, June 29, 2009

* MONTINHO DE SEGREGOS * quem é o homem ? ... tudo, absolutamente tudo, passa por permanente e contínua alteração, os males que nos afligem vão embora

Montinho de Segredos
Por Pedro J. Bondaczuk
O que é o homem? É a imagem e semelhança do Criador do universo, do Ser Supremo, onipotente, onipresente, onisciente e eterno, dotado de uma alma imortal, conforme apregoam as religiões, ou um animal como qualquer outro, com o único diferencial de ter um sistema nervoso mais bem-desenvolvido, como cientistas de várias especialidades tentam, há tempos, em vão, demonstrar?Prefiro acreditar na primeira alternativa. Até porque, a despeito de todas as tentativas, que não foram poucas, a ciência não conseguiu demonstrar, sequer aproximadamente, sua tese. Já se tentou, inclusive, criar “vida” em laboratório, mas esses esforços (insensatos e inúteis) redundaram, todos, invariavelmente, em fracassos.Afinal, o que é o homem? É um ser mutante, em contínuo processo de evolução, ou um animal que surgiu acidentalmente e está fadado a desaparecer enquanto espécie? Que as mudanças são a principal característica da vida, todos sabem, e de sobejo, se não pela consciência, ou pela observação, ou pela experiência, ao menos pela intuição.Muda nossa aparência, alteram-se nossos gostos, multiplicam-se nossos conhecimentos, mudam (para melhor ou para pior) nossas circunstâncias. Tudo, absolutamente tudo, passa por permanente e contínua alteração. Os males que nos afligem e que parecem intermináveis, um dia, sem que às vezes sequer nos apercebamos, vão desaparecer.Da mesma forma, deixarão de existir muitos bens que nos são preciosos. Pessoas amadas vão morrer, ou se mudar para outros lugares; abriremos mão de atividades que nos dão orgulho e prazer e perderemos coisas que julgamos, hoje, preciosas e imprescindíveis. Tudo, absolutamente tudo, portanto, passa, se transforma e muda.Só as conseqüências dessas mudanças é que permanecem em nosso espírito enquanto vivermos. Luiz Vaz de Camões escreveu os seguintes versos a esse propósito: “Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades,/muda-se o ser, muda-se a confiança;/ todo o mundo é composto de mudança,/tomando sempre novas qualidades.//Continuamente vemos novidades,/diferentes em tudo da esperança;/do mal ficam as mágoas na lembrança,/e do bem, se algum houve, as saudades”.Cientistas e céticos empedernidos, do alto da sua arrogância e soberba, tentam, a todo o momento, reduzir o homem à condição finita e de pura animalidade. Apresentam teorias e mais teorias, todas sem levar em conta a principal característica da espécie: a plena consciência de si e do vasto e misterioso universo que o cerca. Todavia, as tentativas revelam-se vãs e falaciosas. Apesar da sua fragilidade e efemeridade, esse ser, incompreensível para si mesmo, tem lampejos de grandeza e de transcendência que sugerem origem e destino muito mais grandiosos do que estes. Quais? Não sei!Austregésilo de Athayde escreveu, em 30 de abril de 1960, em sua coluna “Vana Verba” (que publicava semanalmente na extinta revista “O Cruzeiro”): “Houve, no curso dos tempos, outras ocasiões em que os homens se deixaram embalar na idéia de que estaria a seu alcance, pelo trabalho de laboratório, conhecer os segredos da natureza e por meio deles destruir o Espírito, com todas as suas imensas criações. Prefiro a vida espiritual nas plenitudes que oferece a aferrar-me a certas hipóteses científicas que estão sendo invocadas para reduzir o homem à condição finita da pura animalidade e jungi-lo a preconceitos de ordem materialista, mais detestáveis e estéreis do que aqueles outros que nascem de uma consideração superior do nosso destino”. Também prefiro.Minha intuição me diz que há profundas falhas quer no teor dessas pesquisas (e na sua motivação), quer em suas conclusões, que me soam absurdas, embora não tenha conhecimentos e informações suficientes para apontar o erro. Não entendo esse empenho em apequenar o homem, amesquinhá-lo e em reduzi-lo à exclusiva condição animal. Concordo com Austregésilo de Athayde quando pondera: “ Não se trata de falta de fé na ciência, mas da verificação de que as respostas que a ciência nos dá não satisfazem as imensas indagações relativas à origem e ao fim do homem, à existência do Universo, não apenas em sua natureza, como também e sobretudo à sua finalidade”.É verdade que os líderes espirituais falharam, até aqui, na apresentação de argumentos sólidos e inquestionáveis, que rebatam essas mesquinhas teorias mecanicistas. Transformaram as religiões (temo que todas), num mero conjunto de rituais inúteis e desnecessários, em vez de promover ininterrupta comunhão espiritual com o Criador desse magnífico e misterioso conjunto de mundos, que intuo seja infinito. . Volto à questão inicial: o que é o homem? Nenhuma resposta, dada até hoje por cientistas, filósofos e teólogos me convenceu. Apesar de genérica, a de André Malraux, que reproduzi no início destas reflexões, tem lá seu fundo de verdade, embora seja contaminada por um desnecessário e contestável adjetivo.O escritor francês indagou:: “O que é um homem?”. E, na impossibilidade de uma definição exata, concluiu, simplesmente: “Um miserável montinho de segredos”. O que poluiu e comprometeu, porém, sua definição (paradoxalmente indefinida) foi o adjetivo. Rebelo-me contra mais essa tentativa de desqualificar a espécie com essa designação genérica de “miserável”.
Pedro J. Bondaczuk é jornalista e escritor, autor do livro “Por Uma Nova Utopia”

Sunday, June 28, 2009

* A GENIALIDADE E A REENCARNAÇÃO *

A genialidade e a reencarnação

Conta-se que um jovem médico procurou o notável compositor Mozart e lhe perguntou como deveria proceder para escrever uma sinfonia.
O grande músico lhe respondeu que ele era muito jovem para pensar em escrever sinfonias e lhe sugeriu que tentasse antes escrever baladas.
Indignado com a observação, o rapaz retrucou: Como pode me dizer que sou jovem, se o senhor escreveu sinfonias com apenas dez anos!
Realmente, concluiu Mozart, eu as escrevi com aquela idade, mas não perguntei a ninguém como fazê-lo.
A resposta do alegre músico austríaco nos conduz a destacar o prodígio que são algumas crianças. O famoso Rembrandt já era pintor antes de aprender a ler. Miquelângelo, a quem devemos a maravilha das pinturas da Capela Sistina, no Vaticano, foi considerado um artista completo, aos oitos anos, por seu mestre.
O célebre escritor francês Victor Hugo revelou-se literariamente aos treze anos.
Crianças outras demonstraram bem cedo sua genialidade, qual seja a de dominar várias línguas, como o alemão, francês, latim, grego e hebraico; compor, pintar; escrever poemas ou outras peças literárias.
Os Espíritos nos explicam com clareza que tais fenômenos de prodígio são devidos ao progresso anterior da alma, a uma lembrança do passado, entendendo-se como passado as vidas anteriores do Espírito.
Equivale pois a dizer que nada do que se aprenda é perdido, em tempo algum.
Plenamente concorde com a Lei do Progresso, tais fatos nos levam a reflexões em torno dos talentos de que somos portadores, convidando-nos a atentar para o que possamos ter trazido de vidas passadas.
Descortina-se a razão pois que renascemos não somente para resgatar débitos, acertar problemas do ontem mas também para amadurecer avanços iniciados em outras encarnações.
Aqueles que mais sabem, que trazem melhores mensagens de vida e maiores experiências, são convidados a trabalhar em prol da vida mais bela e elevada.
É desta forma que benfeitores da Humanidade retornam vez ou outra ao cenário da Terra, revestidos de uma roupagem carnal diferente, para atender seus irmãos.
Quem haja se evidenciado nas artes e tenha brindado o mundo com produções belíssimas, pode retornar para se dedicar ao bem do próximo, exercitando a sensibilidade de outra forma.
Quem tenha se esmerado na Ciência, pode retornar servindo à comunidade em outro campo, totalmente diverso, sem perder jamais, em momento algum, o que aprendeu, exercitou, lecionou. Isto também explica a facilidade de algumas pessoas para determinadas áreas do saber, das artes, da indústria, do comércio, das relações humanas.
Parafraseando Lavoisier: Nada se perde... tudo se transforma. E diríamos: para melhor.
O fenômeno do Espírito retornar à carne, em outro corpo especialmente preparado para ele, se chama reencarnação.
A reencarnação constitui excelente oportunidade de aperfeiçoamento, concedida por Deus, para o Espírito.
Assim, vale a pena aproveitar cada minuto da presente existência, fazendo o melhor que estiver ao nosso alcance.

Redação do Momento Espírita, com base no artigo Crianças-prodígio, publicado no informativoSEI, nº 1576 de 13/06/1998.
Em 25.06.2009.

* A VIDA NASCE NOVA EM CADA AMANHECER *

Por Sandra Waihrich Tatit No amanhecer sentimos nossa esperanças renovadas e , constatamos a vida nascendo nova , nos recarregando de energias . Em cada manhã , precisamos mentalizar muitas coisas boas , durante a noite tudo é refeito , reconstruido , reintegrado e , ao amanhecer o sol nos traz de volta todas as energias que precisamos , repõe nossas carências . Nos olharmos no espelho e pensarmos coisas positivas é fundamental , sorrirmos para nós mesmos e irradiarmos muito calor e renovação . Cada amanhecer é um novo processo de vida plena , se cultivarmos o otimismo , o teremos de volta , se sorrirmos teremos alegria . Fundamental esquecermos o que passou , somente o presente existe agora e , cada minuto é uma construção de amor e de vida . Nossas dores serão amenizadas com o sol que renasce , nossas tristezas diminuidas se a elas não dermos tanta ênfase . Os pássaros , com seu canto uníssono , nos passam alegria e vontade de viver . O orvalho chora nossas tristezas e nos reestrutura . O sol murmura os sons do amanhecer , sol de cada coração triste , de cada alma abandonada , de cada nostalgia . Precisamos exercitar esta importante terefa de celebrar as delícias do amanhecer , com cada sol , em cada manhã , nos reabastecermos de luz e calor , nossas dores serão menores se nos voltarmos a Deus e nos entregarmos a este infalível poder superior , o qual rege nossa existência , o grande regente da sinfonia universal . Confiarmos nele , nos entregarmos inteiros e deixarmos a vida rolar , deixarmos as energias fluirem , tão novas como o sol que renasce . Paz , paz , muita serenidade , nossa respiração estará na cadência da vida plena , e a nossa plenitude se sustenta e se reproduz , bendito seja o sol que nos faz reviver a cada amanhecer , mesmo estando sob núvens , ele nos ilumina e reconstrói . Sejamos luz , amor e esperanças do amanhecer , cânticos sagrados do amanhecer ...

Sandra Waihrich Tatit
Direitos Autorais protegidos

Saturday, June 27, 2009

* AMOR & AMIZADE *

AMOR & AMIZADE
" Perguntei a um sábio ,
a diferença que havia entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade...
O Amor é mais sensível,a Amizade mais segura.
O Amor nos dá asas ,
a Amizade o chão.
No Amor há mais carinho,
na Amizade compreensão.
O Amor é plantado e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida companheira.
Mas quando o Amor é sincero
ele vem como um grande amigo,
e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.
Quando se tem um amigo ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem dentro do seu coração."
William Shakespeare

Friday, June 26, 2009

* A IMPORTÂNCIA DA RECIPROCIDADE *

Importância da reciprocidade
Por Antonio Roberto Soares

"As relações que se fazem através do binômio favor-gratidão, em geral, são de muito conflito porque se estabelecem através do jogo da renúncia"
Não sei se o mundo tem jeito. Nós temos. Quando ajudamos alguém e esperamos algo em troca, ainda que seja gratidão, não estamos sendo bons, mas espertos. A bondade, a proteção e a ajuda têm sido usadas como instrumento de controle sobre o coração das pessoas. E, quando, apesar de tudo o que fizemos pelo outro, ele, no exercício de sua liberdade, nos dá um "não", nós o chamamos de ingrato e nos sentimos injustiçados.
Existe uma grande diferença entre amor e favor. No amor, temos grande alegria em fazer algo por alguém e somos pagos no próprio ato de fazer. No favor, tudo o que fazemos é contabilizado e futuramente cobrado. Chamamos de ingrata a pessoa a quem prestamos um favor e na hora de pagar ela não o fez. Mesmo porque nada foi combinado com ela. Ingrato é aquele que não se vendeu aos nossos favores. As relações que se fazem através do binômio favor-gratidão, em geral, são pesadas e de muito conflito porque elas se estabelecem através do jogo da renúncia.
Ensinaram-nos que, para o amor, é essencial renunciar. Que devemos abrir mão de nossa individualidade, dos nossos gostos, do nosso tempo, dos nossos sagrados, do nosso crescimento etc. Tudo por amor a alguém. Com o passar do tempo, todo esse sacrifício amoroso vira uma cruel cobrança no sentido de que o outro nunca nos contrarie e permaneça, através do agradecimento, escravizado a nossos desejos. Daí a importância do "sim" e do "não" em nossos relacionamentos.
Amigo é aquele que consente o meu "não" e eu o dele. Do contrário, é escravidão. A bondade só faz parte do amor se for absolutamente verdadeira. Usada para dominar alguém, é crueldade. Talvez esse seja o motivo para tantos problemas familiares. Casais que se acusam mutuamente da falta de reconhecimento de um pelo o que o outro fez. Mães e pais que se sentem injustiçados quando os filhos não atendem às suas expectativas e não "pagam" com o sucesso e bom desempenho o que foi feito para eles. É uma cadeia interminável de cobrança e de culpa que traz enormes desgastes num relacionamento.
A palavra sacrifício é muito interessante. Vem do latim e significa "tornar-se sagrado para o outro". Quando, porém, somos excessivamente bondosos para os outros eles respondem a isso com culpa. Nenhum filho, nenhum marido, nenhuma mãe, em sã consciência quer o próprio prazer à custa do sofrimento do outro. A reciprocidade nas relações é importante.
Todo relacionamento é uma troca, mas tem de ser combinada. O que não é adequado sou eu fazer pelo outro, sem acertar e posteriormente cobrar. As relações se tornam exploração. Vivemos com a sensação de injustiçados, não reconhecidos.
Há uma piada que reflete isso. Um rapaz passeava com uma moça de carro e a levou para o interior de um bosque. Parou o carro e começou a acariciá-la, insinuando um desejo de ter alguma intimidade sexual com a moça. Ela retrucou explicando:
- Eu sou uma prostituta e se você quer alguma coisa, terá de pagar.
- E quanto eu devo pagar? - perguntou o rapaz.
- Cinqüenta reais - respondeu a mulher.
Assim sendo, ele tirou uma nota de cinqüenta reais e entregou a ela. Depois de passar um bom tempo nas intimidades sexuais, se arrumaram e a moça notou que o rapaz não dava sinais de querer ir embora.
- Vamos, já fizemos o que era para fazer.
Ele respondeu:
- Não, temos de combinar, eu sou chofer de táxi. Você terá de pagar a corrida de volta.
- Quanto é? - perguntou a mulher.
- Cinqüenta reais!
A esperteza, o oportunismo, o se dar por amor e cobrar depois é a forma que aprendemos. Pessoas livres, autônomas, verdadeiramente amorosas se relacionam com o máximo de clareza. Comprar o possível amor do outro, através da renúncia, da bondade, do favor, do sacrifício, na esperança de ter o outro, é abrir um caminho complicado de sofrimento. Talvez isso explique a nossa grande dificuldade de dizer não à nossa compulsiva necessidade de agradar sempre, de "puxar o saco", de pensar mais no outro do que em nós mesmos. Se você espera resposta para sua bondade, é melhor não tê-la.
* O autor é consultor comportamental e o seu site está em:

Thursday, June 25, 2009

* AO NOSSO ALCANCE * a vida traz a cada um a sua tarefa seja qual for a ocupação escolhida , todas estão ao nosso alcance , comece pelo começo e siga

Ao nosso alcance
Por Pedro J. Bondaczuk
O sucesso, e o seu oposto o fracasso, não passam, ambos, de miragens. São meras ilusões de ótica. Ninguém é tão bem-sucedido quanto às vezes pensa (ou somente deseja) e nem completamente fracassado, como via de regra se sente após algum grande tropeço na carreira, no amor e nos relacionamentos. Enquanto estivermos vivos, todas as possibilidades permanecem abertas para nós. Tanto poderemos nos decepcionar com o que julgávamos, não raro afoitamente, como espetacular êxito, quanto nos surpreender com uma inesperada virada, com uma dramática recuperação, quando já julgávamos tudo perdido.É essa imprevisibilidade da vida que me fascina e me encanta, embora, muitas vezes, me aterrorize. Por isso, devemos estar sempre atentos. Nunca podemos baixar a guarda. Temos que permanecer, o tempo todo, prevenidos, para o bem, ou para o mal. Conheci pessoas que estavam na crista da onda, requisitadas e louvadas por seus feitos e virtudes, tidas e havidas como exemplares e vitoriosas e que, de repente... zás! Rolaram ladeira abaixo e, em três tempos, foram execradas e depois esquecidas. Fracassaram e não souberam “levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima” Se quisermos ser bem-sucedidos em qualquer empreitada temos, antes de tudo, conhecer nosso potencial. E, sobretudo, ter noção, nem que mínima, das nossas aptidões. Em contrapartida, é questão de bom-senso estarmos cientes das nossas fraquezas e vulnerabilidades, para não sermos surpreendidos por elas. Ademais, nunca se pode perder de vista o fato de que sozinhos não chegaremos a lugar algum. Daí termos necessidade de estabelecer sólida e sábia rede de relacionamentos, criar vínculos com as pessoas certas, que poderão, com sua ajuda, facilitar, quando não possibilitar que alcancemos nossos propósitos.O filósofo norte-americano, Ralph Waldo Emerson, no livro “Considerations by the Way”, constata: “A vida traz a cada um a sua tarefa e, seja qual for a ocupação escolhida, álgebra, pintura, arquitetura, poesia, comércio, política – todas estão ao nosso alcance, até mesmo na realização de miraculosos triunfos, tudo na dependência da seleção daquilo para que temos aptidão: comece pelo começo, prossiga na ordem certa, passo a passo”.Está aí o primeiro e indispensável degrau a subir: detectar e investir naquilo para o que estejamos habilitados, mesmo que apenas potencialmente. Ou seja, se tivermos facilidade em lidar com números, por exemplo, a meta a ser atingida tem que se basear em cálculos (engenharia, comércio, economia, física etc.). Se formos aptos em reproduzir imagens (ou, quando for o caso, criá-las), o caminho que se desenha à nossa frente é o das artes plásticas. Se tivermos facilidade de escrever, poderemos ser bons escritores, jornalistas competentes ou mestres do idioma, entre outras atividades. E assim por diante.O fundamental, porém, é que escolhamos objetivos factíveis e que, sobretudo, estejam ao nosso alcance. Não posso, por exemplo, pretender ser um atleta de alto rendimento se tiver dificuldades, até, para simplesmente caminhar. Seria estupidez querer ser campeão olímpico de natação se nem ao menos souber nadar. Óbvio que, por mais esforçados e determinados que formos, não chegaremos jamais a essas metas se não tivermos aptidão física para elas. Trata-se de impedimento orgânico, constitucional, muscular e, portanto, insuperável. Essas tarefas, se forem as que nos auto-impusermos, nos serão absolutamente interditas. Não estarão, jamais, ao nosso alcance.Muitos não atentam para isso e passam a vida toda remoendo frustrações, face ao inevitável e previsível fracasso. O melhor que poderiam fazer, no entanto, seria estabelecer objetivos que lhes fossem factíveis. Ou seja, os que, sem grande esforço, estivessem ao seu alcance, por serem compatíveis com suas aptidões. O mero acerto na escolha do que se quer e se sabe fazer bem, todavia, não é garantia absoluta de sucesso, embora se constitua num primeiro passo para ele. Há uma série de condições a cumprir, para que se tenha pelo menos parca chance de êxito. Entre estas destacam-se: o preparo, a autodisciplina, a determinação, a vontade, o método, o treinamento, a persistência etc.etc.etc. E, mesmo que todas essas etapas sejam cumpridas com o máximo rigor, ainda assim estaremos na dependência das circunstâncias, que podem arruinar por completo uma empreitada que, aparentemente, tinha tudo para ser bem-sucedida. Emerson observa: “É tão fácil retorcer âncoras de ferro e talhar canhões como entrelaçar palha, tão fácil ferver granito como ferver água, se você fizer tudo na ordem correta. Onde quer que houve insucesso é porque houve titubeio, houve alguma superstição sobre a sorte, algum passo omitido, que a natureza jamais perdoa”.Nosso consolo é que, enquanto houver vida, sempre haverá esperança. O fracasso de hoje pode, miraculosamente, se transformar no sucesso de amanhã. Mas tenha em mente que o “vice-versa” também tem possibilidade de acontecer. Por isso, nunca devemos nos empolgar demais com os êxitos e nem considerar tudo perdido com os insucessos. Por mais que me assuste e aterrorize, reitero, me fascina e me encanta essa imprevisibilidade da vida, pois lhe dá sabor de permanente e arriscada aventura.
Pedro J. Bondaczuk é jornalista e escritor, autor do livro “Por Uma Nova Utopia”

Wednesday, June 24, 2009

* ENCANTAMENTO *

Encantamento...
Cada novo dia é uma porta que se abre para o desconhecido, não sabemos se vamos rir ou chorar, se vamos conquistar ou perder, se nossa estrela vai brilhar ou nem vai acender, e nem sempre teremos uma mão para segurar, mas com certeza, podemos participar desse tempo, usando nossa alegria e encantamento.
Encante-se com as crianças, abrace-as demoradamente, encante-se com a natureza, observe-a respeitosamente, encante-se com a pessoa amada, beije-a repetidamente, encante-se com a fé, ore fervorosamente, encante-se com as boas causas, abrace uma determinadamente, encante-se com as coisas simples, aja naturalmente, encante-se com a paz, fale baixo, tranqüilamente, encante-se com as possibilidades, faça isso constantemente, e para que tudo seja encantamento, para que tudo seja melhor, encante-se com você, valorize-se definitivamente.
Hoje novas portas se abrem, aproveite e entre determinado, encantado com a certeza de ser "o dono do seu destino", é você quem vai escrever esse dia, então que seja com tintas de alegria, com frases de esperança e muito amor, descobrindo por fim, o seu real valor.

Autor : Paulo Roberto Gaefke

Tuesday, June 23, 2009

"TRAIÇÃO: A DESTRUIÇÃO DO CASAMENTO"

Relacionamento
Traição: A destruição do casamento
Há épocas em que o relacionamento não vai bem e a pessoa logo suspeita de que o parceiro esteja pulando a cerca.
Aí, começa a caça aos fatos: revistar bolsos, olhar o celular, procurar marcas de batom e cheiro de perfume nas roupas, observar com atenção as desculpas que fala, as respostas que dá de porque não atende ao seu chamado do celular e até seguir o companheiro.
Melissa Cadore, personagem de Christiane Torloni em Caminho das Índias, fez tudo isso.
Reuniu todas as peças do quebra-cabeça e descobriu a traição do marido Ramiro (Humberto Martins), com a advogada Gaby (Ana Furtado).
Apesar de ter sido traída, ela perdoará o marido em vez de dar um fim ao casamento.
Perdoar ou não?
Se você desconfia de que está sendo traída, converse com seu parceiro.
A sugestão é da psicanalista Renata Lommez.
"Se a infidelidade for comprovada, veja se há ou não condições de perdoar", orienta ela.
Conheça os sinais mais comuns que podem denunciar uma possível traição e saiba como agir se essa vilã surgir algum dia em seu casamento.
Atitudes de uma pessoa que trai
1. Não demonstra mais interesse por sexo.
2. Fica mais amável do que o normal.
3. Se irrita com muita facilidade.
4. Leva o celular até quando vai ao banheiro.
5. Atende algumas ligações escondido.
6. Recebe constantemente torpedos no celular.
7. Vive ligada no MSN
8. Costuma exagerar nas crises de ciúmes.
9. Anda gastando mais que o habitual. 10. Trabalha até tarde e vive tendo reuniões no final de semana.
11. Chega em casa todos os dias tarde do trabalho
12. Compra roupas novas.
13. Ganha presentes.
14. Tem sempre desculpa para os atrasos: trânsito, pneu furado, passar na casa da filha, assistir novela na casa da mãe...
15. Não atende ao seu chamado no telefone celular
16. Procura não discutir a relação
Como começar essa conversa difícil
Se você não tem certeza da infidelidade Mantenha a tranquilidade para não perder a razão: quanto mais calmos os dois estiverem, melhor será o diálogo.
Fale sobre as mudanças no comportamento dele e diga o que incomoda você.
Questione se ele está com algum problema e se pode ajudá-lo. “Se a traição não aconteceu, meça as palavras nessa hora para não colocar seu relacionamento em risco”, alerta a psicóloga Kelen de Bernardi Pizol.
Se você tem provas de que ele é infiel A raiva pode cegar você, impedindo de pensar de maneira clara e racional.
Tomar atitudes sob o impacto da dor costuma gerar arrependimento depois.
Pare e reflita se vai conseguir perdoar e conviver com a nova realidade, ou se o melhor a fazer é seguir sua vida sem o parceiro.
Ao conversar, se coloque em primeiro lugar e veja se ele também está disposto a lutar pela relação.

Autor : Tyciane Vaz
Fonte: O Universo da Mulher

Monday, June 22, 2009

* TOCANDO EM FRENTE *

"Tocando em Frente"

Ando devagar
Porque já tive pressa
Levo esse sorriso
Porque já chorei demais
Hoje me sinto mais forte
Mais feliz quem sabe
Só levo a certeza
De que muito pouco eu sei
Eu nada sei
Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Penso que cumprir a vida
Seja simplesmente
Compreender a marcha
Ir tocando em frente
Como um velho boiadeiro
Levando a boiada
Eu vou tocando os dias
Pela longa estrada
Eu vou
Estrada eu sou
Conhecer as manhas e as manhãs
O sabor das massas e das maçãs
É preciso amor pra poder pulsar
É preciso paz pra poder sorrir
É preciso a chuva para florir
Todo mundo ama um dia
Todo mundo chora um dia
A gente chega
E outro vai embora
Cada um de nós
Compõe a sua história
Cada ser em si carrega o dom de ser capaz
De ser feliz
Almir Sater e Renato Teixeira

Sunday, June 21, 2009

* O DESTINO ESTÁ NAS ESTRELAS?...

O Destino Está Nas Estrelas ? ...
Sandra Waihrich Tatit

As mesmas forças ...
magníficas que conspiram no universo planetário ,
estão latentes dentro de nós ,
nas batidas cadenciadas dos nossos corações ,
de tudo que vibra em nosso ser .
Múltiplos movimentos ,
nas galáxias nos surpreendem ...
e afoitos nos impolgamos
e os julgamos como tão distantes ,
nosso futuro está nas estrelas ?...
nosso passado esteve nas estrelas ?...
nosso destino está nas estrelas ?...
somos lindas estrelas adornando nosso planeta .
Tão pequenos na gradiosidade e imensidão do universo cósmico ,
na sua eterna sintonia e harmonia universais .
Sonhamos um porvir distante ,
enquanto somos partes deste movimento
equilibrado dos planetas e das estrelas .
Mansamente seguimos nossos caminhos ,
em direção a uma incógnita eterna ,
enquanto os planetas giram e nos observam ,
somos luzes e emanamos a eles nossa luz terrena ,
nossa luz eterna ...
conjugamos com eles nossas energias ,
partilhamos suas vibrações ,
em busca do aperfeiçoamento na caminhada ,
na evolução que nos conduz ...
às sendas do infinito ,
aos espaços insondáveis do futuro ,
rumo aos mundos distantes da plenitude universal .

Sandra Waihrich Tatit
Meus Poemas de Improviso
Direitos Autorais Protegidos

Saturday, June 20, 2009

* RELACIONAMENTO: CIÚME , UM SENTIMENTO DE INSEGURANÇA *

Relacionamento
"Ciúme: um Sentimento de Insegurança"
Por Silvana Martani
O ciúme é uma arma poderosa que defende o amor da indiferença, da mesmice, da convivência morna, temperando de paixão os relacionamentos de uma maneira geral.
Quem nunca sofreu por um grande amor, quem não sentiu ciúmes até da família e amigos, do cachorro que o namorado leva para passear, do passado que este individuo viveu, dos “exs” e todo mais que fez parte da estória do outro antes de você chegar. No amor a posse se encaixa bem no tamanho da insegurança de cada um e este sentimento transforma até o ser humano mais altruísta do mundo em um ser ciumento.
Cantado em verso e prosa os ciúmes sempre foi uma fonte de sofrimento e, dependendo da intensidade da paixão ou de sua insanidade, dói ou mata.
Existe uma linha muito tênue entre a saúde e a doença quando se fala de ciúme, denunciando os amantes que podem construir relacionamentos saudáveis e os que transformam o relacionamento no espelho de suas doenças emocionais.
O Ciúme Patológico ou obsessivo transforma homens e mulheres em reféns de parceiros e este seqüestro “autorizado” pode levar anos para que a vítima se liberte não sem as seqüelas próprias dos atos vis e humilhações que este “cativeiro” é capaz de provocar. Neste tipo de ciúme qualquer duvida, qualquer atraso, olhar vago ou atitude que o obsessivo julgue inadequada para o momento ou ocasião pode se transformar em denuncia de fatos, certezas de flagrantes prontos para mostrar uma traição.
Neste tipo de ciúme, fantasia e realidade se confundem, assumindo proporções absurdas e bizarras, muitas vezes, criando rituais malucos e inadequados. Existem várias doenças psiquiátricas que tem no ciúme obsessivo um dos seus principais sintomas, como por exemplo, o TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo) e os Transtornos de Personalidade.
Enquanto o ciúme normal é um sentimento passageiro, que dá lugar a tranqüilidade e satisfação a medida que o amante se sente mais seguro com relação aos sentimentos do outro, no Ciúme Mórbido ou Patológico vários sentimentos perturbadores se revezam tecendo uma rede dor e sofrimento. Ansiedade, depressão, raiva, vergonha, humilhação, culpa, aumento do desejo sexual e vingança são alguns dos sentimentos que norteiam as atitudes destas pessoas.
Como neste tipo de ciúme as conseqüências são camufladas ou omitidas pelas vitimas um bom exemplo são as agressões físicas é muito difícil uma estatística correta que nos mostre quantas pessoas são vitimadas ou quantos homicídios ocorrem tendo o ciúme como pano de fundo.
Amar é um verbo com muitas conjugações. Querer transformar o ser amado em boneco ou marionete cujo único prazer é prestar serviço ao amor louco e doentio é a pior de todas as suas formas.
Quem sente ciúmes desta forma normalmente está deprimido, inseguro, tem baixa auto-estima, não se sente capaz de merecer um grande amor e precisa de ajuda médica e psicoterápica. Não é possível se livrar deste tipo de comprometimento sozinho ou simplesmente com a ajuda do parceiro, pois não é o relacionamento que o deixa doente, mas a sua estrutura emocional que se encontra comprometida e o relacionamento somente ilustra e denuncia.
Muitas pessoas sofrem desta maneira e acham que os excessos fazem parte do amor verdadeiro. Com certeza alguns excessos são permitidos quando se fala de amor, mas somente excessos mostram muito mais um descontrole e doença do que o grande amor.
Silvana Martani , Autora e organizadora do Livro Uma Viagem pela Puberdade e Adolescência, a psicóloga é formada pelo Instituto Unificado Paulista.

Friday, June 19, 2009

* SENSAÇÃO DE ETERNIDADE *

Ouves o teu coração ...
Por Sandra Waihrich Tatit

Vejas quantas coisas lindas lá residem , nestas horas de paz , como esta que agora estou , renasço e sinto a vida intensamente introduzida no fundo de minha alma , este piano que agora escuto me refaz e reconforta tanto . Meu Deus , como agradeço ter esta música aqui comigo , é uma acompanhante tão fiel , tão marcante ... me deixa num estado de graça e amor ... fazendo a palavra fluir com ardor , tão sublime sentir a vida assim como a sinto agora e poder passar esta doce energia , estou podendo fazer isto , intensamente , vagarosamente , pausadamente ... é como um orgasmo emocional de viver a plenitude de meu ser , transbordante de amor e tanto carinho a dar aos seres que me cercam e agradecer esta dádiva de estar aqui agora , desfrutando a magnitude da vida na plenitude de minha emoção sentida , livremente , solta e colorida , assim como um reflexo de luzes , iluminando a terra inteira , meu corpo inteiro a gozar as delícias de sentir ... sentir amor , carinho e dor ... simultaneamente respirar a dor com a alegria e , nesta singular nostalgia , de sorrir e chorar , unindo a lágrima à rosa , vislumbrar um Deus maior ainda dentro de minha amplidão pela emoção sentida ... agradecendo a dádiva da vida ... é tão doce sentir assim , mesmo sendo um momento efêmero , pequenos momentos se intercalam na síntese da sublimidade do universo inteiro , transbordante , borbulhante ... a derramar o prazer das emoções reunidas , das graças eternas , de cada amanhecer de luz , de cada crepúsculo de saudade ...vale a vida esta sensação de eternidade !

Sandra Waihrich Tatit
Meus Poemas de Improviso

Thursday, June 18, 2009

"E DE REPENTE TODAS AS COISAS IMÓVEIS SE DESENHARAM MAIS NÍTIDAS NO SILÊNCIO"... Mário Quintana

"Nada é Por Acaso" ...

Por Sandra Waihrich Tatit

Se estou agora aqui , devo estar...
Se estou triste preciso segurar ,
se a vida me testa preciso aceitar
todos os desafios , todas as paixões ...
elas me surgem como vulcões ...
Assim , de uma forma quase nostálgica
amanheço num horizonte menos azul ,
me reporto às profundezas de minha essência
me encontro comigo e sei ...
Estou sozinha por minha escolha ,
estou carente porque não tenho buscado
o amor , a vida , a ilusão ...
Espero ansiosamente por algo que não chega
Sinto a vibração constante de minha alma ,
a incansável nota da saudade ,
numa calma e serenidade busco a luz ...
A paixão me seduz , o novo me fascina ,
me envolve e me alucina ...
Em minha esquina de tristezas
contabilizo as alegrias ,
o prazer na dor ...
Me reencontro com meu coração machucado , ele me fala do passado ,
eu resisto e evito , corro adiante e nego ...
Alimento a distância vazia e constante ,
Na memória , meus momentos de alegria
minhas fantasias sem nome ,
minhas conquistas , minhas ousadias ...
as quais perdi num dia , numa melodia ...
numa fuga necessária ,
numa improvisada ação fugidia ,
numa sinfonia inacabada
que viverá eternamente em mim ,
minha história e minha estrada .

Sandra Waihrich Tatit

Direitos Autorais Protegidos

Wednesday, June 17, 2009

* O GRITO SILENCIOSO DOS OPRIMIDOS *

Por Sandra Waihrich Tatit
Queria ser uma estrela ,
no firmamento de um sonho
de contentamento fugaz ...
queria sim , sentir em minhas entranhas
o sabor dos espaços ,
dos planetas girando em eterna busca ,
ainda que tão livres sejam e desconheçam
esta liberdade plena ,
planetas de minha imaginação ,
transbordantes de liberdade ,
enquanto temos a nossa tão limitada ...
pelas leis mal feitas e mal aplicadas ,
pela dor dos sofredores ,
pelas opressões e pelos opressores ,
pelos dissabores
de assistirmos o grito silencioso dos oprimidos ,
diante do cruel silêncio dos opressores .
Gira mundo , gira e vai em busca da paz ,
a paz de Deus , a paz do homem ,
a paz escondida e reprimida ,
nas feridas mal curadas ,
em cada mão que nega o carinho ,
a solidariedade e o amor ...
queria eu ser uma estrela
e iluminar o mundo ,
ser o divino alento de esperança ,
esta , que dá ao homem a capacidade de superar
e suportar o sofrimento ,
seguindo sempre além ...
Queria eu , ainda que por um momento apenas ,
ser a dor e o prazer ,
cuidado prazer , cautela ...
não vá a dor acordar !
queria eu ser uma estrela
e vir silenciosamente a terra iluminar .



Autora: Sandra Waihrich Tatit
Direitos Autorais Protegidos
Lei 9610/98

Tuesday, June 16, 2009

* AS PALAVRAS TÊM PODER *

As Palavras têm Poder
A linguagem dirige nossos pensamentos para direções especificas e, de alguma forma, ela nos ajuda a criar a nossa realidade, potencializando ou limitando as nossas possibilidades. A habilidade de usar a linguagem com precisão é essencial para uma boa comunicação.1) CUIDADO COM A PALAVRA NÃO. A Frase que contém NÃO, para ser compreendida, traz à mente o que está junto com ela. O NÃO existe apenas na linguagem e não na experiência. Por exemplo: pense em "NÃO"... Não vem nada à mente. Agora, vou lhe pedir não pense na cor vermelha... Eu pedi para você NÃO pensar na cor vermelha e você pensou. Procure falar no positivo, o que você quer e não o que você não quer.2) CUIDADO COM A PALAVRA MAS, QUE NEGA TUDO QUE VEM ANTES. Por exemplo: "O Pedro é um rapaz inteligente, esforçado, MAS...". Substitua o MAS por E, quando indicado.3) CUIDADO COM A PALAVRA TENTAR, QUE PRESSUPÕE A POSSIBILIDADE DE FALHA.Por exemplo: "Vou tentar encontrar com você amanhã às 8 horas". Em outras palavras: Tenho grande chance de não ir, pois vou "tentar". Evite TENTAR, FAÇA.4) CUIDADO COM NÃO POSSO OU NÃO CONSIGO, que dão idéia de incapacidade pessoal. Use NÃO QUERO,NÃO PODIA ou NÃO CONSEGUIA, que pressupõe que vai conseguir, que vai poder.5) CUIDADO COM AS PALAVRAS DEVO, TENHO QUE OU PRECISO, que pressupõem que algo externo controla a sua vida. Em vez delas use QUERO, DECIDO, VOU.6) Fale dos problemas ou das descrições negativas de si mesmo, utilizando o verbo no passado. Isto libera o presente. Por exemplo, "Eu tinha dificuldade em fazer isto..."7) Fale das mudanças desejadas para o futuro utilizando o tempo presente do verbo. Por exemplo: em vez de dizer "Vou conseguir", diga "Estou conseguindo".8) Substitua o SE por QUANDO. Por exemplo: em vez de falar "Se eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar", fale "Quando eu conseguir ganhar dinheiro vou viajar".9) Substitua ESPERO por SEI. Por exemplo: em vez de falar "Eu espero aprender isso", diga "Eu sei que vou aprender isso". ESPERAR suscita dúvidas e enfraquece a linguagem.10) Substitua o CONDICIONAL pelo PRESENTE. Por exemplo: Ao invés de dizer "Eu gostaria de agradecer à presença de vocês", diga "Eu agradeço a presença de vocês". O verbo no presente fica mais forte e concreto.
(Dr.Jairo Mancilha, Ph.D/ Neurolinguistica, Cardiologista e Psiquiatra)

Monday, June 15, 2009

* RECADO DO TEMPO *

Recado do Tempo
"O tempo é a exata medida das nossas atitudes,reflexo direto do que desejamos,
consequência do que fazemos e deixamos de fazer,
cronometricamente justo, certo e exato."
Dias de incerteza pedem reflexão, tempo para pensar, mas tudo o que normalmente fazemos é ficarmos agitados, o medo, a ansiedade e até o desespero tomam conta de nós.
A alma aflita fica transtornada, e grita.
Todo o corpo reage mal...
Aprenda com a natureza.
Silencie!
Ao agitar a água no barro, ela se turva, mas se deixá-la descansar, ela fica límpida.
Assim somos nós nos momentos de incerteza, naqueles momentos onde não sabemos o que fazer, quanto mais nos afligimos, mais turvo ficamos.
Existem problemas que só o tempo pode resolver situações que por maior que seja o nosso empenho, não encontramos uma resposta favorável.
É o convite da Vida, para uma reflexão:
- onde estou caminhando?- o que estou plantando?- eu me amo?- sou feliz?
Reflita e mude o que precisa ser mudado.
Às vezes, a vida só está esperando uma atitude, um gesto no caminho da mudança, para que o problema que tanto nos aflige, seja solucionado, até mesmo sem a nossa participação.
"O tempo é a exata medida das nossas atitudes,reflexo direto do que desejamos,
consequência do que fazemos e deixamos de fazer,
cronometricamente justo, certo e exato."

Autor : Paulo Roberto Gaefke

Friday, June 12, 2009

* GUARDAS EM TI A BELEZA DE UM MOMENTO * ...

Guardas em ti a beleza de um momento ...
De um momento de sonho e poesia ,
que a tua alma de emoção tomada ,
agradeceu a dádiva da vida ,
guardas em ti ,
a beleza esplendorosa
de um olhar ...
que entendeu o teu olhar e participou
por um momento ...
de teu imenso e mudo sofrimento .
Guarda-os todos pois são jóias raras ,
cheios de ventura e de ilusão ...
mais tarde quando tu os recordares ,
menos triste terás teu coração !
Sandra Waihrich Tatit

Thursday, June 11, 2009

"EU NÃO PODERIA VIVER SEM AMOR , MESMO COM MEU CORPO TODO SACIADO"... Letícia Thompson

Eu poderia viver de amor se o corpo não sentisse fome e sede. Eu não poderia viver sem amor, mesmo com todo meu corpo saciado. O amor dá uma razão à vida, dá mesmo muitas razões. E também muitas lições... essas que nunca aprendemos de cor, que reprovamos e ainda ficamos contentes de repetir o ano.
Eu cantaria o amor minha vida inteira, mergulhada num romantismo sem remédio, se o dia-a-dia não me acordasse. Eu queria revelar o que aprendi se as palavras não me faltassem tanto, se pudesse exprimir o que me vai na alma, se pudesse, eu mesma, me ouvir e compreender que a dor do amor é bonita, que as lágrimas de amor são doces e que quando alguns sonhos voam outros nascem da terra. Eu queria... mas no amor sou leiga, apenas uma aprendiz e feliz em sê-lo.
Aqui vão algumas pequenas coisas que me atravessaram o coração. Um pouco da nudez do meu ser, se assim posso dizer:

Castelos de areia:
http://www.leticiathompson.net/Castelos_de_areia_LT.html

Frágeis corações:
http://www.leticiathompson.net/Frageis_coracoes_LT.html

Wednesday, June 10, 2009

* O AMOR * Gibran Khalil Gibran

Quando o amor o chamar
Segui-o
Embora seus caminhos sejam agrestes e escarpados
E quando ele vos envolver com suas asas
Cedei-lhe
Embora a espada oculta na sua plumagem possa feri-vos
E quando ele vos falar
Acreditai nele
Embora a sua voz possa despedaçar vossos sonhos
como o vento devasta o jardim
Pois da mesma forma que o amor vos coroa,
assim ele vos crucifica
E da mesma forma que contribui para o vosso crescimento
Trabalha para vossa poda
E da mesma forma que alcança vossa altura
e acaricia vossos ramos mais tenros que se embalam ao sol
Assim também desce até vossas raízes
e a sacode no seu apego à terra
Como feixes de trigo ele vos aperta junto ao seu coração
Ele vos debulha para expor a vossa nudez
Ele vos peneira para libertar-vos das palhas
Ele vos mói até extrema brancura
Ele vos amassa até que vos torneis maleáveis
Então ele vos leva ao fogo sagrado
e vos transforma no pão místico do banquete divino
Todas essas coisas o amor operará em vos
para que conheçais os segredos de vossos corações
E com esse conhecimento vos convertais no pão místico do banquete divino
Todavia se no vosso temor procurardes somente a paz do amor,
o gozo do amor
Então seria melhor para vós que cobrísseis vossa nudez,
abandonásseis a ira do amor
Para entrar num mundo sem estações onde rireis,
mas não todos os vossos risos
E chorareis, mas não todas as vossas lágrimas
O amor nada dá, se não de si próprio
E nada recebe, se não de si próprio
O amor não possui nem se deixa possuir
Pois o amor basta-se a si mesmo
Quando um de vós ama,
que não diga 'Deus está no meu coração'
'Mas que diga antes 'Eu estou no coração de Deus'
E não imagineis que possais dirigir o curso do amor
pois o amor se vos achar dignos determinará ele próprio vosso curso
O amor não tem outro desejo se não o de atingir a sua plenitude
Se contudo amardes e precisardes ter desejos
Sejam estes os vossos desejos
De vos diluirdes no amor
e serdes como um riacho que canta sua melodia para a noite
De conhecerdes a dor de sentir ternura demasiada
De ficardes feridos por vossa própria compreensão do amor
E de sangrardes de boa vontade e com alegria
De acordardes na aurora com o coração alado e agradecerdes por um novo dia de amor
De descansardes ao meio-dia e meditardes sobre o êxtase do amor
De voltardes pra casa à noite com gratidão
E de adormecerdes com uma prece no coração para o bem-amado
E nos lábios uma canção de bem-aventurança.

Tuesday, June 09, 2009

** O AMOR É O SENTIDO REAL DA VIDA E A VIDA É O SENTIDO REAL DO AMOR **

* RELACIONAMENTO: OMISSÃO , MENTIRA , DESCONFIANÇA , TRAIÇÃO ... Quando tudo se acaba ! ... *


Relacionamento
Omissão, Mentira, Desconfiança,Traição ... Quando Tudo Se Acaba!
Você já parou para pensar por que buscamos relacionamentos estáveis, com uma mesma pessoa? Ou ainda, será que esta pessoa está sendo sincera conosco e não está nos traíndo pelas costas?
Será um instinto que nos dirige ao sofrimento sem que tenhamos consciência deste fato?
De que estamos sendo enganados a cada resposta pela pessoa que amamos?
Para compreender estas questões, podemos partir da premissa de que nosso amadurecimento baseia-se em ligações afetivas: nosso primeiro vínculo amoroso surge a partir do nascimento, momento em que mãe e bebê se relacionam como um único ser.
Esta simbiose também está presente no processo da "paixão".
A propósito, identificamos um apaixonado como alguém que está vivendo intensamente a sensação de um encontro perfeito, no qual não há frustração, tudo é "lindo".
Além disto o apaixonado tem a expectativa de ter seus desejos adivinhados pelo parceiro tal como já ocorreu em sua primeira relação simbiótica.
Vive-se assim até que não seja mais possível manter o sonho de que se estava em um paraíso.
Por outro lado, a percepção de que somos separados do outro nos traz angústia, pois notamos que somos sós e precisamos do outro.
Para muitos apaixonados, a autonomia do parceiro é motivo de angústia.
Não é raro o casal desenvolver uma espécie de dependência mútua (falta de autonomia) na relação afetiva que, ao contrário de protegê-lo, acaba expondo os parceiros à insegurança e ao medo.
Precisamos aprender a viver em mútua interdependência.
Ok, alguém precisa de você e você precisa de alguém.
No entanto isto não significa que você não possa tomar conta de sua vida e que não encontre soluções para seus problemas.
Quem muda quem ?
Vale lembrar que a excessiva preocupação para que o outro mude também pode criar uma dependência (simbiose).
Quando nos preocupamos demais com a mudança do parceiro, tiramos dele a capacidade de pensar e elaborar sua própria vida.
Muitas pessoas permanecem a maior parte de suas vidas lutando pela mudança do outro e esquecem de si mesma.
Pare para pensar: se você espera as mudanças do outro, é bem provável que ele mantenha a mesma expectativa em relação a você, isto é, nenhum dos dois irá se modificar na relação.
Quando você tenta mudar o outro e não consegue, deve pensar: Por que não estou conseguindo?
De que realmente meu parceiro precisa?
Conheço suas limitações?
Estou dando o tempo certo ao seu crescimento?
Se ele continuar assim, o relacionamento via durar por quanto tempo? (…)
Normalmente, a pessoa que insiste na mudança do outro é quem se cansa primeiro com este tipo de situação, uma vez que ele deixou de atender suas necessidades e perspectivas de vida.
No momento em que você pensa "Cansei de lutar para fazê-lo compreender isto ou aquilo" está desistindo tanto dele como de você. (…)
Se o relacionamento ainda valer a pena, evite esperar mudanças alheias; seja ativo no processo, iniciando sua própria transformação.
Pode ter certeza de que muitas situações complexas começam a ser solucionadas exatamente a partir do momento que resolvemos agir e lidar com os fatos de uma maneira nova e diferente.
Quem eu quero não me quer. Quem eu quero me engana e mente.
Muitas vezes as pessoas estão se perguntando por que estou amando esta pessoa se ela mente?
Estará a outra pessoa falando sempre a mentira?
Ou não estamos percebendo o nosso próprio companheiro está nos traindo?
Quando um relacionamento amoroso entre um homem e uma mulher acaba e a separação não foi devidamente trabalhada é possível que o inconformismo com a perda não elaborada leve um ou o outro a forçar a reconciliação.
A eminente recusa de qualquer das partes ou insistência de um dos dois, poderá levá-los à conclusão: "Quem eu quero não me quer".
As perdas mal elaboradas de nossa infância emergem do nosso inconsciente invadem nossa consciência e as re-vivemos.
Parece que há uma regressão neste estágio dos acontecimentos.
Em alguns casos, conteúdos de abandono e rejeição emergem e tendem a persistir por algum tempo.
O ato de ser amado é muito sublime, mas se um homem e uma mulher resolvem se separar é preciso uma preparação com compreensão e aceitação do fato que esta acontecendo.
É possível separar-se bem.
A compreensão consiste em saber que a decisão da vida do outro cabe somente a ele.
Encontrar defeito no outro é apenas uma forma cômoda e falsa de tentar esquece-lo.
Procure as qualidades mesmo que seja para descobrir que você não as soube valorizar.
Este é um momento de aprendizagem.
Respeitar a decisão do outro em nos deixar é um ato de sabedoria e muita coragem.
Se alguém persiste em querer quem não o quer, esta se machucando, se mutilando.
Essa pessoa precisa se acariciar e amar a si mesma.
A felicidade não é uma conquista, é um direito do ser humano.
Na busca de felicidade nos deparamos com obstáculos, medos, fobias, mas nestes momentos, o sofrimento pode ser amenizado pela conexão com o que é real.
A Mentira é a pior coisa que pode haver em um relacionamento.
Ela drestrói toda relação e cria uma imagem muito negativa de quem mente.
Você é um ser de amor, portanto tem o direito de amar e ser amado.


Katia Cristina Horpaczky, psicóloga

Monday, June 08, 2009

** TEMPOS DIFÍCEIS **

Tempos Difíceis
Pode ser extremamente desafiador manter uma atitude positiva e de fé quando estamos em tempos difíceis. Isto é em parte porque temos tendência a pensar que, se o universo nos ama, vamos vivenciar esse amor sob a forma de circunstâncias positivas sempre. No entanto, nós somos como crianças, e o Universo é a nossa sábia mãe que sabe o que nossas almas necessitam para prosperar melhor do que nós. Assim como uma criança pequena não se beneficia de tudo o que ela quer, nós também podemos passar por tempos de constrição e dificuldade para nos ajudar a crescer e aprender. Se mantivermos este foco, e continuarmos a confiar no fato de que somos amados, mesmo quando as coisas são difíceis, isso nos ajudará a suportar o difícil momento com graça e suavidade. Este período de tempo na história em que eu e você vivemos está cheia de dificuldades para um grande número de seres humanos, você e eu podemos nos sentir menos sozinhos, pois não somos exceção. Existem energias fortíssimas alternando e aumentando suas vibrações em todo o universo, em todos os níveis e claro, todos nós somos partes deste crescimento energético e também da crescente dor.
Ajudará se nos lembrarmos que a vida é uma sucessão de fatos e fases, uma fase após a outra, e que esta fase de dificuldade e dor passará, dando, inevitavelmente, espaço para algo completamente diferente e novo. Quando nos sentimos sobrecarregados podemos ser nosso próprio conforto se, como os sábios, soubermos dizer com serenidade: Isto também deve passar.E, se realmente sentirmos que nada se passa direito com nossas vidas, nunca é uma má idéia examinar a vida e verificar se há alterações que podemos fazer para minorar algumas dificuldades. Gentilmente, compassivamente, a exploração das áreas problemáticas da nossa vida pode nos revelar coisas nas quais estamos apegados e a necessidade de libertação: emoções não elaboradas, processos de mudanças mal resolvidos, ou maneiras negativas de olhar para nós mesmos e a nossa realidade. A medida que nos tornamos responsáveis pelas coisas que temos que mudar, poderemos mais facilmente nos entregar para aquelas situações que não somos autorizados pela “mãe” natureza a mudar, lembrando a todos ao mesmo tempo que esta fase, sem dúvida, dará lugar a outra.
Diólia Di Carvalho
Engenheira e Jornalista
Empresária. Video-documentarista. Bleep pionner - coordenadora de grupos de estudos do filme documentario com nuances de física quântica "What the bleep do we know" (Quem somos nós)

* ALÉM DOS PRÓPRIOS LIMITES *

Além dos Próprios Limites

Um arqueiro seguia próximo a um mosteiro hindu, conhecido por sua rigidez, quando viu os monges no jardim, bebendo e se divertindo.
“Como são cínicos aqueles que buscam o caminho de Deus”, disse em voz alta. “ Dizem que a disciplina é importante, e se embriagam às escondidas!”
“Se você disparar 100 flechas seguidas, o que acontecerá com o seu arco?”, perguntou o mais velho dos monges.
“Meu arco se quebrará”, respondeu o arqueiro.
“Se alguém se esforça além dos próprios limites, também quebra sua vontade”, disse o monge. “Quem não equilibra trabalho com descanso, perde o entusiasmo, esgota sua energia e não chega muito longe”.
Autor desconhecido

Sunday, June 07, 2009

* CANÇÃO DA PLENITUDE * lindo texto de Lya Luft

Canção na plenitude
Lya Luft
Não tenho mais os olhos de menina nem corpo adolescente, e a pele translúcida há muito se manchou.Há rugas onde havia sedas, sou uma estrutura agrandada pelos anos e o peso dos fardos bons ou ruins.(Carreguei muitos com gosto e alguns com rebeldia.)O que te posso dar é mais que tudo o que perdi: dou-te os meus ganhos.A maturidade que consegue rir quando em outros tempos choraria,busca te agradar quando antigamente quereria apenas ser amada.Posso dar-te muito mais do que beleza e juventude agora: esses dourados anos me ensinaram a amar melhor, com mais paciênciae não menos ardor, a entender-te se precisas, a aguardar-te quando vais,a dar-te regaço de amante e colo de amiga,e sobretudo força — que vem do aprendizado.Isso posso te dar: um mar antigo e confiável cujas marés — mesmo se fogem — retornam,cujas correntes ocultas não levam destroços mas o sonho interminável das sereias.

Lya Luft , escritora e poetisa .
Rio Grande do Sul . Brasil

Saturday, June 06, 2009

* SE EU SOUBESSE O QUE SEI AGORA *

Se eu soubesse o que sei agora ...
O dono de um pequeno comércio, amigo do grande poeta Olavo Bilac, abordou-o na rua:- Sr. Bilac, estou precisando vender o meu sítio, que o senhor tão bem conhece. Poderá redigir o anúncio para o jornal?Olavo Bilac apanhou o papel e escreveu:"Vende-se encantadora propriedade, onde cantam os pássaros ao amanhecer no extenso arvoredo, cortada por cristalinas e marejantes águas de um ribeiro. A casa banhada pelo sol nascente, oferece a sombra tranqüila das tardes, na varanda".Meses depois, topa o poeta com o homem e pergunta-lhe se havia vendido o sítio.- Nem pense mais nisso, disse o homem. Quando li o anúncio é que percebi a maravilha que tinha.Moral da história:As vezes não descobrimos as coisas boas que temos conosco e vamos longe atrás da miragem de falsos tesouros.
Fonte: Internet

Friday, June 05, 2009

* VIOLÊNCIA: ATÉ ONDE DEIXAREMOS IR *

Violência: Até onde deixaremos ir
Escrito por Silvia Leticia Carrijo de Azevedo Sá

"A violência, seja qual for à maneira como ela se manifesta, é sempre uma derrota."
(Jean-Paul Sartre)
Infelizmente, entramos na lista dos paises mais violentos do mundo. A violência urbana tem prosperado em nossa sociedade de uma forma assustadora. Assaltos dos mais estranhos modos e meios. Cada dia gente mais nova entra no meio da violência. Entre as estatísticas a violência familiar também entrou na mira, cresce de forma desordenada e não menos violenta. Parentes que por desagrado seqüestram outros, namorados que por não aceitar termino matam suas “amadas”. O mundo jaz no maligno. Não há mais como acreditar em quem quer que seja, olhamos para o próximo não como próximo, é o mais estranho quanto posso imaginar. Pessoas tinham “caras” de violentas, hoje podem ser pai, mãe, tios, amigos.
A violência sexual tem sido outra a atormentar pais e mães. Não podemos mais deixar nossos filhos com vizinhos, pois não mais sabemos que são não podemos confiar em parentes, pois eles estão com os de fora. Já não sabemos mais em quem confiar. Vivemos trancafiados dentro de nossas casas com medo que a invadem e nos tirem lá mesmo a vida. Vivemos um eterno medo, não andamos mais tranqüilos pelas ruas numa noite fria, saímos correndo e voltamos mais correndo ainda.
Perdemos o senso de perigo, pois tudo se tornou perigoso, não vamos ao banco, ao supermercado sossegado. Com dinheiro nem pensar, e pior nem a senha do cartão você tem direito a esquecer em um seqüestro relâmpago. Sua vida fica em risco se você tiver um colapso nervoso. Nem pense em reagir? É morte na certa, a menos que você queira matar o bandido e ele ser enterrado como coitado e você como bandido, porque agora é assim, você é o preso e eles o solto. É a chamada INVERSÃO DE VALORES.
Os especialistas em crimes dizem que não conseguem saber de onde vem tanta violência em tão pouco tempo e como se espalha tão rápido. Tenta-se de toda forma amenizar este mal, mas não acabará. Não adianta armar cada dia mais o sistema de segurança pública, nem fazer novos concursos e preparar megas policiais. O problema vai além. Ele esta muito mais relacionada à FÉ do homem do que a vida social que levamos atualmente.
Levamos para dentro de casa um consumismo que tomou o lugar de Deus em nossos corações, queremos mais do que podemos e achamos que podemos mais do realmente se pode. Assim enfrentamos tudo e todos por nada. Um celular, uma nota de dez reais. Entra-se em mansões e casebres apenas para mostrar “poder”. Poder de perturbar famílias e tirar a paz da população. Temos medo de crianças que em casa os nossos filhos da mesma idade tratamos como nosso filhinho. Lá fora são monstros. Atormentam satanicamente quem quer que seja. Até aqueles que geraram sua vida – a mãe.
Já é tempo de acordarmos, não podemos mais aceitar essa situação, não precisamos sair às ruas com faixas nem cartazes, não precisamos ir às televisões em debates loucos e acalorados. Precisamos nos voltar a quem pode mudar o coração do homem. Não conseguiremos jamais chegar aonde Cristo chega.
Em sua morte havia dois assassinos com ele, um abriu o coração e disse sim a Jesus teve seu coração transformado. Zaqueu, um publicano, riquíssimo, mas ladrão nos impostos se encontrou com Jesus teve sua vida mudada, sua família salva e seu nome registrado na história não como ladrão, mas como homem que teve a vida transformada por desejar ser diferente.
Escutamos muito que depois que o homem apronta todas ele vai e vira de Jesus. É assim mesmo. Jesus veio para os doentes, pois são eles que precisam de médicos. O caráter do homem precisa ser restaurado, precisamos encontrar alguém que preencha a alma e não somente os olhos de desejo.
Nossas crianças estão vazias vendo TV e seus desenhos violentos, vendo mães serem violentadas e serem violentas em consequência.
Não queremos ver mais crianças jogadas no lixo, nem abandonadas, mas as mães precisam ter um coração quebrantado, senão isso nunca vai mudar.
Jesus é a SOLUÇÃO, Ele é a única saída, mas é saída que não queremos, pois implica em mudança de vida e de atitudes. O crime pode ser prazeroso, mas é caminho de morte. Ele começa muito cedo, quando recebemos um troco errado e não vemos mal em ficar com ele. Quando encontramos algo e sabemos de quem é e mesmo assim dizemos a nós mesmos, achei é meu.
Dizem que violência é uma epidemia, pois é contagiosa, contamina mesmo. Basta deixarmos levar pela ganância. “O homem violento alicia o seu vizinho, e guia-o por um caminho que não é bom.”(Provérbios 16:29).
Fracassos e frustrações também são fatores de violência na atualidade, não suporto nada que seja contra minha vontade. Seu apetite pela violência será alimentado enquanto seu coração estiver sem o Espírito de Deus. “Do fruto da boca o homem come o bem; mas o apetite dos prevaricadores alimenta-se da violência.”(Provérbios 13:2).
Não precisamos seguir estes exemplos, temos tão bons a seguir. “Não tenhas inveja do homem violento, nem escolhas nenhum de seus caminhos.” (Provérbios 3:31). Precisamos parar de achar que ações governamentais somente mudarão a história do Brasil. Nossa mente precisa ser transformada, não há mudança sem desejo de transformação, vontade própria e a ação redentora de Cristo.
Hoje você pode mudar sua casa, basta fazer como Zaqueu fez subiu em uma árvore e chamou a atenção de Jesus e ele o viu entrou na sua casa e salvou-a. Hoje isso pode acontecer na sua casa na minha, entregue o seu caminho ao Senhor confia Nele e o mais Jesus fará. “Ora, o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz na vossa fé, para que abundeis na esperança pelo poder do Espírito Santo. Pois nele se alegra o nosso coração, porquanto temos confiado no seu santo nome. Pois nele se alegra o nosso coração, porquanto temos confiado no seu santo nome.” (Romanos 15:13;Salmos 33:21-22)
Silvia Letícia Carrijo de Azevedo Sá

Thursday, June 04, 2009

CATINHO DA REFLEXÃO __ MENSAGEM DA SEMANA "Não desista de você , acredite no seu poder de transformar" ...

MENSAGEM DA SEMANA
Segue adiante, não olhe para as encruzilhadas da vida,
nem fique parado diante dos portões fechados,
das montanhas de dificuldades que parecem intransponíveis,
anda mais um pouco, visita um pouco mais,
ligue, escreva, fale, se comunique,
a oportunidade pode estar logo ali, depois daquela curva.
O milagre que esperamos nasce da nossa persistência,
como na parábola onde Jesus fala do juiz iníquo,
que todos os dias recebia a visita da viúva que pedia:
"Julga a minha causa contra o meu adversário",
e de tanta insistência, o juíz achou melhor julgar,
e deu ganho de causa para a viúva.(Lc 18.1)
Então, se te parece que vai fraquejar,
que já não tem mais forças para nada,
ainda assim, segue adiante, pois o que era longe,
após o nosso caminhar, mesmo que lento, se torna perto,
e o perto é sempre mais próximo de onde queremos chegar.
Quantas vidas já foram transformadas em instantes,
na mudança da estação, na virada da esquina,
entre o pranto e o riso, entre o dia e a noite?
Tudo porque as pessoas que querem ser felizes,
não desistem nem mesmo diante do que parece ser impossível,
pois o impossível é apenas algo que ainda não aconteceu,
e se você acreditar, poderá acontecer ainda hoje,
antes de terminar essa leitura.
Não desista de você, acredite no seu poder de transformar,
ainda hoje, nesse mesmo instante,
tudo pode estar conspirando a seu favor,
e sua vida nunca mais será a mesma,
com um novo amor, com a família reconstituída,
com as dívidas pagas, com um novo emprego,
com uma doença finalmente curada,
com a esperança renovada,
como o cheiro da terra molhada depois da chuva,
como o sol que insiste em aparecer,
como Deus te ama, e Jesus te quer,
assim a vitória já é sua, basta não desistir.
Paulo Roberto Gaefke

Wednesday, June 03, 2009

* AQUI NO RIO GRANDE DO SUL UM AMANHECER GELADO LINDO E MARAVILHOSO *


* PONTES OU CERCAS? * ...

Pontes ou Cercas?
Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado.
Mas agora tudo havia mudado. O que começou com um pequeno mal entendido,finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem à sua porta."Estou procurando trabalho. Sou carpinteiro. Talvez você tenha algum serviço para mim."
"Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta."
"Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos."O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.Quando o fazendeiro chegou, não acreditou no que viu: em vez de cerca, uma ponte foi construída ali, ligando as duas margens do riacho. Era um belo trabalho, mas o fazendeiro ficou enfurecido e falou:"Você foi atrevido construindo essa ponte depois de tudo que lhe contei."Mas as surpresas não pararam ai. Ao olhar novamente para a ponte viu o seu irmão se aproximando de braços abertos. Por um instante permaneceu imóvel do seu lado do rio.O irmão mais novo então falou:"Você realmente foi muito amigo construindo esta ponte mesmo depois do que eu lhe disse."De repente, num só impulso, o irmão mais velho correu na direção do outro e abraçaram-se, chorando no meio da ponte.O carpinteiro que fez o trabalho, começou a fechar a sua caixa de ferramentas."Espere, fique conosco! Tenho outros trabalhos para você."E o carpinteiro respondeu:"Eu adoraria, mas tenho outras pontes a construir..."Já pensou como as coisas seriam mais fáceis se parássemos de construir cercas e muros e passássemos a construir pontes com nossos familiares, amigos, colegas do trabalho e principalmente nossos inimigos...Muitas vezes desistimos de quem amamos por causa de magoas e mal entendidos.Vamos deixar isso de lado, ninguém é perfeito, mas alguém tem que dar o primeiro passo.Construa pontes ao seu redor!"O manejar da vela não consiste em que se deixe o barco, simplesmente, ser impulsionado pelo vento; a arte do marinheiro que tripula o barco veleiro consiste, pelo contrário, em saber utilizar a força do vento fazendo que oriente o barco em uma determinada direção, em saber inclusive, muitas vezes, navegar contra o vento"
Viktor Emil Frankl

Tuesday, June 02, 2009

* RELACIONAMENTO * __ O que acontece quando somos traídos ? ...

O que acontece quando somos traídos?
Por Kátia Horpaczky
A traição é, com certeza, um dos maiores dramas sentimentais e talvez o que mais provoca dor no ser humano.
Uma das coisas que mais fazem perder a cabeça em um relacionamento é o ciúme acompanhado do medo de ser traído.
A traição é devastadora.
Destrói o relacionamento e também a auto-estima do traído.
Lidar com a situação de ter sido traído não é fácil.
Além da dor, muitas vezes insuportável, a traição nos obriga a tomar decisões que não estavam em nossos planos.
Então como lidar com tudo isso?
Homens e mulheres sentem a mesma dor ao serem traídos.
O que muda é a forma como resolvem lidar com isso.
Hoje, os homens começam a manifestar mais a dor e o sofrimento e buscam auxilio nessa situação.
Já as mulheres, segundo a história da trajetória feminina de opressão e discriminação, se fortaleceram quanto às dores e maus tratos o que pode possibilitar a recuperação da traição em um tempo menor do que os homens.
Diante da constatação da traição, vale a pena, antes de tomar uma medida precipitada, de ter uma crise nervosa, conversar com o parceiro e esclarecer toda a situação.
Se a traição aconteceu, é porque a relação não vai bem.
Se você foi traído não deve sentir culpa nesse momento ou colocar-se como vítima.
O mais importante agora é descobrir o que levou seu companheiro a agir dessa maneira.
Escute o que o outro tem a dizer e faça uma avaliação da situação: vale a pena ou não levar esse relacionamento adiante?
É preciso agir de forma mais sábia.
Não é para se fazer de bom samaritano, aquele que tudo entende tudo compreende e aceitar que lhe façam de gato e sapato.
Essa atitude também não ajuda em nada, muito pelo contrário, toda a raiva e mágoa represada acabam por prejudicar.
Pela complexidade e polêmica que a infidelidade provoca, existem alguns mitos sem fundamento. Um deles é o de que a maioria das traições destrói os casamentos.
De acordo com a pesquisa de Miriam Goldenberg, cerca de 30% dos traídos terminaram a relação.
O resultado revela que uma maioria de homens e mulheres briga, chora, xinga, faz escândalo, arruma as malas, vai embora, mas depois de passado esse momento, procura esquecer o que passou.
O maior obstáculo nesses casos é conseguir ultrapassar o choque inicial.
Pesquisa feita nos EUA e no Brasil aponta que 70% dos casais vivenciaram ao menos um caso extraconjugal e 90% não se separaram.
E 35% dos traídos terminam a relação, ou seja: mais da metade procura manter o casamento mesmo assim.
É possível perdoar uma traição dentro do relacionamento?
A traição rompe o trato com a confiança e enfraquece qualquer vínculo.
Um relacionamento que sobrevive a uma traição muda de formato porque a relação não é mais a mesma e nem os parceiros são os mesmos.
Pra que serve o perdão?
O perdão oferece a possibilidade de conseguir liberdade e alívio.
Quando perdoamos e somos perdoados nossas vidas sempre se transformam.
As doces promessas do perdão são mantidas.
E começamos uma nova relação conosco e com o mundo.
Perdoar só precisa de uma mudança na percepção, outra maneira de ver as pessoas e as circunstâncias que nos causam dor e sofrimento.
É muito difícil perdoar uma traição.
Perdoar ou não depende de cada pessoa ou do tipo de relação que existe.
Caso a decisão seja por perdoar e continuar a relação, não relembre o assunto a cada discussão.
Usar a traição sempre como arma em outras discussões só trará estresse e desgaste para a relação.
Perdoar é esquecer.
Se não houve esquecimento, não houve perdão. Então, o melhor a fazer é terminar o relacionamento.
Mas se você optou por perdoar, continuar em frente, muitas vezes a relação precisa passar por uma avaliação, uma repaginação, novos contratos terão de ser feitos, nesse caso se vocês acharem que não conseguirão isso sozinho, não hesitem, busquem auxilio profissional.
Acompanhe o depoimento de quem já enfrentou a traição do companheiro.
"A dor da traição é muito grande. Os sentimentos de amor e ódio se misturam".
"Quando amamos uma pessoa verdadeiramente, a traição é como uma facada no peito e nas costas. A dor é insuportável. E o pior de tudo, é que demora para passar e esquecer"
"Quando desconfiei que algo de errado estava acontecendo em minha relação (de 3 anos) tentei conversar, mas a pessoa que estava comigo, sempre mudava de assunto e dizia que não tinha nada a ver o que eu estava pensando.
Até que comecei a prestar mais atenção nas coisas que fazia. Conversava com a outra pela internet, na sala de bate papo, dizia que iria sair para resolver problemas de trabalho, quando na realidade, ia ao motel com a outra, entre outras situações que acabei, infelizmente, presenciando".
"Quando a bomba estourou, foi uma decepção muito grande em primeiro lugar, depois, senti que os meus sentimentos se misturavam; sentia que amava, mas sentia um ódio inexplicável, devido a tantas mentiras. Tive vontade de bater na cara, mas não tive coragem.
O que mais me deixou inconformada, é que eu tentei sempre conversar e a pessoa nunca teve coragem de abrir o jogo e o que era pior, por uma amiga que costumava freqüentar a casa Tentei perdoar, mas a mágoa que ficou foi muito maior. Não consegui ficar mais junto a essa pessoa, pois, não confiava mais".
"Não acredito que conseguiria ficar ao lado de uma pessoa que já me traiu. Por isso, das relações que tive, quase todas terminaram por traição, em nenhuma delas retornei a relação, pois, não acredito numa relação sadia depois de um ato como esse".
"Eu acho que ninguém perdoa sem ter alguma muleta para se escorar. É difícil engolir que o cara que você gosta trepou com outra. Não estou julgando ninguém, mas acho que quem perdoa é porque tem interesses que se sobrepõem aos sentimentos".

(*) Kátia Horpaczky
Psicóloga Clinica, Psicoterapeuta Sexual, Família e Casal.
Fonte : Universo da Mulher

Monday, June 01, 2009

* DIREITOS DA MULHER * __ Violência Contra a Mulher __ "de quem é a Culpa"? ...


                                      Denunciar é fundamental !
Direitos da Mulher
Violência contra a mulher: de quem é a culpa?

Professora da UERJ analisa um problema delicado e vivido diariamente por milhares de brasileiras

Os casos de violência contra a mulher têm ocupado lugar de destaque no noticiário recente. Entretanto, agressões desse tipo não são novidade. Ao contrário, esse é um problema antigo e dramático vivido em silêncio por milhares de brasileiras. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), no Brasil 29% das mulheres sofrem ou já sofreram violência praticada por seus parceiros ao longo da vida.
Para Felicia Picanço, professora do Departamento de Ciências Sociais da UERJ e uma das autoras da pesquisa ´Gênero, Trabalho e Família no Brasil - em perspectiva comparada internacional´, o comportamento violento contra a mulher é resultado do processo de dominação masculina aliado a fatores da história de vida dos homens e mulheres. "A idéia de dominação masculina, embora não explique tudo, sintetiza a adesão a papéis tradicionais do que é ser homem e mulher na sociedade. Esses papéis são definidos a partir da crença na existência de uma hierarquia e da propriedade do homem sobre a mulher. Também na determinação das tarefas domésticas e cuidados com filhos como obrigação da mulher, e da provisão material e financeira como obrigação do homem".
Grande parte da violência contra a mulher acontece no cotidiano, não apenas em atos limites como o homicídio: "são agressões verbais, cerceamento da liberdade de circulação, agressões físicas e relações sexuais sob coação. O cárcere privado temporário e os homicídios existem e são cruéis mas, em geral, são precedidos de outros tipos de violência tratados algumas vezes sem a devida importância", explica a professora.
Para Picanço, nas questões de gênero o País é tão tradicional quanto o Chile e o Japão, e está muito distante de outros como Suécia e EUA. Porém, a cultura não é o único fator causador da violência contra as mulheres, como lembra a professora: "a adesão a esses valores aliados a fatores da história de vida do parceiro - tais como ter vivido em famílias com histórico de agressões entre os pais, ser agressivo e consumir álcool - forma uma combinação propícia ao comportamento violento".
Com a criação das chamadas Delegacias da Mulher e a implementação da Lei Maria da Penha, criou-se uma expectativa de redução significativa deste tipo de violência. Entretanto, mesmo com estes mecanismos de proteção, as mulheres ainda relutam na hora de denunciar seus parceiros.
"Os fatores que podem explicar esse comportamento são: a adesão da própria mulher aos valores tradicionais que legitimam um certo nível de violência; a dependência financeira e afetiva das mulheres em relação aos cônjuges; o medo de retaliações violentas; falta de amparo em função do pouco convívio social e por se sentirem constrangidas em assumir que são vítimas de agressões", explica Felícia .
Para a professora, a Lei Maria da Penha foi um ganho como forma de criar mecanismos incisivos de combate à agressão, mas que sua eficácia é comprometida pelos já conhecidos problemas da justiça do país. "Na minha opinião, não há um caminho, há frentes de trabalho que devem estar voltadas para uma rigorosa punição dos agressores, bem como para a reeducação da geração atual e a socialização das novas gerações em valores mais igualitários dos papéis de gênero", conclui.
Autor : Uerj
Créditos : Cris Padilha
Fonte : Universo da Mulher